Senador baiano lança projeto para prender aqueles que se recusarem a tomar vacina e para pais que não vacinem os filhos

Uma pauta diferente ganhou destaque nesta quarta-feira (23). Isso porque um político está propondo uma medida polêmica para lidar com as questões da vacina. Mas afinal, o que aconteceu?

Recentemente uma das questões mais discutidas é a da vacinação. Então, diante disso o conhecido senador baiano Ângelo Coronel decidiu escrever um projeto inusitado. A ideia prevê prisão de até 8 anos para quem não tomar vacina em casos de emergência de saúde pública. Entretanto, a prisão só aconteceria se não fosse apresentada uma justa causa para a não vacinação. Mas não é só isso.

O projeto também aborda uma medida específica para pais que não vacinem os filhos e para aqueles que divulguem notícias falsas sobre a vacinas do programa nacional de imunização. Inclusiva, a futura vacinação contra o coronavírus fará parte deste programa. Alguns trechos do projeto relatam:

“É urgente que se tome medidas para contenção desse mal que pode prejudicar a vacinação e atrasar ainda mais a saída do país da crise sanitária provocada pela pandemia […]O PL aqui apresentado vem no contexto da pandemia da Covid19, mas também é uma resposta necessária à sequência de quedas nas taxas de imunização das campanhas do Ministério da Saúde.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.