Com dificuldades financeiras, viúva do cantor Paulinho, do Roupa Nova, está trabalhando como ambulante em rua do Rio

A viúva do cantor Paulinho, do grupo Roupa Nova, Elaine Soares, não passa por um bom momento, após a morte do cantor. Com dificuldades financeiras, a viúva, que é advogada e psicóloga, está trabalhando como ambulante na barraquinha de uma colega, em uma rua do Rio de Janeiro. Por coincidência, essa colega já foi faxineira de Elaine há algum tempo.

A vida da viúva mudou radicalmente após a morte do cantor Paulinho, que nos deixou no final do ano passado. Atualmente, ela trabalha na rua Saara, lugar bastante popular no Rio, onde vende alguns objetos e utensílios de cozinha. Elaine ainda não recebeu nenhum dinheiro da herança de Paulinho e enquanto o inventário não sai ela tem se virado como pode.

Elaine informou que não trabalha desde que se casou com Paulinho, por decisão dele, e após a doença, se dedicou exclusivamente ao cantor. A viúva enfrenta uma briga judicial com os filhos de Paulinho por conta da herança. Segundo informações, dois dias após a morte do artista já aconteceu um desentendimento entre Elaine e os filhos do cantor, em razão da herança.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

“Ficou se debatendo e gritando de dor”: Diarista se encanta com procedimento “milagroso” e acaba morrendo depois da segunda etapa

A diarista Maria Jandimar Rodrigues, de 39 anos, perdeu a vida na última sexta-feira (17), depois de realizar um procedimento estético em uma clínica localizada no centro comercial do Carioca Office, na zona norte do Rio de Janeiro.

Logo na primeira etapa do procedimento, Maria Jandimar foi filmada gritando de dor e se debatendo sobre a maca. Nesse momento, ela havia acabado de realizar uma hidrolipo na região das costas, para uma tirar a gordura localizada. A situação foi tão grave que ela sofreu uma convulsão e desmaiou.

Quando toda a situação acalmou e recebeu alta, Maria não lembrava de tudo que tinha passado. Em uma conversa com uma mulher que trabalha na clínica, ela revelou não lembrar. “Caramba! Não lembrava de ter ficado assim”, disse ela.

“Isso foi o início, você ainda piorou depois disso aí. Foi difícil manter você na maca. Você começou a gritar, a gente achou que você estava sentindo alguma coisa”, respondeu a funcionária.

Contudo, ela retornou a clinica para realizar a segunda etapa do procedimento, uma semana depois de primeiro ocorrido. Nesta segunda etapa, ela retiraria a gordura da barriga. Ela novamente passou mal, mas dessa vez não resistiu.

Ainda após a primeira etapa do procedimento, Maria enviou um áudio para a funcionária da clínica perguntando se era normal sair sangue do local da cirurgia. “A minha pressão deve estar um pouquinho baixa porque eu já vomitei duas vezes depois que cheguei em casa. Fora uns negócios que está vazando, mas é normal, né? Esse sangue é normal, né? Ta vazando até por cima. É normal isso?”, questionou Maria.

O marido de Maria, o Wagner Vinícius de Moraes Carvalho, alega negligência médica. Ainda segundo ele, o médico responsável, o colombiano Brad Alberto Castrillón Sanmiguel, tentou fugir, mas foi impedido por um segurança do shopping.
“Foi o chefe da segurança lá que viu ele muito agitado, com mochila, com tudo e já estava sabendo do ocorrido, que tinha alguém passando mal, e não deixou ele ir embora. Aí chamou a polícia e ele ficou lá aguardando. Eu falei: ‘cara, tu ia fugir?’. Ele disse ‘não, eu estava chamando um táxi pra levar ela'”.

A Polícia Civil afirmou que o médico tinha autorização para realizar o procedimento, já apresentou um certificado de cirurgião plástico. A clínica também estava apta para fazer o procedimento.

O caso segue sendo investigado.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Polícia do Rio de Janeiro afirma que o três meninos desaparecidos em Belford Roxo podem estar mortos

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (19). Isso porque pela primeira vez, a polícia afirma que os três meninos desaparecidos desde dezembro do ano passado em Belford Roxo estão mortos. A declaração foi feita pelo delegado titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Uriel Alcântara.

A investigação se estendeu durante todo esse tempo e segundo a polícia, é uma investigação complicada porque além de faltar testemunhas, a área onde aconteceu o crime é de difícil acesso.

Os meninos teriam sido mortos por vingança e a principal suspeita é de que foi motivado peolo roubo de uma gaiola de passarinho de um parente de um dos traficantes.

Depois de muita pressão dos familiares, operações foram realizadas e chegaram a encontrar uma ossada, mas era de um animal.

As vítimas são o Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique, de 12. Os três tinham saído de casa para brincar e não voltaram mais.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Influenciador Wesley Pessano é morto a tiros dentro de carro de luxo no Rio de Janeiro; passageiro do banco carona também foi atingido

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quinta-feira (5). A morte do influenciador digital Wesley Pessano Santarém, 19 anos, está intrigando a polícia. O homem foi morto na tarde dessa quarta-feira (4), em São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro, e de acordo com testemunhas, Wesley ia cortar o cabelo quando foi emparelhado por outro veículo e baleado em um Porsche Boxster vermelho. Estas informações são do jornal O Globo.

O influenciador era natural do Rio Grande do Sul e teria se mudado para Cabo Frio há aproximadamente um ano. Um passageiro que estava no banco carona também foi atingido pelos disparos e encaminhado para uma unidade de saúde. Ainda não há informações sobre a identidade do homem e o seu estado de saúde atual.

De acordo com a polícia, Wesley foi atingido por quatro tiros sendo que um foi na cabeça. O corpo de influenciador foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Cabo Frio, onde passará por perícia.

A polícia não descarta nenhuma linha de investigação, até mesmo tentativa de roubo comum, já que o veículo que Wesley estava é avaliado em mais de R$ 440 mil. Nenhum pertence foi levado na ação.

“Ainda é muito prematuro. As linhas de investigação dependem de vários fatos, das circunstâncias. Ainda falta a oitiva da testemunha, a pessoa que presenciou o fato, foi alvejada e sobreviveu. Existe a possibilidade de ter sido simplesmente um roubo, por ser um carro de luxo dentro de uma comunidade”, afirmou o delegado titular da 125ª DP, Milton Siqueira Junior.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.