Raio mata pelo menos 16 pessoas que estavam visitando local turístico em grupo: “Estavam no topo”

Um caso raro chamou a atenção nesta segunda-feira (12). Isso porque 16 pessoas morreram por conta de um fenômeno natural perigoso.

Em um grande grupo, jovens foram até uma fortaleza histórica do século 12. Eles estavam no Forte Amber, localizada na cidade de Jaipur, na Índia, aproveitando o final de semana. Então, parte deles resolveu ir até o topo da torre de vigia, que é um dos lugares mais cobiçados no forte.

Contudo, justamente nesse momento um raio os atingiu. De acordo informações preliminares, pelo menos 16 pessoas morreram por conta da forte descarga elétrica. Além disso, de acordo com o portal BBC, 27 pessoas estavam no forte quando tudo aconteceu. Mas não termina aí.

Assim como o Brasil, a Índia é um país que apresenta uma numerosa incidência de raios durante o ano. Contudo, no país asiático muito mais pessoas acabam morrendo em função disso do que nas terras brasileiras.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Internacional.

Maior árvore de pau-brasil do país é descoberta na Bahia: “Cerca de 500 anos de idade”

Nessa quinta-feira (9) a Bahia voltou a tomar as manchetes. Isso porque um segredo natural de séculos acabou descoberto. Mas afinal, o que aconteceu?

Tudo aconteceu quando um morador de Itamaraju, no extremo sul da Bahia, aproximadamente a 750 Km de Salvador, encontrou uma árvore de pau-brasil gigante. Então, os especialistas foram averiguar a descoberta e tiveram uma grata surpresa. O pau-brasil encontrado tem entre 500 e 600 anos de idade e 7 metros de circunferência, o que faz dele o maior exemplar da espécie encontrado no país. Mas não é só isso.

De acordo com o botânico Ricardo Cardim, a árvore ultrapassou o recorde de um exemplar encontrado em 2018, que tinha 4,3 metros de circunferência. Ele explicou:

“Descobrimos o maior pau-brasil do país! Uma árvore de proporções e aparente idade até então desconhecidas para a espécie. A árvore que batizou o país foi praticamente dizimada ao longo de cinco séculos de exploração predatória para produção de tintura vermelha e posteriormente arcos de violino. O pau-brasil desapareceu da Mata Atlântica, onde ocorre exclusivamente, e os poucos exemplares hoje sobreviventes são jovens e pequenos.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.