Petrobras nomeia Fernando Borges como presidente interino

A Petrobras informou hoje (20) que o presidente do Conselho de Administração da estatal nomeou como presidente interino da companhia o diretor executivo de Exploração e Produção, Fernando Borges, até a eleição e posse do novo presidente, como prevê o estatuto da empresa.

Mais cedo, José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da empresa e renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras.

No dia 23 de maio, o Ministério de Minas e Energia informou que o governo federal, como acionista controlador da Petrobras, tinha decidido pela troca do presidente da companhia. À época, o governo anunciou que José Mauro Coelho, que assumiu o cargo no dia 14 de abril, seria substituído por Caio Mário Paes de Andrade.

O novo indicado precisa ser aprovado pelo Comitê de Pessoas da Petrobras, que faz a avaliação de currículo. Depois, tem que ser eleito na Assembleia Geral Ordinária da empresa Após essa etapa, ainda terá seu nome submetido ao Conselho de Administração da companhia, onde precisará ser aprovado.

Da Agência Brasil

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Lula critica preço dos combustíveis: “Não pode enriquecer o acionista e empobrecer a dona de casa”.

A frase foi escrita nas redes sociais, depois de analisar os preços de combustíveis praticados pela Petrobras.

Nesta quinta-feira (03), o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, usou suas redes sociais para falar sobre os combustíveis. Vendo a alta dos preços, Lula afirmou que “não pode enriquecer o acionista [da estatal] e empobrecer a dona de casa”.

Ainda segundo ele, caso ganhe a eleição, não vai manter o preço da gasolina dolarizado. “Nós não vamos manter o preço da gasolina dolarizado. É importante que o acionista receba seus dividendos quando a Petrobras der lucro, mas eu não posso enriquecer o acionista e empobrecer a dona de casa que vai comprar um quilo de feijão e paga mais caro por causa da gasolina”, afirmou.

O preço do gás de cozinha, da gasolina e do diesel é uma preocupação também de Bolsonaro, uma vez que a diminuição do poder de compra das famílias brasileiras, a popularidade do presidente também é impactada, ainda mais tão próxima das eleições.

A Petrobras, contudo, afirma que apenas pratica os preços internacionais. Ainda segundo ela, interferências políticas nos preços da empresa pode levá-la a desestruturação, como aconteceu em governos anteriores.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

 

Foto: André Ribeiro/Futura Press/Estadão Conteúdo

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Petrobras anuncia sexto reajuste no preço da gasolina e diesel este ano; aumentos passam dos 5%

Uma notícia preocupante circulou nas redes nesta manhã de terça-feira (9). Foi definido ontem (8) os novos preços da gasolina e diesel nas refinarias da Petrobras. De acordo com as fontes, O aumento será de 8,8% para a gasolina e 5,5% para o diesel.

Segundo a Petrobrás, o motivo do novo aumento é por “alinhamento dos preços ao mercado internacional [que] é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros refinadores, além da Petrobras”.

Assim, a gasolina e o óleo diesel sofrem seu sexto aumento este ano. O aumento total da gasolina é de 54% desde o início do ano enquanto o do diesel é de 41,5%.

Da redação acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Após altas nos preços e troca na Petrobras, Bolsonaro dispara: “Vai dar uma arrumada lá, tem muita coisa errada”

Uma notícia vem repercutindo nesta terça-feira (23/2). Isto por que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o general Joaquim Silva e Luna, novo presidente da Petrobras, vai ‘’dar uma arrumada’’ na estatal petroleira. A fala do presidente aconteceu nesta terça-feira (23) e veio confirmar a narrativa de que não pretende interferir na empresa. Mas não é só isso… 

A indicação do general para a presidência da Petrobras aconteceu diante de sucessivos reajustes nos preços de combustíveis e de um desconforto com o presidente da empresa Roberto Castello Branco. Silva e Luna, que foi indicado sexta-feira (19/2), precisa ser aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras que se reúne nesta terça-feira. 

“Tem muita coisa errada. O novo presidente vai dar uma arrumada lá, pode deixar”, declarou Bolsonaro. 

Esta indicação do presidente Bolsonaro gerou uma turbulência no mercado que fechou o dia com queda na Ibovespa de 4,87%, chegando a 112.667,70 pontos e o dólar terminou o dia em alta de 1,30%, atingindo o valor de r$ 5,454. 

Durante a fala o presidente voltou a afirmar que de nenhuma forma interferiu na Petrobras. “O que eu interferi na Petrobras? Alguém responde aí. O que que eu falei para baixar o preço? Nada, zero.” Mas não é só isso. 

Destacou que é muito provável acontecer outras mudanças, mas não disse quais seriam. “Vocês vão ver a Petrobras como vai melhorar, assim como se tiver que fazer qualquer mudança, nós faremos.” Disse que as mudanças seriam realizadas nesta semana: Não é [troca] de bagrinho, é de tubarão”, afirmou.  

 

Da redação do Acontece na Bahia   

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.