Jovem Médica é encontrada sem vida dentro do local onde trabalhava e caso gera mistério na região

O caso de uma jovem médica segue repercutindo nesta terça-feira (14). Isso porque ela acabou falecendo no local onde trabalhava.

Aos 44 anos, Aline Yamada foi encontrada sem vida dentro de um hospital na cidade de Ananindeua, na Grande Belém. Ela trabalhava como médica no local e estava numa das salas de repouso quando foi achada sem sinais vitais. Diante do ocorrido, as autoridades enviaram técnicos para periciar o local.

De acordo com informações preliminares, ela estaria vivendo uma fase de excesso de trabalho. Contudo, ainda não se sabe o que provocou a partida precoce da médica. Em nota, o Sindicato dos Médicos do Pará escreveu: “Neste momento de profunda dor, o Sindmepa se solidariza à família, amigos e pacientes de Dra.Aline e pede conforto aos corações.” Agora, uma investigação sobre o fato deve começar o quanto antes.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

‘Desonesta’, dispara Geraldo Luís em resposta a médica que disse que trabalho não valia nada

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (20). Durante o ‘Balanço Geral’ dessa segunda-feira (19), o apresentador Geraldo Luís se revoltou com o caso de uma suposta médica que foi pega em uma festa clandestina numa balada de luxo, em São Paulo. Ao ser questionada, a mulher hostilizou um cinegrafista da RecordTV que estava trabalhando.

“Isso para mim não vale nada, câmera para mim não vale, eu estou aqui comemorando o aniversário de um grande amigo meu… e você está fazendo o que? Está fazendo o que?“, indagou a mulher. “Trabalhando“, disse o cinegrafista.

“Trabalhando como? Como você trabalha? Você fica mudo, você não tem fala, você não sabe o que faz. Eu salvo vidas, você fica aí filmando os outros“, disse a suposta médica. O apresentador Geraldo Luís ficou irritado com as falas da mulher e saiu em defesa do colega de trabalho.

“Doutora, se a senhora for médica mesmo e salva vidas, você sabe que o que salva vidas é máscara e não aglomeração. A senhora estava no meio de uma aglomeração e só colocou a máscara porque a câmera estava aí“, falou Geraldo Luís.

“Agora, ser desonesta e desrespeitosa com um colega de trabalho, que saiu cedo, deixou sua família, nem sei quem é o cinegrafista, mas certamente é um pai de família… para ficar aguentando arrogância, numa madrugada”, prosseguiu.

O apresentador ainda comentou: “Estamos trabalhando, porque se pessoas como vocês estivessem salvando vidas em hospitais e não aglomerando em festas de 1.500 pessoas, com todo mundo morrendo, a senhora como médica, sabe. Então, o que o cinegrafista estava fazendo, é exatamente o que você deveria estar fazendo, trabalhando“

O evento em que a suposta médica participava estava acontecendo em uma balada de luxo na cidade de São Paulo, na madrugada desse domingo (18). Mais de 1500 pessoas estavam na festa segundo informações apontadas pelo Balanço Geral.

Da redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após atender bebê de 6 meses com mais de 30 lesões pelo corpo, médica aciona a Polícia e o Conselho Tutelar

Após atender bebê de 6 meses com mais de 30 lesões pelo corpo, médica aciona a Polícia e o Conselho Tutelar

Uma situação muito triste está sendo divulgada nesta quarta-feira (12). Pois, uma profissional da Saúde ficou aterrorizada após atender um bebê de apenas seis meses de idade, com mais de 30 lesões pelo corpo. Após constatar a situação da criança, a médica acionou a Polícia Militar e o Conselho do Tutelar de Anápolis, para atender a ocorrência,

Segundo o portal G1, o atual quadro clínico da menina é grave e ela está internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital em Goiânia.

A criança teria dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento Pediátrica na noite de segunda-feira (10) às 22h30. Ao ser questionada pelo Conselho Tutelar e posteriormente pela Polícia Militar, a mãe informou que a criança estava no colo do pai, quando percebeu que a criança não estava muito bem.

“A mãe disse que o bebê estava ‘molinho’ no colo do pai e acionou o Corpo de Bombeiros, que levou a criança ao hospital. A mãe foi junto acompanhando” informou conselheiro tutelar Miqueias Duarte.

As últimas informações são de que o Conselho Tutelar, está a espera de uma conclusão da Polícia Civil, informando se os hematomas que estão no corpo da criança tem relação com maus-tratos.


Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Conselho de Medicina do Rio denuncia vereador Gabriel Monteiro por abuso de autoridade após voz de prisão à médica em UPA

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (05). O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) entrou com uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) contra o vereador e youtuber Gabriel Monteiro (PSD-RJ) com a alegação de abuso de autoridade após o vereador publicar um vídeo em seu canal dando voz de prisão para uma médica na UPA da Zona Norte do Rio. A informação foi confirmada pelo próprio Cremerj.

Gabriel Monteiro alegou que a médica estava dormindo na unidade, em uma das salas, enquanto havia fila para atendimento. Com a voz de prisão, a médica foi levada à delegacia, onde foi registrada a ocorrência e liberada em seguida.

Segundo o conselho, em nota, qualquer pessoa pode fazer uma denuncia na entidade caso discorde da assistência recebida. “Em relação ao vereador, o Conselho esclarece que a atitude tomada se deve a abordagem inadequada do próprio, caracterizando abuso de autoridade. O Conselho repudia qualquer tipo de desvio de trabalho do médico, caso ocorra, e reitera que qualquer denúncia será apurada com zelo, seguindo os ritos necessários”, afirmou o conselho.

No Twitter, o vereador se defendeu das acusações.

“Eu super respeito quem não é adepto ao meu trabalho, minhas crenças, meus sonhos. Mas ser a favor da minha prisão por eu flagrar médicos cometendo crimes contra os mais pobres, não é certo! Enquanto eu tiver livre irei lutar contra a máfia da saúde, não sei até quando!”

Ele também comentou sobre o valor que terá de pagar caso perca a ação.

“Se condenado terei que pagar MEIO MILHÃO de reais por TRABALHAR no feriadão. Sinceramente, sei nem o que falar. Perder todos os bens por lutar pelo mais pobre. Podem tirar tudo de mim, menos minha fé e vontade de ajudar minha população”

Sobre esse valor, o Conselho afirmou que se refere a uma indenização por danos morais coletivos à categoria e caso vença a ação, a quantia será destinada a instituições de caridade.

O portal do G1 entrou em contato com o vereador, o MP-RJ, o TJ-RJ e com a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, mas não obteve respostas.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.