Com dificuldades na BR-319, caminhões que transportam oxigênio para Manaus sofrem atraso na entrega

Nesta manhã de sábado, uma notícia revoltou internauta. Um comboio carregando oxigênio com destino a Manaus atrasou devido às péssimas condições da pista que da acesso à cidade.

Quatro caminhões saíram de Porto Velho carregados de 100 mil metros cúbicos de oxigênio fornecidos pelo governo federal com destino a Manaus, porém, se atrasaram na entrega devido ao atoleiro no meio da estrada.

Os veículos passaram pelo km-392 da BR-319 e atrasaram em pelo menos um dia a entrega dos insumos.

A rodovia, que não tem pavimentação, está com diverso atoleiros devido a chuva. Além do atraso, que pode ceifar a vida de diversos brasileiros, as más condições da estrada põe em risco a vida dos caminhoneiros que fazem essa entrega.

Além dos quatro caminhões, seis viaturas da Polícia Rodoviária Federal escoltam o comboio juntamente com veículos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o Dnit. Esses veículos do Dnit ajudaram a puxar os caminhões carregados que ficaram preso na lama.

A previsão é que a carga que saiu na quarta-feira (20), chegue na cidade apenas no domingo (24) devido ao grande atraso.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Caminhões com oxigênio doado pela Venezuela finalmente chegam à Manaus

Uma boa notícia tomou as manchetes dos jornais nesta manhã de quarta-feira (20). O carregamento de oxigênio doado pela Venezuela finalmente chegou à cidade de Manaus por volta das 21h40 de terça-feira (19), através de um carregamento de cinco caminhões.

A capital amazonense vive uma grande crise no sistema de saúde e sofre com a falta de insumos, como o oxigênio. Assim, após o grande aumento do número de infectados, a cidade sofreu um colapso no estoque de oxigênio, que é essencial para a sobrevivência das pessoas em casos graves de Covid-19.

Dessa forma, o governo Venezuelano, que faz fronteira com o estado do Amazonas, decidiu ajudar com um carregamento de 107 mil m³ de oxigênio advindo do estado de Bolívar, no sul da Venezuela.

Assim, essa ajuda deve sanar parcialmente a crise sanitária que assola a cidade. Neste momento, a demanda diária de oxigênio em Manaus é de 76 mil m³, enquanto as empresas só conseguem produzir cerca de 28.200 m³ por dia.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Oxigênio doado pela Venezuela e destinado a Manaus cruza a fronteira brasileira

Uma notícia circulou nas redes na manhã desta terça-feira (19). A carga de oxigênio doado pela Venezuela, com destino a Manaus, cruzou a fronteira do Brasil na última segunda-feira (18).

Segundo o site Folha de Pernambuco, o comboio com a carga apenas aguarda a liberação das autoridades para seguir o seu trajeto até a cidade.

Foram transportados 136 mil litros de oxigênio com destino a Manaus. Assim, a carga tem sido carregada através de uma caravana de caminhões e tem intuito de sanar parcialmente a crise do sistema de saúde do estado do Amazonas.

O cônsul da Venezuela, Erick Gana, disse através da televisão estatal venezuelana que a carga de oxigênio deveria chegar a Manaus na madrugada de hoje (19).

“Vai chegar diretamente a Manaus para ser distribuído nos centros de saúde”, afirmou Erick por telefone.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.