Apresentador Pedro Bial se exalta e chama Bolsonaro de acéfalo: “Contribuiu de forma decisiva para que mais gente morresse”

Nesta quinta-feira (17) uma declaração tomou as manchetes. Um renomado apresentador e escritor teceu críticas contundentes contra o presidente Jair Bolsonaro. Mas afinal, o que aconteceu?

Durante o seu programa, o apresentador, jornalista e escritor Pedro Bial discursou de uma forma destoante do feitio que costuma apresentar. De maneira contundente, Bial criticou Bolsonaro e chegou até a chamar o presidente de “acéfalo” por conta de sua postura na vigente crise:

“Desde o início, nosso desgovernante tentou negar a gravidade da crise, seguiu inventando remédios milagrosos, sabotou ministros da saúde e educação. Deu os piores exemplos. Sem máscara e sem noção, ele causou aglomeração. O inominável contribuiu de forma decisiva para que mais gente morresse. Agora se supera, delirante, ao desprezar a única solução: a vacina. Como disse o próprio acéfalo que hoje ocupa o Palácio do Planalto: morrer todo mundo vai morrer mesmo. Pior quem tem uma vida pela frente.” Exclamou Bial. Mas não é só isso.

Além disso, o apresentador também falou sobre a flexibilização do comércio e a ausência de um plano para a retomada das aulas:

“A geração das crianças do corona ficará marcada para sempre. Aqui no Brasil, em nome da economia, forçou-se a abertura de tudo. De salões a lotéricas. Viva os shoppings! Comprar é vida. O imperativo de reabrir as escolas? O último da fila. Sequer mencionado.”

Então, diante de críticas tão fortes, o público se dividiu em debates nas redes.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.