Uefs autoriza o retorno de atividades presenciais de graduação a partir de 5 de maio e mantém restrição de outras atividades; entenda

Uma notícia importante tem circulado nas redes sociais nesta segunda-feira (26). Foi anunciado o retorno das atividades presenciais de graduação no campus da Uefs (Universidade Estadual de Feira de Santana) a partir de 5 de maio. A instituição esclareceu por meio de nota publicada na última sexta-feira (23), que as atividades não podem ter atendimento ao público.

“Está autorizada, a partir de 05/05 a realização das atividades práticas presenciais de graduação no campus da UEFS. Tal autorização aplica-se apenas a componentes curriculares que não envolvam atendimento ao público”, destacou a nota.

A instituição ainda destacou que outras atividades permanecem suspensas. “No caso das atividades de estágio em serviço, programadas para acontecer em campos de prática externos ao campus da UEFS, tais atividades permanecem suspensas e serão autorizadas mediante vacinação dos discentes e docentes”, esclarece.

A nota emitida pela instituição, explica que as atividades de estágio em serviço e práticas presenciais que acontecem de forma externa ainda continuam suspensas. Práticas em laboratório e viagens de campos também não podem acontecer. A Uefs informou que as restrições acontecem ‘’pela impossibilidade de vacinação dos discentes e docentes até o presente momento’’.

De acordo com a nota emitida “todas as decisões tomadas neste contexto têm seguido o Plano de Retomada das Atividades Presenciais, aprovado pelo CONSEPE e as orientações do Comitê Emergencial de Crise da Pandemia da COVID-19, que atua na Uefs desde março de 2020”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Em reunião com prefeito Bruno Reis, associação de professores diz que retorno das aulas presenciais só com vacinação dos profissionais de educação

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (23). Aconteceu uma reunião presencial na manhã desta sexta-feira entre a diretoria da Associação dos Professores Licenciados do Brasil – Secção da Bahia (APLB-BA), e o prefeito de Salvador, Bruno Reis, além de representantes do governo do estado. Na ocasião a entidade se posicionou no sentido de que não discute a pauta do retorno das aulas presenciais sem a devida vacinação dos profissionais de educação.

Achei muito positiva a reunião, mas não abrimos mão, pois a luta do Sindicato é em defesa da vida. Aulas presenciais só com a imunização de todos os profissionais em Educação”, comentou Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB.

O coordenador disse que hoje a tarde haverá uma reunião da diretoria da APLB com o intuito de discutir o assunto e afirmou que será divulgada a decisão sobre o que pensa a entidade sobre o assunto. Estiveram presentes na reunião como representantes da APLB, o diretor Marcos Barreto e a diretora Elza Melo.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.