Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) é a única instituição da Bahia com a nota máxima avaliada pelo MEC

Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) é a única instituição da Bahia com a nota máxima avaliada pelo MEC

Uma notícia deixou muitos baianos bastante contentes. Pois, a Universidade Federal do Sul da Bahia, sediada no antigo Centro de Convenções, foi anunciada como sendo a única instituição de ensino superior da Bahia com conceito 5, nas pesquisas feita pelo Índice Geral de Cursos (IGC) em todo o estado. Essas informações foram divulgadas nesta sexta-feira (23), através do Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Para entender melhor, cada curso é analisado e recebe uma nota de 1 a 5.Os cursos superiores que receberem notas  1 e 2, serão visitados por agentes do MEC, para analisar as condições daquele curso. No entanto, aqueles que obtiverem uma nota 3, serão configurados com cursos regulares. Porém, se conseguirem tirar uma nota 4 ou até mesmo 5, serão considerados cursos de excelência. 

O IGC, avaliou cerca 109 faculdades, universidades, centros universitários e institutos federais de Ciência e Tecnologia. Em torno de 70 instituições do ensino superior, tiveram um conceito (nota) 3 e 11 instituições com 2. Os únicos estados que tiveram a nota máxima foram o Ceará e a Bahia.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após diversas críticas, MEC volta atrás em sua decisão

Após a notícia de que o Ministério da Educação (MEC) havia estipulado a volta das aulas presenciais em janeiro de 2021, choveu uma enxurrada de críticas à decisão nas redes sociais. A medida foi anunciada hoje (2), no Diário Oficial da União, e a portaria foi enviada às universidades. Imediatamente houveram respostas negativas de algumas reitorias.

O reitor Universidade Federal da Bahia (UFBA), João Carlos Salles, já havia confirmado que a UFBA não retornaria às aulas presenciais no início do próximo ano.  Segundo o reitor, a decisão foi tomada visando apenas a segurança dos alunos e funcionários da instituição. Em nota o reitor disse: “zelo e responsabilidade acadêmica e institucional”.

Após a imediata repercussão negativa das comunidades acadêmicas e de alguns alunos nas redes sociais o Ministério da Educação (MEC) decidiu voltar atrás na sua decisão e revogou a portaria publicada. Assim, resta agora saber qual serão os próximos passos do MEC em relação ao tema.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.