Governo da Bahia decide manter toque de recolher, medida irá até o dia 8 de julho em todo o estado

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta terça-feira (29). O governo da Bahia decide manter o toque de recolher até 8 de julho, em todo o estado. Continua proibido, das 22h às 5h, a circulação noturna e permanência de pessoas em locais e praças abertas ao público.

A determinação não afeta às pessoas que estejam procurando serviços emergenciais ou situações em que fique comprovada a urgência, além de profissionais da área de saúde e segurança em seus deslocamentos. Os trabalhadores da atividade industrial e Centros de Distribuição também não precisam seguir esta restrição quando estiverem se deslocando em razão do trabalho.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços precisarão encerrar suas atividades até 21h30, para que os funcionários possam retornar às suas casas. O transporte metropolitano deverá suspender o serviço das 22h30 às 5h com a mesma restrição valendo para os transportes aquaviários.

As academias e espaços que são destinados a atividades físicas têm o funcionamento liberado, com ressalva para capacidade total restrita a 50% da ocupação máxima. Mas não é só isso…

De acordo com o decreto estadual, todos os eventos e atividades que promovam aglomerações estão proibidas, como por exemplo, eventos recreativos, cerimônias de casamento, circos, academias de dança, museus, teatros, entre outros. Maiores informações podem ser obtidas no Diário Oficial do Estado.

Festas públicas ou privadas e shows estão proibidos sendo irrelevante a quantidade de pessoas. Fica de fora dessa proibição os eventos exclusivamente científicos que podem ser realizados obedecendo um público limitado a 50 pessoas.

As atividades religiosas são permitidas desde que sigam as determinações e protocolos de prevenção da Covid 19, como distanciamento social e o uso de máscaras de proteção, além da ocupação máxima dos templos limitada a 25% da capacidade total.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

publicidade