Ao oferecer doces, menino é humilhado, agredido e expulso de restaurante: “Inchou a orelha dele”

Um caso revoltou a população nesta quarta-feira (23). Um garoto acabou humilhado ao tentar ajudar uma família a ter renda extra. Mas afinal, o que aconteceu?

A história aconteceu na cidade de Campina Grande, na Paraíba, mas está comovendo pessoas de todo o país. De acordo com informações preliminares, tudo começou quando o garoto adentrou num restaurante para oferecer produtos. De origem humilde, o menino vende doces para complementar a renda da casa. Já acostumado com a recusa de algumas pessoas, o garoto não esperava que pudesse passar por algo pior.

Enquanto oferecia os doces dentro do estabelecimento o menino chamou a atenção do dono da loja, que não gostou nada da presença dele. Então, o garoto acabou humilhado, agredido e expulso do restaurante. O autor disso tudo seria o próprio dono do restaurante, um homem de 60 anos. Depois do episódio, o menino ficou com a orelha bastante inchada por conta das agressões que sofreu. Revoltado, um homem acolheu o garoto, registrou o caso no seu celular e desabafou:

“Por que ele não fez isso com um adulto? O menino aqui foi lá vender a balinha dele no restaurante Malibu e o dono simplesmente meteu a mão no pé do ouvido dele, olha só. Isso é o que? Já pensou se fosse um menino branco, filho de madame, estava nessa situação?” Mas não é só isso.

Depois do ocorrido, a história tomou as redes e o restaurante recebeu uma enxurrada de críticas, excluindo as páginas logo em seguida. Além disso, o dono do estabelecimento acabou detido pela polícia. Contudo, ele conseguiu liberdade depois de assinar um TCO (Termo de Circunstanciado de Ocorrência), comum em casos de crimes menores. Agora, a Justiça segue apurando o caso.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.