Morre o jovem pastor Thiago Andrade, aos 36 anos, após ficar internado por 30 dias

Nesta terça-feira (05), um episódio comoveu admiradores e chamou a atenção do público em geral. Isso porque um pastor e ativista político morreu aos 36 anos. Mas afinal, o que aconteceu?

O jovem passor Thiago Andrade, de 36 anos morre no último final de semana, mas a notícia só veio à tona nesta terça. Além de ser um líder religioso, Thiago era militar da reserva e ativista político apoiador do presidente Bolsonaro, integrando o “Movimento São Paulo Conservador.” Ele faleceu após lutar pela vida contra o coronavírus, ficando internado por 30 dias. Mas não é só isso.

Durante a pandemia, Thiago agiu de forma parecida com a do presidente Jair Bolsonaro. Isso porque ele defendeu o uso da ivermectina e da cloroquina na prevenção do coronavírus. Contudo, isso não é comprovado cientificamente. Nas redes sociais, o deputado Eduardo Bolsonaro lamentou a morte do pastor:

“Nossa solidariedade aos familiares do ativista Thiago Andrade do Movimento São Paulo Conservador, falecido nesta madrugada. Agradecemos seus esforços na construção de um Brasil melhor. Que Deus conforte a família.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Barreiras: Pastor evangélico é morto na frente da mulher e do filho quando estava chegando em casa

Um caso que chegou a conhecimento do povo nesta quarta-feira (9). Um líder religioso foi morto próximo a sua casa e na frente da família. Mas afinal, o que aconteceu?

Era noite de terça na cidade de Barreiras, na Bahia, quando o pastor evangélico Jailton Lima foi surpreendido. De acordo com a mídia local, ele retornava para casa junto da esposa e do filho quando tudo aconteceu. O pastor conduzia uma moto e já estava próximo da residência da família, perto da Rua Júlio Cesar, quando homens dispararam contra ele várias vezes. Depois disso, os suspeitos fugiram do local numa motocicleta que seria de cor preta. Em seguida, várias pessoas foram às ruas para verificar o que aconteceu e lá encontraram Jailton sem vida. A polícia técnica foi até o local para inspecionar a cena e uma investigação já começou. Mas não é só isso.

A esposa do pastor e  o filho não se feriram. Além disso, pessoas próximas do pastor o admiravam e relataram que ele se relacionava bem com todos, era de boa conduta e se dedicava à vida na igreja com a família. Por conta disso, uma das linhas de investigação levanta a hipótese de que Jailton tenha sido confundido pelos suspeitos. Contudo, ainda é cedo para afirmar qualquer coisa, pois o trabalho das autoridades apenas começou nessa história.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.