Após aplicar nas coxas substância estranha, professor de 26 anos morre vítima de envenenamento

Um caso intrigante aconteceu em Araçatuba, interior de São Paulo, na tarde do dia 1º, uma quarta-feira. O personagem central foi um professor de matemática, de 26 anos, que faleceu momento depois de ter aplicado uma substância nas coxas acreditando se tratar de anabolizante.

A polícia informou que o pai de Gustavo Henrique Gonçalves esteve na delegacia para registrar boletim de ocorrência, e disse que o filho foi socorrido por médicos do pronto-socorro e encaminhado para a Santa Casa de Araçatuba.

O pai de Gustavo, entretanto, não soube dizer quem levou o filho para o pronto-socorro, e também não tinha informação sobre o dia que a vítima foi encaminhada a Santa Casa.

O jovem teria aplicado Ricina intramuscular nas duas coxas acreditando se tratar de anabolizante, de acordo com a guia de encaminhamento da Santa Casa.

A Ricina, substância aplicada pelo jovem, é uma proteína altamente tóxica extraída da mamona. Ela é capaz de matar uma pessoa apenas com uma pequena quantidade, dizem os especialistas.

A investigação agora procurar concluir em grau definitivo se o produto usado por Gustavo se trata realmente da toxina extraída da mamona e onde o jovem adquiriu a substância.

A análise inicial da vítima apontou que ele teve intoxicação exógena e acidose metabólica grave por envenenamento. Informações do boletim de ocorrência, mostram que o quadro clínico do jovem evoluiu para insuficiência respiratória, insuficiência renal aguda e choque séptico.

A polícia solicitou exame necroscópico para anexar à investigação. O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.