Policial que ameaçou seu superior no meio da rua é preso; a briga dos dois aconteceu por causa do horário de almoço

Neste sábado (5) a história do policial que ameaçou o seu superior no meio da rua continua chamando a atenção. Contudo, agora ele está pagando pelo que fez. Isso porque o soldado acabou preso depois de protagonizar a briga contra o colega diante de vários civis. Mas afinal, o que aconteceu?

Identificado como soldado Felipe do Nascimento, ele ameaçou o superior e chegou até a colocar a arma no rosto do colega de farda. Isso tudo aconteceu num movimentado centro comercial repleto de pessoas. Então, a situação tomou as redes e a corporação foi alvo de críticas. Como tudo acabou registrado, agora Felipe está preso em flagrante por violência contra superior qualificada pelo uso de arma. Além disso, já se sabe o motivo da briga.

Entenda o caso

Os dois agentes estavam numa esquina na região da Santa Efigênia, movimentado comércio no centro de São Paulo capital. Então, depois de começarem a se encarar e discutir, um deles aponta a arma e coloca ela encostada no rosto do colega, em tom de ameaça.

Todavia, o outro policial não fica sem reagir. Após um tempo parado, ele reage empurrando o colega e segurando a arma para outra direção. Nesse momento, a população fica bem agitada. Todavia, ao invés de ajudar a apaziguar a situação, algumas pessoas instigam a briga aos gritos de: ” Pega ele! Só os dois! Atira nele! Mata ele!” Depois desse pico de tensão, os policiais se afastam e o povo também se dispersou aos poucos. O motivo de tamanha confusão está relacionado a uma advertência que o soldado Felipe levou do seu superior, que é um cabo. Felipe se atrasou no seu retorno do almoço e isso fez com que o cabo não pudesse mais sair para almoçar. Então, Felipe foi avisado que o atraso geraria uma advertência e seria reportado para um outro superior. Diante disso, o soldado agiu com violência, criando o episódio que todos repudiaram.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Policiais brigam no centro da cidade em plena luz do dia: “Atira nele”

A população ficou perplexa diante do que aconteceu nesta sexta-feira (4). Após se desentenderem na rua, dois policiais trocaram agressões. Além disso, em um momento de tensão, um deles sacou a arma e apontou para o rosto do colega, mesmo cercado de civis. Mas afinal, por quê isso aconteceu?

A história aconteceu durante o dia, com tudo claro e diante dos olhos de muitas pessoas. Os dois agentes estavam numa esquina na região da Santa Efigênia, movimentado comércio no centro de São Paulo capital. Então, depois de começarem a se encarar e discutir, um deles aponta a arma e coloca ela encostada no rosto do colega, em tom bem ameaçador.

Contudo, o outro policial não fica sem reagir. Após um tempo parado, ele reage empurrando o colega e segurando a arma para outra direção. Nesse momento, a população fica bem agitada. Todavia, ao invés de ajudar a apaziguar a situação, algumas pessoas instigam a briga aos gritos de: ” Pega ele! Só os dois! Atira nele! Mata ele!”

Depois desse pico de tensão, os policiais se afastam e o povo também se dispersou aos poucos. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, ambos já foram identificados e retirados do serviço. Além disso, informações preliminares dão conta de que toda a confusão aconteceu porque um deles demorou de voltar do horário de almoço e deixou o outro esperando. Então, quando se encontraram eles começaram a discutir, posteriormente culminando nessa lamentável briga aberta ao público.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.