Modelo perde a vida após trágico acidente de carro na BR-153 em Anápolis

Uma notícia tem sido destaque nos principais meios de comunicação nesta segunda-feira (27). Um grave acidente de carro na BR-153, em Anápolis, 55 km de Goiânia, resultou na morte da modelo paulista Amanda Pedrassa de Souza, de 35 anos. O boletim de ocorrência aponta que a modelo estava sem o cinto de segurança no banco traseiro de um veículo que capotou na madrugada desse sábado (25).

Amanda foi a única vítima fatal e viajava com um casal de tios que se feriram levemente. De acordo com a polícia, a modelo chegou a ser socorrida e encaminhada para um hospital, mas não resistiu. A polícia ainda informou que o veículo trafegava na rodovia sentido Goiânia – Anápolis, quando o condutor perdeu o controle da direção após passar por um “espelho d’água” e capotou.

O corpo da modelo foi levado ao  Instituto Médico Legal (IML) da cidade e liberado para a família no início dessa tarde de domingo (26). Amanda era modelo comercial e estava em Goiás a passeio em companhia de parentes. Familiares e amigos usaram as redes sociais para lamentar a morte precoce de Amanda. “Nossa estou sem acreditar. Que Deus conforte o coração da família. Meus sentimentos”, comentou uma seguidora.

“Eu não sei o que dizer. O coração está partido, Amanda. Que Deus te receba e conforte a sua família. Você fará muita falta nos nossos domingos em São Paulo”, disse uma amiga.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Três mulheres e um homem perdem a vida após carro colidir com ônibus que levava 26 passageiros a bordo

Uma triste notícia tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (21). Um grave acidente entre um carro e um ônibus, em Francisco Sá, região norte de Minas Gerais, deixou quatro pessoas mortas. A tragédia aconteceu na madrugada desta terça-feira e segundo a imprensa local, um automóvel Chevrolet Onix Joy, de cor branca, estava seguindo pela MGC-122, quando ocorreu a batida com o coletivo da empresa Arte Turismo, próximo a localidade de Camarinhas.

O impacto entre o carro e o ônibus foi tão forte que três mulheres que estavam no veículo foram arremessadas para fora e o condutor ficou preso entre as ferragens. Os quatro passageiros do automóvel morreram no local do acidente.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), havia 26 passageiros no ônibus e o motorista foi a vítima mais grave com fratura exposta no membro inferior direito, e suspeita de fratura no membro superior direito, corte na cabeça e trauma abdominal. Um homem de 70 anos sofreu traumatismo cranioencefálico. Alguns passageiros feridos foram encaminhados para a Santa Casa de Montes Claros. Duas mulheres, de 42 e 46 anos, e um homem, de 56, foram encaminhados para o Hospital Regional de Janaúba e apresentavam ferimentos leves.

O suporte e atendimento às vítimas foi realizado pelo Suporte Básico de Janaúba, Francisco Sá, Capitão Enéas e Montes Claros, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. A identidade das vítimas ainda não foi divulgada e as causas do trágico acidente estão sendo investigadas.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

O “Vavá”, ator Luis Gustavo, é o terceiro de “Sai de Baixo” a morrer; relembre os outros que já partiram

Uma triste notícia tem sido destaque nos principais meios de comunicação desta segunda-feira (20). A morte do ator Luis Gustavo, aos 87 anos, em decorrência de complicações de um câncer no intestino, foi um baque muito grande. O ator lutava contra a doença desde 2018 e faleceu nesse domingo (19), deixando em luto uma legião de fãs que amavam o seu trabalho.

Dono de um humor acima da média, Luis Gustavo interpretou diversos personagens, entre eles o síndico ‘marrento’ Vanderlei Mathias, mais conhecido como “Vavá”, que movimentou um fictício condomínio no Largo do Arouche, em São Paulo, nas sete temporadas de ‘Sai de Baixo’, da TV Globo. A atriz Márcia Cabrita, que deu vida a personagem ‘Neide’, de 1997 a 2000, nos deixou em 2017 também em razão de um câncer que lutava desde 2010. O ator Luiz Carlos Tourinho, que interpretou o personagem ‘Ataíde’, no programa ‘Sai de Baixo’, também não está mais entre nós desde 2008.

O ator Luis Gustavo, foi um dos principais personagens do programa ‘Sai de Baixo’ e ao lado de Daniel Filho foi um dos criadores do programa. ‘Sai de Baixo’ foi exibido na Globo pela primeira vez em 1996 e durou até 2002. Quatro episódios inéditos foram gravados em 2013 para o Viva, como uma forma de comemorar os três anos do canal.

Miguel Falabella usou as redes sociais para homenagear Luis Gustavo, amigo e colega de elenco no ‘Sai de Baixo’.”O galã da minha infância o eterno Beto Rockfeller, deixou-nos órfãos de sua alegria e seu extraordinário talento. Meu amado Tatá, eu confesso que não estava preparado para me despedir de você. Sequer sonhava com esse momento, pois além de meu ídolo, você foi uma das melhores pessoas com quem tive a oportunidade de cruzar neste plano”, escreveu o ator, se solidarizando à esposa de Luis Gustavo e declarando seu amor eterno ao amigo.

Luis Gustavo gostava tanto do ‘Sai de Baixo’ que em 2018, mesmo com 84 anos, contrariou as recomendações médicas e atuou no filme que homenagearia o programa. Na época ele tinha problemas de saúde e fazia um tratamento contra diverticulite e para problemas respiratórios. Apesar da proposta de gravar menos do que o planejado inicialmente, Luis Gustavo não quis deixar o elenco e participou das gravações.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Aos 40 anos, morre atleta olímpica baiana Graciete Santana: ” Uma perda inestimável”

Uma triste notícia tem sido destaque nas manchetes dos principais meios de comunicação desta sexta-feira (17). A morte da atleta olímpica Graciete Moreira Carneiro Santana, que competiu na maratona nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, foi uma perda inestimável e a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) lamentou a morte precoce da atleta. Graciete recebeu o diagnóstico de melanoma severo, e estava se tratando contra o câncer, mas não resistiu as complicações e veio a óbito na madrugada dessa quinta-feira (16).

A notícia da morte da atleta foi transmitida em Feira de Santana, por Joelson Moreira Carneiro, irmão de Graciete. Baiana de Serra Preta, Graciete nasceu em 12 de outubro de 1980, representou o Cruzeiro nas competições e estava registrada na CBAt pela Associação de Atletismo Simõesfilhense (AASF).

A atleta baiana conquistou vitórias importantes nas maratonas de Londrina e Florianópolis. Graciete conquistou sua melhor marca para a competição cravando 2:38.33, em Sevilha, na Espanha, em fevereiro de 2016. Conseguiu a 128ª posição na maratona olímpica (3:09.15). Entre os seus resultados mais expressivos estão dois terceiros lugares na Maratona do Rio, em 2015 (2:41.16) e 2012 (2:42.21); um quarto na Maratona de São Paulo (2:46:20) em 2015, e um segundo na Maratona de Porto Alegre em 2012 (2:44.44).

“Uma pena que ela tenha perdido essa corrida contra o câncer. O atletismo brasileiro está em luto. Muito triste. Nossos cumprimentos ao marido e treinador, Domingos Alves, a família, amigos, a comunidade do atletismo da Bahia e a grande comunidade de atletismo do fundo. Momento muito triste. Faz a gente refletir muito sobre a importância de viver intensamente e se cuidar, porque o risco ao melanoma é grande para quem se expõe ao sol. Fica um alerta para que os atletas tenham muito cuidado”, alertou o presidente do Conselho de Administração da CBAt, Wlamir Motta Campos.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Esporte, Nacional.