Nova pesquisa Sensus mostra o ex-presidente Lula com 51% das intenções de voto com potencial para ganhar eleição em 2022 ainda no 1º turno

Foi divulgada nessa sexta-feira (3) uma pesquisa eleitoral feita pela Sensus e encomendada pela revista IstoÉ, que mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderia vencer as eleições ainda no primeiro turno se o pleito fosse hoje. Este é o primeiro estudo feito pela empresa de pesquisa para as eleições do ano que vem.

De acordo com o levantamento, Lula tem 50,6% dos votos válidos, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), aparece com 28,7%, o ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro (Podemos), com 8,9%, e Ciro Gomes (PDT), com 6,3%. A pesquisa não considerou os 15,6% que não souberam responder ou que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados.

Em seguida apareceu o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 2,1%, a senadora Simone Tebet (MDB), com 1,4%, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), com 1,2%, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), com 0,4%, Luiz D’Ávila (Novo), com 0,2%, e o senador Alessandro Vieira (Cidadania), com 0,1%.

O levantamento aconteceu no período de 24 a 28 de novembro de 2021. A pesquisa apresenta margem de erro de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O estudo aconteceu de forma presencial em 135 municípios das 24 unidades federativas e foram entrevistados 2.000 eleitores.

O ex-presidente Lula venceria em todos os cenários em caso de segundo turno. Contra Jair Bolsonaro, Lula faria 55,1% ante 31,6% do atual presidente da República. Em um confronto com Moro, a distância seria ainda maior: O petista venceria por 53,3% a 25%. Contra Doria, o cenário é ainda mais favorável a Lula: 55,5% a 14,1%.

A pesquisa mostrou que Bolsonaro tem uma rejeição de 59,25%. Na avaliação do desempenho do atual governo, 50,5% dos eleitores fizeram uma análise negativa, enquanto 23,5% a consideram positiva e outros 24,2%, apenas regular. Segundo a pesquisa, 8,2% dos entrevistados classificam o governo como ótimo, enquanto 37,8% o consideram péssimo e 12,7%, ruim.

O levantamento mostrou que Sergio Moro ainda disputa a terceira colocação com Ciro Gomes e que ambos continuam percentualmente distantes de Lula e Bolsonaro na preferência do eleitor para 2022.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.