‘‘Nem para motel’’, diz Gusttavo Lima ao indicar falta de dinheiro e não reconhecer que é pai de jovem de 16 anos

Em meio à polêmica gerada nos últimos dias, o cantor Gusttavo Lima veio a público falar sobre o processo judicial de reconhecimento de paternidade que está sendo alvo. A ação na Justiça foi movida por uma farmacêutica, que alega ter uma filha de 16 anos com o cantor. Durante show em Campo Grande (MS), ocorrido neste sábado (19), Gusttavo Lima se pronunciou:

“Na época eu só tinha 15 anos. E nem dinheiro para comprar um lanche eu tinha, quem dirá um motel”, afirmou Gusttavo Lima.

O caso teria acontecido em 2004, segundo Eloá Soares, moradora de Franca, interior de São Paulo. A mulher afirma que ela e o sertanejo tiveram um relacionamento quando ele tinha 15 anos. O cantor já se manifestou a respeito desse assunto e negou a possibilidade de ser pai da jovem. Gusttavo Lima disse que na época não conhecia o interior paulista, região onde supostamente o relacionamento teria acontecido. Como o caso é delicado, o processo segue em segredo de Justiça no Fórum de Santos (litoral de São Paulo).

A fala de Gusttavo Lima aconteceu em show durante um intervalo na apresentação.”Imagina eu agora, com 32 anos de idade, e ontem eu descobri que eu sou pai de uma filha de 17 anos. Tem base? Tem base? Pelo menos assim, ela está falando que eu sou pai, né? Mas na época eu só tinha 15 anos. E nem dinheiro para comprar um lanche eu tinha, quem dirá um motel. Cara, vou te contar um negócio pra você. Eu ainda desisto disso. Então, vamos beber que está difícil”, disse o sertanejo.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

‘Eu não admito interferência’, diz Cid Moreira ao afirmar que vai lutar para ter controle sobre seus bens

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quarta-feira (4). O jornalista Cid Moreira, 93 anos, falou publicamente pela primeira vez desde o início do processo judicial contra seus dois filhos, Roger e Rodrigo Moreira, e aproveitou para rebater as acusações de que estaria sendo mantido em cárcere privado por Fátima Sampaio, sua esposa.

“É muito triste isso que está acontecendo, porque eu considero a Fátima um presente de Deus. Por várias vezes, em igrejas pelo país, no qual sou solicitado, eu falo que pedi uma mulher e realmente consegui uma mulher e esse pessoal não está gostando disso. Não sei qual o intuito”, lamentou.

No processo que corre na justiça movido por Roger e Rodrigo Moreira, é pedido a interdição do pai, que segundo eles apresenta sinais claros de demência e tem sido controlado pela esposa.”Eu sempre lutei, estou chegando aos 94 anos, e vou continuar lutando até morrer para ter domínio sobre as minhas coisas, e não admito, de jeito nenhum, interferência de ninguém”, disse Cid Moreira, rebatendo o posicionamento adotado pelos filhos.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Após ser vítima de gordofobia, cantora baiana Aila Menezes, vence processo judicial: ” Falavam que eu era a imagem e semelhança do diabo”

Depois de muitos transtornos, uma notícia muito boa está sendo divulgada essa semana. Isso porque, depois de ter sofrido vários ataques gordofóbicos e ameaças de morte, a vocalista Aila Menezes, da cidade de Vitória da Conquista, conseguiu vencer um processo judicial pelas agressões sofridas. O caso corria em segredo de justiça, mas Aila Menezes contou que a situação se deu início, após um pré-candidato a vereador ter a insultado durante um show seu. ela conta que “Vencer esse processo devolveu o meu sorriso”.

Segundo o site Bnews, apesar do caso ter corrido em segredo na justiça. O infrator terá que se pronunciar em suas redes sociais, pedindo desculpas pela sua conduta. Entretanto, o valor da indenização não foi divulgado.

Ainda de acordo com o site, em entrevista para o G1, Aila contou que o parlamentar teria pegado um vídeo que ela publicou em suas redes sociais em julho de 2020. O vídeo é um trecho da gravação de seu show, que ela realizou em Salvador, antes da pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o político que não teve o nome divulgado, usou o vídeo para criticar o seu corpo e a forma com ela estava vestida.

“Ele colocou que eu era uma mulher que não me respeitava, associou meu show à prostituição, assédio e coisas do tipo. Sendo que no show eu estou com um figurino que Luísa Sonza, Anitta e tantas outras mulheres maravilhosas usam, mas o fato de eu ser gorda, baiana, nordestina e fora dos padrões incomodou” disse a artista.

Aila conta que após todos esses transtornos, ela precisou ter um acompanhamento de profissionais da saúde, para cuidar das crises de pânico e ansiedade.

“Quando eu fazia live cantando no Instagram, eles entravam de galera para me destruir, para me atacar. Falavam que eu era a imagem e semelhança do diabo, que iam arrancar minha pele”,

“Eu tinha uma crise de pânico horrível, que meus pais não sabiam o que fazer, eles ligavam desesperados para o psiquiatra. Eu começava a gritar dentro de casa de tanta mensagem que eu recebia, tive que parar de usar a internet praticamente”, concluiu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.