Marido de Ivete Sangalo pede desculpas após acusar cozinheira de transmitir a Covid-19 à sua família

Uma notícia está sendo destaque neste domingo (11). O marido de Ivete Sangalo, o nutricionista Daniel Cady, veio a publico pedir desculpas à cozinheira da família, após acusá-la de levar o vírus para dentro da sua casa, durante uma live com Regina Casé.

“Pedido de desculpas

Meu pedido de desculpas vai para a minha cozinheira (não vou citar nome para não expor ainda mais) para a Regina Casé por ter sido envolvida nisso tudo e para todas as pessoas que de alguma forma se sentiram ofendidas. Que Deus abençoe todos nós e que nos proteja de todo mal”, escreveu Daniel na legenda de seu vídeo.

Porém, mesmo com os pedidos de desculpas, Daniel disse que o “grande erro” foi afirmar, uma vez que ele não tinha ter certeza se foi realmente a cozinheira que os contaminou. “Eu falei que a Covid-19 veio através da cozinheira. O meu grande erro foi ter falado isso. De forma alguma eu quis culpar ela. Eu não posso afirmar que foi ela, então, eu deveria ter falado que eu achava que veio dela”, falou.

O nutricionista ainda disse que os vizinhos da cozinheira começaram a ataca-la após a sua declaração. “As pessoas estão cancelando ela. Eu jamais imaginava que isso ia acontecer. Eu estava contando como foi a experiência de ter tido Covid e algumas pessoas perguntaram como foi que a gente pegou. A minha falha começou aí”, finalizou

RELEMBRE O CASO

Em uma live com a Regina Casé, o nutricionista afirmou que a família inteira havia contraído a Covid-19 e responsabilizou a cozinheira pela contaminação.

“O Covid-19 chegou por uma funcionária, a cozinheira, esse lance da funcionária ficar aqui e ir para outro lugar, folgar”, completou.

No momento, Regina Casé mostrou uma cara de profundo desconforto com a fala – vale lembrar que a atriz viveu a empregada doméstica Lurdes, em Amor de Mãe.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

“Deixa eu ficar mais um dia com você”, pediu Henry ao pai antes de voltar para a casa da mãe e do Dr. Jairinho

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (09). O pai do menino Henry, Leniel Borel, em entrevista à TV Globo contou o pedido que filho teria feito antes de voltar para a casa da mãe, onde morava com o vereador Dr. Jairinho: Ficar mais um dia com ele.

“Quando eu fui entregar para ela, a Monique veio, eu falei ‘vai com a mamãe’, e ele: ‘não papai, não quero ir. Me dá mais um dia. Deixa eu ficar mais um dia com você’. Eu falei vai com a mamãe, porque eu tinha que trabalhar no dia seguinte. E ela falou: ‘filho, amanhã tem escolinha, amanhã tem futebol, natação’. E ele disse ‘não, mamãe, eu não gosto'”, relatou Leniel.

Durante a entrevista, o pai de Henry contou alguns detalhes do acontecimento. Segundo ele, a criança demonstrava muito medo e nervosismo enquanto estava sendo levado para casa da mãe. “Quando entreguei meu filho, fui chegando perto, ele foi ficando muito nervoso, quando ele viu que tava chegando perto do Magestic [condomínio], foi ficando mais nervoso ainda, tanto que ele me agarrou e falou: ‘Não quero ir’. Ficou muito nervoso, começou a fazer náusea, tanto que quando chegou tive que abrir e ele vomitou na saída do carro”, lembrou Leniel.

Monique, mãe de Henry, e Dr. Jairinho foram presos ontem (08) após os investigadores concluírem que a Monique sabia das agressões sofridas por Henry por parte de Jairinho, além do casal ameaçarem as testemunhas para combinarem as versões. Ainda ontem foi revelado também uma troca de mensagens de Monique e a babá de Henry – mensagens essas que foram apagadas do celular da mulher- na qual confirmam a conhecimento de Monique acerca das agressões de Jairinho a Henry.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.