Enfermeira baiana denuncia homem que se recusou a ser vacinado por ela ser negra

Uma situação repudiável está sendo muito comentada nesta semana. Pois uma enfermeira baiana denunciou um homem à Polícia, após ele se recusar a ser vacinado contra a Covid-19 por ela ser negra. A estudante de enfermagem, Thaís carvalho está atuando na linha de frente como voluntária, vacinando pessoas contra a doença, no bairro Jardim Savoia. O caso ocorreu na última segunda-feira (17), no município de Ilhéus, Bahia.

“O senhor, que estava acompanhado da filha dele, e ela pediu para que a gente fosse vaciná-lo no carro. Eu falei assim: ‘O senhor quer que eu te vacine logo? O senhor é o próximo’. Ele falou que não. Aí eu perguntei: ‘O senhor já fez a ficha?’ Ele: ‘Meu filho está fazendo a ficha, mas você não’. Aí eu abaixei na direção dele e perguntei o motivo. Aí ele virou para mim e disse: ‘Porque você é negra’ “, disse a estudante de enfermagem em entrevista para o BATV.

 Segundo o portal Isto É, a estudante de enfermagem não conseguiu registrar o nome do indivíduo racista, mas mesmo assim, tomou iniciativa de registrar um boletim de ocorrência contra ele, na tentativa de que os agentes da polícia consiga identificá-lo.

“Eu fiz a vacinação e voltei. Ele já tinha saído da sala de vacina, tomado a vacina dele. Na hora, não tive reação. Eu sempre pensei que se isso acontecesse comigo, eu ia reagir de tal maneira, mas não consegui. Eu me senti totalmente impotente” declarou Thaís.

Após o ocorrido, o secretário de Saúde do município de Ilhéus, Geraldo Magela, prestou solidariedade à estudante e repudiou o ato racista.

“Mesmo em um país miscigenado, com uma população bastante miscigenada, a gente ainda observa comportamentos como esses, que deveriam ser abolidos da sociedade. Nós devemos apoiar totalmente essa funcionária e agradecê-la por estar como voluntária no processo de vacinação”, declarou o secretário de saúde, Magela.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Homem é vítima de injuria racial ao ter a palavra “macaco” pichada em seu carro

Uma notícia revoltante está sendo destaque nesta segunda-feira (26). Isso porque um homem foi vítima de vandalismo e racismo com o seu carro, pichado com a palavra “macaco”. O caso aconteceu em Teófilo Otoni (MG), na madrugada do ultimo sábado (24) e ele já registrou uma ocorrência de injúria racial.

O dono do carro é Lucas Esteves e o carro trata-se de Brasília ano 1978. O veiculo estava na frente da casa de Lula quando foi pichado em dois lugares. “Infelizmente, no Brasil, ainda existem pessoas que fazem isso, sabe lá Deus o porquê. Não tenho inimigo, não sei quem foi”

“Espero que a justiça seja feita e que a polícia encontro logo quem fez isso. A gente vê muito isso na televisou e nunca imagina que vai acontecer com a gente”, disse Lucas.

Ele acionou a policia assim que percebeu a pichação. A PM, por sua vez, ainda não identificou os autores, mas investiga para descobri-los e busca imagens das câmeras de segurança da rua onde mora a vítima.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Após sua mãe votar em Juliette para o paredão, filha de Pocah vira alvo de ataques racistas dos fãs da paraibana

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quarta-feira (21). Após votar na sister Juliette, Pocah recebeu uma enxurrada de ataques e críticas, que envolveram até sua filha, que foi vítima de ataques racistas nas redes sociais.

“É louco pensar que essas mensagens, direcionadas a uma criança de 5 anos, são motivadas exclusivamente porque a mãe dela resolveu… votar em um jogo de votação, né? O que está acontecendo no mundo? O que está acontecendo com as pessoas?”, afirmou a assessoria de imprensa da cantora.

“Racismo! Crime! Um crime sendo cometido sob os nossos olhos por contrariar os gostos de um público de Reality show. Desumano! Imoral!”, denunciaram no texto. “Independente de torcida X ou Y, de emoji, ou o que quer que seja. O que está em jogo aqui é o conteúdo cerimonial das mensagens”.

No entanto, o perfil oficial de Juliette repudiou os atos racistas em suas redes sociais: “Papo rapidinho aqui: reta final, 15 dias para o fim do BBB. Veremos de tudo. Mas continuaremos sem aceitar ver, e repudiando veementemente, qualquer ataque que incite ódio, ou seja, crime. Isso é um jogo, existem limites”.

“Um show de horrores que passa em muito todos os limites. Cactos que fazem isso também têm o nosso repúdio”, finalizou.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

BBB21: Filha de Pocah é vítima de mensagens racistas após discussão da mãe no reality

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira. Toyah, de apenas 5 anos, filha da BBB21 Pocah, recebeu uma série de mensagens racistas em suas redes sociais após briga da mãe com Juliette no reality. A grande suspeita é de que os responsáveis pelos comentários sejam fãs de Juliette, que estariam incomodados com uma discussão de Pocah com a paraibana na última formação do paredão.

Confira alguns dos comentários racistas:

“Petição para Pocah deixar a Juliette em paz e ir pentear a bucha da filha dela”, escreveu um dos internautas

“Se eu encontra a filha da Pocah na rua dou um tapão e uma bicuda. Ela mexe com a Ju que dói em mim, eu mexo com aquela coisinha feia que dói ainda mais nela”, publicou outro fã da maquiadora.

Revoltado, o marido de Pocah e padrasto da menina, Ronan, prestou queixa na delegacia por crime de racismo contra a honra: “No início do jogo, nós havíamos passado por isso, mas optamos por não deixar público para não expor uma criança. Na época, tomamos as medidas legais cabíveis e seguimos em frente. No entanto, agora, passaram dos limites e não temos mais condições psicológicas de suportar tanto ódio e agressão moral. Estou cansado. É minha família. Chega”

Ronan acrescentou que Pocah ficará devastada ao descobrir tudo o que a família dela está passando. “Isso é muito traumático para uma mãe. As pessoas ultrapassaram todos os limites e cometeram crimes, que estão mexendo e machucando muito minha família”, complementou.

Ainda ontem, Ronan chegou a publicar em suas redes sociais que quatro pessoas haviam sido identificadas: “Vocês que foram no perfil da vitória [Pocah] falar merda para uma CRIANÇA, Joga o chip fora, já achei 4 de vocês. João Pessoa, Florianópolis e 2 do rio. Jaja tem uma surpresinha”.

Os administradores do perfil da Juliette publicaram uma nota repudiando o comportamento dos supostos fãs.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.