Uma das revistas científicas mais importantes do mundo afirma que Bolsonaro causou “crise épica de saúde pública”

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quinta-feira (29). Não é novidade que o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem sido tema de debates na mídia internacional, sobretudo no que se refere a sua gestão da crise do coronavírus.

Desta vez, a revista Nature, uma das revistas mais importantes do âmbito científico mundial, afirmou que Bolsonaro causou uma “crise épica de saúde pública”.

A reportagem foi ao ar na última terça-feira e causou burburinho entre os apoiadores do presidente e a oposição.

“Bolsonaro, uma figura polarizadora que foi comparada ao ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, vem contradizendo a opinião científica desde o início da pandemia”, afirma a revista Nature.

Os redatores da reportagem afirmam também que desde o início o presidente minimizou a pandemia e comenta a declaração polêmica feita por Jair sobre a vacina da Pfizer em dezembro do ano passado: “Se você virar um jacaré, é problema seu.”

A revista entrevistou também alguns cientistas brasileiros renomados como o virologista Mauricio Nogueira, da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (SP) , que afirmou que os cientistas são totalmente ignorados pela gestão atual: “Temos as ferramentas ou pelo menos a capacidade de ajudar o país, mas estamos sendo ignorados e não apoiados pelos líderes do país”

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.