Sonhando em ser empresário e com plaquinha nas costas, menino vai às ruas vender paçocas: “Tudo tem um começo”

Uma história tocou o coração do povo nesta quinta-feira (28). Sem medo de julgamentos ou dos desafios, um jovem iniciou a corrida pelo seu sonho. Mas afinal, o que aconteceu?

O jovem menino nutriu em si o sonho de se tornar empresário. Contudo, se para os adultos isso já é complicado, imagine para quem ainda está iniciando a vida. Mesmo assim ele não desanimou e procurou um jeito de começar a caminhada. Então, a ideia que lhe veio à mente foi a de vender paçocas em estabelecimentos, para assim arrecadar dinheiro e planejar seu sonho melhor. Com um baldinho de paçocas, uma plaquinha nas costas e muita coragem, ele foi as ruas. Em dado momento, a placa chamou a atenção de uma moça, que o gravou e disse:

“Esse rapazinho aqui se chama Abraão. Ele tem o sonho de ser empresário e está começando a vida dele vendendo paçocas. Ele tem muita vontade de crescer na vida e você vai crescer, Abraão! Porque você tem força de vontade.” Mas não é só isso.

Na placa que o menino carrega nas costas está escrito “Quero ser empresário, tudo tem um começo”. Tocada com a ideia, a moça o encorajou e decidiu divulgar a história.

“Acabou de oferecer uma paçoquinha a nosso amigo que acabou de comprar. Ele usa essa plaquinha nas costas dizendo que quer ser um grande empresário. Então quando esse jovem passar no seu estabelecimento vendendo a paçoca, compre! Porque ele tá vendendo, tá trabalhando e quer crescer na vida. Parabéns, viu? Que Deus lhe abençoe.”

Informações preliminares dão conta de que o menino vive em Petrolina, no estado de Pernambuco, perto de Juazeiro, na Bahia. Em dias tão difíceis, o rapazinho se tornou motivação para quem conheceu a sua história.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Após vendedor de doces cair com a bandeja e perder mercadoria, lojistas se reúnem e cobrem todo o valor: “Há males que vêm para o bem”

Um caso tomou as redes nesta terça-feira (26). Após ver um vendedor num momento difícil, algumas pessoas resolveram tomar uma atitude. Mas afinal, o que aconteceu?

A história ocorreu Praia do Forte, na região de Cabo frio, no Rio de Janeiro, mas repercutiu em todo o país por conta da boa ação. Aos 20 anos, o jovem Yago voltou a vender doces na praia como ambulante, atividade que já havia realizado quando menino. Desempregado, essa é a maneira que ele encontrou para complementar a renda. Então, na intenção de vender todos os docinhos, Yago começou a orar. Contudo, ele não imaginava que se frustraria logo depois.

Enquanto caminhava com a bandeja de doces, o jovem se desequilibrou e derrubou todos os doces no chão, estragando toda a mercadoria. Triste por conta do ocorrido, Yago não conseguiu evitar o sentimento de frustração. Contudo, logo em seguida as orações surtiram efeitos. Isso porque diversos lojistas que estavam no local viram Yago caindo e perdendo os doces. Então, eles se reuniram e arrecadaram o valor equivalente à toda bandeja para cobrir o prejuízo e ainda dar Lucro ao jovem. Um dos lojistas divulgou a história nas redes e relatou:

“Esse jovem estava a caminho da praia pra vender seus docinhos, mas se desequilibrou e TODA a bandeja de docinho caiu no chão, eu, o amigo da loja e mais uma galera se prontificamos a ajudar, compramos todos os docinhos que caíram no chão. Há males que vêm para o bem.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Baiana de 61 anos presta Enem para cursar Medicina e emociona ao mandar recado: “Não desista dos seus sonhos”

A história de uma guerreira chamou a atenção nesta terça-feira (26). Isso porque, várias décadas depois de deixar os estudos, ela voltou à ativa para realizar um sonho.

De acordo com o portal Extra, a baiana Hildete Souza, resolveu prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), aos 61 anos. Depois de deixar os estudos, ainda quando tinha 10 anos, no fundo Hildete nunca deixou de sonhar. Então, agora decidiu como nova meta tentar a aprovação no curso de Medicina. Com esse objetivo em mente, a senhor afirmou que estudou como conseguiu, usando livros e a internet. Além disso, ao falar sobre o plano, ela deixou um recado emocionante e motivacional:

“Tive força de vontade, me esforcei bastante. Tive que abrir mão de muita coisa. Viagens, passeios, estudei bastante. Meu suporte foi muito pouco. Estudei por livros antigos e aulas na internet. Não desista dos seus sonhos. Seus sonhos só morrem quando você morre.”

A história tomou as redes como um exemplo de motivação.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.