Após notícias de que estaria conhecendo outra pessoa, Thales Bretas dispara: “Oportunistas e maldosas”

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (24). O viúvo de Paulo Gustavo, o médico dermatologista Thales Bretas, veio a público no último domingo (23) demonstrar a sua indignação acerca das notícias de que ele estaria “conhecendo melhor” uma outra pessoa, menos de um mês após a partido do marido.

“Eu fico impressionado como as pessoas são oportunistas e maldosas! Não respeitam nada nem ninguém! Um luto que o Brasil inteiro está sentindo não merece ser alvo de fake news, muito menos eu, que estou sofrendo muito com a partida do amor da minha vida”, escreveu em suas redes sociais.

Thales completou dizendo que procurará “providencias cabíveis” contra os “jornalistas irresponsáveis, que não deveriam nem ter essa profissão, e seus veículos”, se referindo a uma notícia publicada na coluna Em Off, do IG.

“Inventar aspas, relatos de pessoas e histórias descabidas é crime. Espero que tenhamos Justiça nesse país, já que dignidade não há. Nem vacina”, finalizou.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

“O pior não é nem o chifre”: Mulher se revolta com marido e denuncia bar noturno frequentado por ele

Uma situação inusitada repercutiu nesta quinta-feira (18). Isso porque uma mulher ficou com muitos ciúmes do marido e acabou fazendo uma denúncia.

De acordo com o Portal CM7, a denúncia revela uma casa de prostituição clandestina. O local ficava na cidade de Manaus, no estado do Amazonas, e funcionava num “turnão” de 17h às 5h da manhã. Ainda segundo o portal, uma mulher se cansou de ter que buscar o marido no local. Enciumada e revoltada, ela realizou a denúncia pois simplesmente encarou o estabelecimento como raiz dos problemas do relacionamento. Ao portal, ela desabafou:

“O pior não é nem o chifre, sim que lá é lotado e eu posso pegar Covid”. Mas não termina aí. O local, que não é amplo, também teria muitos frequentadores, que desrespeitam todas as medidas protetivas já de amplo conhecimento do povo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Com ponte quebrada há 1 ano, pai precisa levar filhinho morto de canoa até o IML: “O povo daqui é abandonado”

Nessa quinta-feira (26) uma história causou revolta. Além de ter que lidar com a morte precoce do filho de 3 anos, um pai teve que transportá-lo por conta própria até o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Mas afinal, o que aconteceu?

Um pai que mora com sua família na cidade de Itupiranga, no Pará, passou por uma situação revoltante. O filho dele de apenas 3 anos faleceu, deixando toda a família muito triste. Contudo, como se não bastasse a perda, ele ainda precisou levar o filho sem vida de canoa até o centro da cidade. Enquanto gravava o vídeo da travessia, um homem se revolta:

“Isso é demais, cara! Isso dói demais! O cidadão com o filhinho dele morto nos braços atravessando de canoa cara. É sofrimento aqui nesse lugar. Abandonado, o povo daqui é abandonado!” Mas não é só isso.

Há cerca de um ano, uma ponte que facilitava o translado dos moradores quebrou e nunca foi reconstruída. Então, atualmente a única forma de chegar ao centro da cidade é através de barcos e canoas. Além disso, as autoridades locais se manifestaram e afirmaram que estão planejando a recuperação. Contudo, isso não traz nenhum acalento à população, que parece seguir esquecida diante dos olhos do poder público.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.