Gênio da tecnologia de 14 anos é descoberto em comunidade carente de São Paulo

Uma notícia muito boa está sendo bastante compartilhada nesta semana, Isso porque um professor teve uma grande surpresa, quando concluiu a primeira etapa de um curso que ofereceu para 90 crianças e adolescentes em uma comunidade, no centro histórico de São Paulo.

O professor e cofundador do Instituto Educ 360°, está sempre promovendo diversos cursos gratuitos, voltados para programação e desenvolvimento de jogos para crianças e adolescentes de comunidades carentes.

Em entrevista para o R7, o professor contou que na primeira atividade do curso as crianças e adolescentes da Mauá foram divididos em algumas turmas, para resolver exercícios práticos até a etapa dez, na escala de avaliação adotada pelo instituto. Só que o professor ficou surpreso com um dos alunos que foram além da meta : Luiz Henrique Cunha Olivieri, 14 anos.

“Esse garoto simplesmente entregou o projeto desenvolvido até a etapa 19. Bem mais da metade de todo o programa oferecido por nós em um curso de cinco meses de duração”, espanta-se ainda Carmo. “Não bastasse, tirou a maior nota entre a molecada, com alguma folga para o segundo lugar. Tudo indica que estamos diante de um gênio precoce da área de tecnologia” declarou com bastante entusiasmo.

O garoto prodígio, mora com a avó, dona Divina, e os irmão mais dois irmãos, Vitória, de 10 anos, e o bebê Isaque. A mãe de Luiz Henrique saiu da prisão há três meses e mora como um parente em outra localidade. Apesar de todas dificuldades, Luiz sempre foi um menino talentoso e inteligente e sempre foi apaixonado por tudo que envolve computadores e celulares.

“Ele nunca precisou ser mandado para estudar em casa, na escola ou nesses cursos. Sempre deu conta, sozinho, das tarefas e exercícios, com ótimas notas e elogios dos professores. Graças a Deus continua assim”, afirmou dona Divina, com bastante orgulho.

“Sou apaixonado por robótica, programação, softwares (programas) e hardwares (máquinas e equipamentos de computação). Gosto de estudar para aprender tudo o que eu puder” informou Luiz Henrique, que estava sentado ao lado de sua avó.

“Estou aprendendo a programar alguns tipos de games, mas o professor (Carmo) disse que daqui a pouco vou aprender a desenvolver aplicativos interessantes”, declarou.

De acordo com o portal, Luis Henrique ganhou uma bolsa de estudo no valor de R$ 800, durante de 16 meses. Além disso, ele terá um emprego garantido em uma empresa de negócios digitais, a Foursys, para começar a trabalhar assim que concluir o estágio remunerado do Instituto.

“Muitas vezes, damos o primeiro emprego a jovens brasileiros, o que nos deixa orgulhosos. O Luiz Henrique se enquadra plenamente nesse perfil. Tem um potencial espantoso e história de superação incrível. Bem direcionado, terá carreira brilhante”, aposta Ronaldo Rocha, CEO da Foursys.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.