Acusada de ‘stalking’, policial civil do DF é presa novamente após furar pneus de carro e atacar ex-namorado

Foi presa nesse domingo (28), a agente da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) Rafaela Luciene Motta Ferreira, de 40 anos, suspeita de danificar os pneus do carro do ex-namorado e esfaqueá-lo. O crime aconteceu em frente a casa da vítima, localizada na Asa Norte, durante a madrugada.

A agente de polícia é reincidente nesse tipo de crime que envolveu antigos parceiros amorosos e já chegou a ser presa pelo menos três vezes. Rafaela foi presa em agosto acusada de “stalking” (perseguição, em inglês), ao tentar impedir o depoimento de um outro ex-namorado à corregedoria da Polícia Civil.

A Polícia Civil emitiu uma nota onde esclarece que Rafaela”responde por Processo Administrativo Disciplinar (PAD) na Comissão Permanente de Disciplina (CPD), a diversos procedimentos na Corregedoria Geral de Polícia (CGP) e está afastada das funções por licença médica”. As armas da agente de polícia foram recolhidas, segundo a corporação.

A policial foi até o endereço da vítima nesse domingo e no estacionamento furou os pneus de dois veículos dele, informou a Polícia Civil. Ao perceber a ação, o homem foi até o local para conter a mulher. O ex-namorado de Rafaela conseguiu derrubá-la, mas levou duas facadas e uma mordida no peito, segundo informações da polícia. Felizmente o homem conseguiu conter a mulher até a chegada da PM.

A agente disse que foi agredida. Após a ação, ela foi encaminhada à 2ª Delegacia de Polícia, na Asa norte, onde assinou um termo circunstanciado de ocorrência e foi liberada na sequência.

O ex-namorado de Rafaela disse que já registrou “várias” ocorrências contra a policial, inclusive por ela já ter furado pneus dos carros dele. O homem recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros, após apresentar cortes superficiais. O caso foi registrado como crime de lesão corporal e dano.

A agente de polícia já chegou a ser presa no dia 3 de agosto, após invadir a Corregedoria da Polícia Civil para tentar impedir o depoimento de um ex-namorado. A mulher foi liberada no mesmo dia, após assinar um termo circunstanciado. Entretanto, a Justiça determinou a prisão preventiva da agente três dias depois e posteriormente ela foi solta.

O crime conhecido como ‘stalking’ se caracteriza quando uma pessoa persegue outra seja no online ou no mundo físico. Foi sancionada uma lei, no mês de abril, que inclui no Código Penal o crime de perseguição, conhecido também como “stalking”. A pena é de 6 meses a 2 anos de prisão, mas pode chegar a três anos com agravantes, como crimes contra mulheres.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade

Acusado por pelo menos 95 mulheres, famoso cirurgião plástico acaba preso pelas autoridades

Uma notícia tem gerado revolta entre os internautas neste sábado (17). A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, de Porto Alegre, prendeu nessa sexta-feira (16), em Gramado, o cirurgião plástico  Klaus Wietzke Brodbeck, acusado de praticar crimes contra a dignidade sexual. Com o posicionamento favorável do Ministério Público, e decisão proferida pela 2ª Vara Criminal do Foro Central da Comarca de Porto Alegre, a Polícia Civil cumpriu o mandado de prisão preventiva. De acordo com a defesa, no momento da prisão o cirurgião estava em sua residência, na serra gaúcha.

Operação policial realizada nessa terça-feira (13), cumpriu mandado de busca e apreensão na casa e na clínica onde o cirurgião atua, no bairro Três Figueiras, em Porto Alegre. Segundo a delegada Jeiselaure Rocha de Souza, cerca de 95 mulheres procuraram a Polícia Civil para relatar abusos sexuais: inicialmente foram 12 denúncias que motivaram a operação e posteriormente houve mais 83 relatos de pacientes que procuraram a delegacia após a operação estar em andamento.

O cirurgião foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Especializada no Atendimento à Mulher da Capital, enquanto espera por vaga no sistema prisional. De acordo com a polícia, após a divulgação de vídeos nas redes sociais pela namorada do acusado, outras mulheres se sentiram coagidas. Ocorrências policiais foram registradas e inquérito instaurado sobre este caso, além da mulher ter sido ouvida pela polícia nessa quinta-feira (15).

A defesa do cirurgião emitiu uma nota antes da prisão do médico em que afirma que o seu cliente está contribuindo com as investigações em andamento.”Dr. Klaus Brodbeck vem se apresentando em tempo, contribuindo com todos os atos possíveis de modo a facilitar o esclarecimento das investigações em andamento”.O comunicado ainda diz que “Dr. Klaus Brodbeck, se declara inocente de todas as acusações. E vem de todas as formas contribuindo incansavelmente com toda a investigação para, por fim reerguer a sua integridade profissional”.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade

PF diz que deputado Daniel Silveira tentou pular muro de residência para escapar de nova prisão

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (25). De acordo com a Polícia Federal (PF), o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), tentou pular o muro de sua casa para escapar da polícia em razão de ter em seu desfavor um novo mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nessa quarta-feira (23). Os agentes federais confirmaram a versão que Daniel Silveira voltou para a residência quando encontrou um agente.

De acordo com informações, o deputado violou 36 vezes as regras de uso da tornozeleira eletrônica descumprindo determinação da justiça. Daniel Silveira foi preso em fevereiro deste ano em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo ministro Alexandre de Morais por publicar vídeos defendendo o retorno do AI-5 e fazer ataques a ministros do STF. Mas não é só isso…

O parlamentar defende que é um preso político segundo nota divulgada por seus advogados.“Seu caso já passou da hora de ser tratado nos organismos internacionais de defesa aos direitos humanos. Ele é um preso político e assim deve ser tratado”, alega o advogado André Rios que defende o parlamentar.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade

Família do médico brasileiro preso no Egito escreve carta pedindo desculpas

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (03). A família do médico brasileiro preso no Egito por assediar  e fazer piadas sexuais com uma mulher mulçumana, publicou hoje, uma carta pedindo desculpas.

A mensagem, por sua vez, está escrita tanto em inglês, como em árabe. Nela, a família se desculpa e se solidarizam com com a vitima, a família dela e todo os egípcios.

“Quanto aos recentes acontecimentos ocorridos no caso do médico brasileiro Victor Sorrentino, no Egito, e aos danos morais e materiais que causou a todos os afetados. Nós, da família de Victor Sorrentino, e em nome de Victor, apresentamos um pedido oficial de desculpas à vítima, a sua família e a todos os que tocaram no assunto. A todo o querido povo egípcio e todos os funcionários do Estado do Egito.

Nossos mais sinceros sentimentos e empenho na reparação de todos os danos materiais e morais.

Solicitamos o recebimento de nossas desculpas”, dizia a carta.

Victor foi preso no último dia 30 após o governo do país tomar conhecimento do vídeo  publicado por ele fazendo piadas sexuais e assediando uma comerciante mulçumana. Ele falava em português para que a mulher não entendesse e “caísse” na brincadeira.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

publicidade