Miss que estava com prisão decretada por ir ao Miss Universo ganha asilo político nos EUA

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (27). Após viajar para os Estados Unidos para participar do Miss Universo 2021, no último dia 16, a Miss Myanmar – país asiático- teve a prisão decretada pelo seu país, que sofre com a junta militar que assumiu o comando do país. Porém, a Miss não ficou desamparada e ganhou asilo político no país americano.

Candy Thuzar participou do concurso e aproveitou a grande visibilidade para fazer um protesto ao governo do país e clamou por ajuda. Em um cartaz, ela escreveu: “Orem por Myanmar” “Nos matam como animais” “Por favor, nos ajudem. Estamos desamparados”.

Como corria risco de ser presa no retorno ao seu país, graças a esse exilio a asiática viverá em Indianápolis, em Indiana, na qual foi recebida com muita festa e alegria pelos imigrantes do seu país.

Até o momento, o país da Miss conta com 780 mortos e mais de 4 mil presos por conta do regime.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Internacional.