Após denúncia de outra ex-namorada, Nego do Borel é indiciado por crime de lesão corporal

Uma notícia volta à tona nas manchetes desta quarta-feira (21). A recente notícia de que o cantor Nego do Borel foi indiciado pelo crime de lesão corporal contra uma ex-namorada, a assessora Swellen Sauer, tem gerado muitos comentários, principalmente em razão do momento em que muitos caso de violência doméstica tem surgido.

Investigações feitas pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), de Jacarepaguá, apontam que Swellen foi agredida diversas vezes por Nego do Borel, assim também como a outra ex-namorada, a triz Duda Reis.

A delegada Giselle do Espírito Santo, titular da DEAM, disse em entrevista ao Jornal Extra, que o cantor começou a ser investigado após denúncias feitas por Duda Reis que acusou Nego do Borel de agressões físicas.

A atriz Duda Reis acusou Nego do Borel de agressões físicas, estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal e relatou que teria contraído HPV em razão das traições recorrentes do artista.

Swellen Sauer usou as redes sociais para denunciar o cantor, que segundo ela teria lhe dado um soco na costela, em uma boate, na época em que namoravam, e tentou lhe enforcar com um carregador de celular.

Me sentia dependente daquela relação por muitos motivos. Eu amava a família dele, meus pais moravam em outra cidade e eu me sentia acolhida no lar dele. Subia o morro feliz! Passei por tudo o que todas passaram, mas sem o glamour que elas usufruíram”, disse Swellen por meio das redes sociais.

O cantor Nego do Borel se manifestou e negou as acusações das ex-namoradas e disse que abomina violência de homens contra as mulheres.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Nego do Borel, investigado pela polícia e acusado de violência, faz apelo na internet e diz não estar mais aguentando os julgamentos

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (01). O cantor Nego Di, investigado pela polícia e acusado de agressão, estupro e ameaça a ex-namorada, a influenciadora Duda Reis, fez uma série de stories desabafando e fazendo um apelo enquanto chorava e alegando não aguentar mais tudo que está acontecendo na vida dele:

“Queria pedir uma coisa para vocês, porque não estou aguentando mais. Queria pedir um pouquinho mais de amor, de carinho de vocês, porque não sei até onde eu vou aguentar, tá ligado? Pedir ajuda à minha família, aos meus amigos, porque estou passando um momento muito difícil onde muitas pessoas estão me julgando. E não sei o que vai acontecer comigo. Eu quero pedir ajuda. Por favor, me ajudem. Eu não estou aguentando mais. Estou sendo acusado de várias coisas pesadas. Não quero que vocês acreditem em mim, não estou me vitimizando”

“Estou sofrendo muito. As pessoas estão falando que sou um monstro. Eu já errei e quero aprender, mas não sou isso tudo que estão falando. A minha família está destruída. A minha avó, a minha mãe está chorando. Não está tendo show, não está tendo nada para ganhar dinheiro, estou tendo que gastar dinheiro com um monte de coisa, com advogado. Eu não sou isso, eu construí minha carreira com tanto amor e tanta dificuldade”

Além das acusações de violência, Nego do Borel recebeu um mandado de busca e apreensão no final de janeiro, após denuncias de Duda Reis. Na ação, a polícia encontrou uma réplica de fuzil, usada para a prática de airsoft, e uma quantia em dinheiro no cofre.

“Mas eu queria só que vocês esperassem a Justiça, a polícia que estudou muito para ser polícia, para fazer perícia, tudo que eles fazem. Eles vieram na minha casa, pegaram tudo, estão levantando tudo. O juiz não é bobo. Então, por favor, se vocês quiserem me julgar, podem me julgar, mas deixa o juiz dar a palavra final. Deixa a polícia apurar tudo direitinho, todas as acusações.”, disse Nego do Borel em vídeo.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Após ser acusado de agressão pela ex-companheira, Nego do Borel tem casa revistada por Policiais; a polícia apreendeu o passaporte do cantor e R$ 470 mil

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quinta-feira (28). A Polícia Civil de São Paulo fez uma operação na casa do funkeiro Nego do Borel. A operação aconteceu com o apoio de agentes do Rio de Janeiro e cumpriu dois mandados de busca e apreensão.

O mandado está relacionado ao Boletim de Ocorrência feito pela ex-companheira do cantor, Duda Reis, na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo.

Na grande operação nas mansões do funkeiro, a polícia apreendeu R$ 470 mil em espécie, o passaporte do cantor, computadores e celulares.

A polícia investigou dois imóveis do artista, um no Rio de Janeiro e um em São Paulo, onde o cantor estava.

A polícia busca provas que comprovem as acusações de Duda, que diz ter sofrido uma rotina de agressões físicas e mentais. A moça, de 19 anos, diz ter passado por momentos desesperadores, em que foi estuprada sob efeito e remédios e quando até chegou a ser agredida fisicamente após se recusar a ir em uma das apresentações do cantor.

Nego do Borel ainda não se pronunciou sobre a operação em suas casas.

O artista também prestou queixa contra a mulher, por injúria, calúnia e difamação.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Após término do noivado, ex do cantor Nego do Borel diz que era agredida e tinha muito medo: “A pior sensação do mundo”

Uma situação ganhou as manchetes nesta quarta-feira (13). Isso porque a recente separação de um jovem casal ganhou informações que antes ninguém imaginava. Mas afinal, o que aconteceu?

O cantor Nego do Borel e a influenciadora Duda Reis, que é filha de um casal de médicos, terminaram o noivado recentemente. Então, agora ela revelou vários abusos psicológicos, agressões e até ameaças que afirmou sofrer durante o relacionamento. De acordo com ela, Nego do Borel não é quem aparenta ser:

“Passei três anos achando que amor era apanhar e depois receber um beijo. Sendo que amor não é isso Eu era muito manipulada e tinha muito medo. Ele me ameaçava, dizia que eu brigava com cachorro grande e que iria mandar matar minha família. Às vezes que me expus aqui a favor, eu era obrigada a fazer isso porque tinha medo. Me sentia um rato num beco sem saída. A pior sensação do mundo. Ele dizia que nenhum homem iria me querer, que nenhum homem seria capaz de amar uma mulher como eu. Eu apanhava e depois recebia amor. Teve um episódio que ele me empurrou tão forte que eu caí em cima de várias cadeiras e me machuquei. O amigo dele, que é uma figura pública, entrou no meio para tentar segurar” Mas não é só isso.

Depois disso, Duda ainda pediu perdão à família, que sempre foi contra a relação dos dois. Chorando, ela desabafou:

“Eu queria pedir perdão para a minha família, é um perdão público , por eu não ter escutado. Mas estava cega em compensação. Meu pais sempre me amara muito. Os pais querem o nosso bem. Eu queria muito pedir perdão e dizer que amo mto a minha família, não se sujeitem a isso. Eu infelizmente precisei chegar num extremo.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.