Morte de MC Kevin: modelo que esteve em quarto com funkeiro relatou consumo de álcool e drogas antes da queda

A modelo Bianca Domingues, de 26 anos, que estava no quarto com MC Kevin e um amigo dele, Victor, no momento queda do funkeiro do quinto andar de um hotel na Barra da Tujica, Zona Oeste do Rio, relatou o consumo de álcool e maconha pelo cantor antes do acidente. A declaração foi dada à polícia na 16ª DP, em depoimento ao qual o G1 teve acesso.

 

A modelo também contou ao depor ter ouvido que o cantor, que não sobreviveu à queda, e amigos estavam sem dormir, e haviam misturado álcool com MD, droga com efeitos estimulantes e alucinógenos.

Bianca contou à polícia que conheceu Kevin e cinco amigos em um quiosque na praia,. Antes, ela o conhecia apenas pelas redes sociais. Um dos amigos do cantor que estavam na praia, chamado Lucas, puxou assunto com ela.

 

Depois, foi abordada por outro amigo do funkeiro, Jhonatas, e que ele teria contado que ele e Kevin teriam feito um show juntos na noite anterior, que estavam sem dormir, pois saíram do show, foram direto pra casa de um amigo vulgo “PK”. Lá, eles teriam misturado droga, conhecida como MD, com bebidas alcoólicas.

 

No quiosque, Bianca contou que viu Kevin e os amigos ingerindo bebidas que pareciam ser gin e whisky, além de estarem fumando cigarros de maconha. Ela disse que em dado momento, aceitou beber com o grupo e que, inclusive, deu alguns tragos no cigarro de maconha que fumavam.

 

Bianca conta que, por volta das 17h20, Victor disse que Kevin estaria interessado em ficar com a declarante, mas que tinha que ser segredo, pois o funkeiro era casado, mas que ele daria “um presentinho” para a modelo.

 

Bianca topou o encontro e foi para o quarto 502, onde beberam champanhe. Lá, ela recebeu a proposta de ficar com Victor também, disse que se negou em um primeiro momento, mas que Kevin daria R$ 1 mil para ela ficar com eles. Ela disse que para ficar os dois teria que ser R$ 1 mil por cada um, o que foi acatado pelo funkeiro. O pagamento seria feito por transferência bancária assim que terminassem.

 

A modelo disse que começou a ficar com os amigos, primeiramente com Victor, que tinha camisinha, e que um terceiro amigo, Jhonatas teria aparecido para ficar com ela também, o que teria irritado Kevin.

Trecho do depoimento de Bianca Domingues à polícia — Foto: Reprodução/Reprodução

“Sai fora se não vai me arrastar, porque vão ver muita gente aqui no quarto”, teria dito o funkeiro.

Momentos depois de deixar o local, Jhonatas voltou dizendo “estão vindo aí” “vai moiá”.

 

Victor teria dito para Kevin “sair fora”, mas que o funkeiro teria ficado irritado, pois estava pagando e não tinha feito sexo com Bianca.

 

Momento da queda

Para escapar de um possível flagrante da esposa, Deolane Bezerra, Kevin teria ido até a varanda do quarto e chamado Bianca: “Vem cá, bebê, quero ficar com você”.

 

Bianca teria ido até a varanda, mas neste momento, Kevin já estaria encostado no parapeito. Ela teria desviado a atenção, porque havia ingerido álcool e fumado maconha, e que em um segundo momento Kevin já tinha passado a segunda perna sobre o parapeito da sacada.

 

A modelo conta ainda que viu ele descendo, ficar apoiado só com as mãos na parte mais baixa do parapeito e fazer um movimento como se fosse dar um impulso para acessar o andar de baixo. Porém, em seguida ao impulso, Kevin caiu. Ela gritou para chamarem uma ambulância, Victor saiu correndo do apartamento para ver o que tinha acontecido com o funkeiro.

 

Bianca conta ainda que ficou cerca de 10 minutos no quarto pegando suas coisas, que desceu do apartamento descalça por nervoso, e que um segurança de Kevin pediu para que ela se retirasse do local e que depois teria ido andando para o hotel onde estava hospedada, também na Barra da Tijuca.

As informações são do site G1.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Jequié: Médico morre ao se envolver em acidente com caçamba enquanto viajava: “Que todos encontrem conforto e paz neste momento difícil.”

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (18). Um acidente na BR-330, entre as cidades de Jitaúna e Jequié, no sudoeste da Bahia causou a morte de um homem na tarde de ontem (17).

O acidente envolveu um carro de passeio e uma caçamba. A vítima foi identificada como Lauro de Melo Pita Filho, de 52 anos.

Lauro era médico anestesiologia e trabalhava em diversos hospitais da cidade de Itabuna como o Hospital Manoel Novaes, o Hospital Calixto Midlej Filho e o Hospital São Vicente de Paula.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ele estava no carro que colidiu frontalmente com a caçamba. Com a batida, o carro ficou completamente destruído enquanto a caçamba ficou com a parte lateral danificada.

O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O motorista do caminhão foi encaminhado para o Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, e não teve seu estado de saúde revelado.

Com a morte de Lauro, o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-BA) divulgou uma nota lamentando a morte do médico:

“É com grande pesar que o sindimed-Ba informa o falecimento do anestesiologista Dr. Lauro de Melo Pita Filho. Egresso da Escola Bahiana de Medicina, Dr. Lauro atuava em vários hospitais e clínicas na cidade de Itabuna, dentre elas a Day Horc, o Hospital Manoel Novaes, o Hospital Calixto Midlej Filho e o Hospital São Vicente de Paula.

O sindimed-BA se solidariza com os familiares e amigos do médico e deseja que todos encontrem conforto e paz neste momento difícil.”

Da Redação Acontece

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Tenente da PM é morto a tiros em cidade no interior do Ceará; irmão dele, que é agente da PRF, é o principal suspeito

Uma notícia revoltou a população nesta manhã de segunda-feira (17). Um suposto crime de fratricídio ocorreu no interior do Ceará. Um Tenente da PM foi morto a tiros pelo próprio irmão, que trabalha na Policial Rodoviário Federal.

O caso ocorreu por volta das 10h da manhã de ontem (16) na região do Cariri.

A vítima foi identificada como o Segundo Tenente PM da Reserva do Estado de São Paulo, Gilberto Ferreira Neto, conhecido como “galego”, de 65 anos.

O tenente da PM foi baleado e socorrido por uma ambulância da Secretaria de Saúde da cidade de Penaforte e posteriormente levado ao Hospital Municipal João Muniz.

De acordo com polícia da cidade, os disparos foram efetuados pelo irmão da vítima, identificado como “Dadá Ferreira” o qual é Policial Rodoviário Federal aposentado.

Os policiais ainda investigam o contexto do crime e atualmente estão em busca do suspeito.

Da redação Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Jacobina: Com apenas 22 anos, filha do músico Canindé morre devido à Covid-19 e deixa a cidade enlutada

Uma triste notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (17). Clara Mascarenhas, de 22 anos, filha do cantor Canindé, faleceu após uma brava batalha contra a Covid-19.

A jovem de apenas 22 anos faleceu após desenvolver os sintomas graves da doença. Assim, ela ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Vicentina Goulart, onde lutou bravamente contra o vírus, porém, infelizmente não resistiu.

A mãe de Clara também foi internada pouco tempo depois da filha. No entanto, ela logo se recuperou e recebeu alta.

O caso comoveu a cidade de Jacobina e região. “Jacobina está de luto, é muito triste, doloroso. Que Deus dê forças aos pais, a toda família, e console os corações de todos”, afirmou um internauta.

A jovem também era música e tocava violoncelo. Confira um trecho de uma participação com seu pai abaixo:

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.