Laudo aponta Lázaro Barbosa como autor de violência sexual cometida em abril de 2021

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (3). Exame genético realizado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), apontou o serial killer Lázaro Barbosa como o responsável pelo estupro de uma mulher, no Setor Habitacional Sol Nascente no dia do aniversário dela. Nessa sexta-feira (2), o laudo conclusivo ficou pronto.

A delegada-chefe da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam 2), em Ceilândia, contou: “Tivemos a confirmação de que Lázaro foi o autor também desse crime, assim como o da família Vidal, brutalmente assassinada no dia 9 de junho”, contou Romana.

Chegamos à conclusão através de provas objetivas. As impressões digitais de Lázaro foram encontradas no local, através do Instituto de Identificação (II), e também através do material genético. Nós tínhamos o material genético dele no Instituto de Pesquisa e DNA Forense (IPDNA), por um crime que ele havia sido condenado em 2009, e confrontamos com o material encontrado na atual vítima. Com isso, foi possível confirmar com 100% de certeza que Lázaro Barbosa é o autor do estupro violento no Sol Nascente, em abril deste ano”, comentou. Entenda…

Lázaro Barbosa observou uma mulher que seria violentada após assalto a uma chácara, na região do Sol Nascente. Lázaro estuprou a mulher no dia 26 de abril deste ano, dia em que ela fez aniversário. A violência contra a jovem foi a conclusão pensada por Lázaro para o roubo à chácara onde a vítima residia com o marido e filho. Os cachorros da chácara alertaram sobre a presença de estranho no local. Ao ver o nervosismo dos cachorros a mulher que estava deitada, foi checar o que acontecia. O criminoso apareceu armado na janela e mandou a mulher abrir a porta.

A mulher correu pra sala, mas o criminoso conseguiu arrombar a porta e fez a família refém. Durante todo o roubo Lázaro usou máscara e óculos escuros. Depois de vasculhar a residência, o criminoso trancou o marido e o filho da mulher e a levou. A vítima caminhou em direção a mata sob a mira de uma arma. O criminoso a obrigou a se despir e forrar o chão com as vestes. À polícia, a mulher disse que o criminoso demorou a ejacular e que ele teria dito que não sabia porque isto aconteceu, pois a achava ‘‘muito gostosa.’’Mas não é só isso…

Durante a violência Lázaro teria se descuidado e abaixou a máscara. De acordo com a mulher, o criminoso passou a arma pelos seios, rosto e regiões íntimas dela. A vítima ainda disse que Lázaro estava transtornado e falou que frequentava a igreja, que era músico, mas teria ficado ‘‘louco.’’

A mulher informou que o criminoso ficou na casa por cerca de uma hora e que o estupro durou cerca de 40 minutos. A vítima ainda disse que Lázaro usou seu vestido para limpar as partes íntimas dele e dela. Com este detalhe a polícia apreendeu as vestes da mulher.

Lázaro Barbosa morreu em confronto com a polícia atingido por 39 tiros. Esteve em fuga por 20 dias e foi mobilizada uma força-tarefa composta por mais de 270 homens que se revezavam nas buscas. Foi localizado quando saía da casa da ex-sogra, em Águas Lindas de Goiás (GO), entrou em confronto e foi atingido por agentes das forças de segurança.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.