Viúva de ciclista atropelado por Ramon, do Flamengo, lamenta morte do marido: “Só sobrou um vazio no meu peito”

Na noite de ontem (04), o ciclista Jônatas Dias Santos foi atropelado e morto pelo lateral-esquerdo do Flamengo, o Ramon. O caso aconteceu na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, enquanto Jônatas trabalhava.

A viúva do ciclista, a Priscila Aline de Oliveira, publicou uma homenagem ao marido nas redes sociais. “Você era tudo para mim e agora só sobrou um vazio no meu peito. Meu marido partiu e levou com ele um pedaço meu”, escreveu.

“Meu coração está despedaçado e só consigo pensar em tudo que ainda tínhamos para viver. Você sempre será o amor da minha vida, não importa quanto tempo passe. Saiba que continuarei amando você, meu amor, minha vida, e nunca irei esquecê-lo”, completou.

Jônatas também era pai de duas meninas, uma de 7 anos e outra de 10 meses.

A polícia investiga a velocidade com que o jogador Ramon dirigia quando atropelou o rapaz. O lateral-esquerdo nega que tenha ingerido bebida alcoólica antes do atropelamento. Agora, os agentes tentarão recuperar as imagens de câmeras da Companhia de Engenharia de Tráfego (Cet-Rio) e de uma concessionária de veículos nas proximidades para analisar o caso.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.