Ao participar de festa na zona rural, agente da PM é surpreendido e morto: “A cidade está em choque”

A região inteira segue perplexa nessa segunda-feira (4). Um agente não esperava que, ao ir a uma festa na zona rural para se divertir, acabaria perdendo a vida poucos minutos depois.

Gilson Rodrigues Pereira, policial militar, faleceu no último domingo dentro de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel. O soldado havia saído para participar de um evento de motos na comunidade rural de Vista Bela, na cidade de Retirolândia, na Bahia. Tudo estava indo bem quando, durante a noite, Gilson foi surpreendido.

Dois homens armados foram em direção a Gilson e iniciaram disparos, acertando-o duas vezes. Então, uma correria generalizada tomou conta do local e, às pressas, um amigo de Gilson o colocou no carro e saiu com destino ao hospital da cidade. Contudo, no caminho o veículo acabou colidindo com duas motocicletas e cerca de 5 pessoas ficaram feridas. Foi necessário que outro carro continuasse o socorro a Gilson. Os outros feridos também foram levados ao mesmo hospital, em Retirolândia.

Por conta da gravidade dos ferimentos, Gilson precisou ser transferido para um hospital de Feira de Santana. Entretanto, depois de viajar cerca de 50 km dentro da UTI Móvel, o soldado não resistiu e faleceu próximo da cidade de Serrinha. Em nota, o batalhão escreveu:

“O 16° Batalhão de Polícia Militar manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento do Sd PM GILSON RODRIGUES PEREIRA, o qual foi alvejado com dois disparos de arma de fogo no Povoado Vista Bela, zona rural de Retirolândia, foi rapidamente socorrido para o hospital local, transferido para Feira de Santana, mas não resistiu aos ferimentos.

O Sd PM Gilson ingressou na Polícia Militar da Bahia em 07 de abril de 2008, contando 13 anos de serviço. Nesse período, ele prestou relevantes à Corporação e à sociedade. O policial deixa dois filhos pequenos, esposa e imensa saudade.

À família enlutada e aos amigos, apresentamos nossos sentimentos de solidariedade e respeito pela imensa dor que estão sentindo.”

Agora, as autoridades devem investigar quem são os acusados no caso e descobrir o que motivou o ocorrido.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

publicidade