Peixe raríssimo é encontrado em praia no Nordeste e intriga moradores

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (3). Moradores da Praia do Coqueiro, em Luís Correia, litoral do Piauí, encontraram encalhado nessa quinta-feira (1º), um peixe-lua, animal raro que vive nas profundezas do oceano. Com o nome científico Mola mola, a espécie morreu momentos depois de ser encontrado.

O peixe-lua é o maior peixe ósseo catalogado e existem cinco espécies dele no mundo, chegando a medir três metros de comprimento e podendo pesar mais de 1 tonelada. O animal encontrado no Piauí foi conservado em uma câmara fria para fins científicos e não teve ainda o seu peso determinado.

De acordo com a bióloga Verlane Magalhães, do Instituto Tartarugas do Delta, informou que o peixe encontrado chegou se batendo e morreu logo depois. Magalhães confirmou que esta foi a primeira vez que este tipo de peixe foi encontrado vivo no litoral do Piauí.”Ele foi recolhido e armazenado em uma câmara fria para servir como material didático, através do Ecomuseu. Já encontramos outras vezes, mas as carcaças em decomposição nas praias”, contou. Mas não é só isso…

Segundo o professor de biologia marinha César Fernandes, da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFPar), o peixe-lua é raro de ser visto porque vive nas profundezas do oceano. Informou ainda que o animal é comestível, apesar do aspecto estranho.”O peixe-lua é da espécie Masturus lanceolatus, vive a cerca de 700 metros de profundidade e, por isso, a aparição é incomum nas praias, ainda mais vivo. Talvez ele tenha sido arrastado por uma correnteza muito forte”, contou.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Peixe predador raro da espécie Football Fish do fundo mar aparece na areia da praia da California

Peixe predador raro da espécie Football Fish do fundo mar aparece na areia da praia da California

Uma notícia tem sido muito comentada pelos internautas nesta semana. Isso porque um peixe predador, Football Fish, saiu das profundezas do mar e apareceu na praia de Crystal Cove, na Califórnia na última sexta-feira (7). É muito raro visualizar um animal dessa espécie, pois ele passa toda a sua vida no fundo do mar.

Segundo o portal R7 com informações de pesquisadores da localidade, o peixe raro é uma fêmea, pois já se sabe que apenas as fêmeas dessa espécie contém essa “antena” bioluminescentes, que fica na entrada da boca do animal. Os especialistas informaram em sua conta do instagram que a parte luminosa serve para “atrair as presas na escuridão das águas profundas” .

“Os dentes, como pontas afiadas de vidro, são transparentes e sua boca grande é capaz de sugar e engolir presas do tamanho do próprio corpo” informaram os especialistas.

Ainda de acordo com o portal, não se tem informações de como o animal apareceu na praia. O objetivo principal do Departamento de Peixes e Vida Selvagem da Califórnia é estudar o peixe para fins educativos e científicos.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.