Após decisão de Fachin de derrubar processos contra Lula, ex-ministro Mandetta dispara: “Os extremos comemora, pois se nutrem um do outro”

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira (08). O ex-ministro da Saúde, o Luiz Henrique Mandetta, deu uma declaração em suas redes sociais após a decisão de ministro do STF, Edson Fachin, anular as condenações do ex-presidente Lula. Mandetta diz:

“Os extremos comemora, pois se nutrem um do outro. A ruptura da liga social brasileira avança. Mais que nunca o povo de bem terá que apontar o caminho para pacificar esse país.”

Na tarde de ontem, Edson Fachin, derrubou os processos contra Lula na Operação Lava Jato, pois entendeu que os processos envolvendo Lula não poderiam ser julgadas pela Justiça do Paraná, já que os fatos que foram apresentados não tem relação com os desvios da Petrobrás. Porém, Fachin deixou a decisão da Justiça do Distrito Federal para decidir que os atos dos processos sejam validados ou reaproveitados.

Com a anulação dos processos, o ex-presidente, que estava inelegível, voltou a ficar elegível as eleições de 2022.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Deputada Janaína Paschoal diz que quase morreu ao seguir as recomendações de Mandetta e desabafa: “Eu fui carregada, não consegui sequer andar”

Um caso, que não veio à tona na época em que ocorreu, acabou criando uma repercussão enorme nessa quarta-feira (20). Uma deputada estadual desabafou sobre o que passou após seguir as recomendações de um ex-ministro da saúde. Mas afinal, o que ela disse?

Conhecida por suas declarações contundentes e firmes, a deputada estadual Janaína Paschoal trouxe uma história que surpreendeu a todos. Em entrevista ao canal do YouTube “My News”, Janaína contou que quase morreu após seguir os conselhos de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, em relação ao coronavírus. Então, a deputada desabafou:

“Não tô ditando receita para ninguém. O máximo que eu posso fazer é dar o meu testemunho: eu segui o Mandetta e quase morri. O que que o Mandetta dizia? Fique em casa, não procure um hospital. Foi o que eu fiz. No 16º dia de sintomas eu fui carregada, não consegui sequer andar.” Mas não é só isso.

Além disso, Janaína Paschoal também afirmou que essas orientações de Mandetta estavam erradas, mas que a mídia preferiu não reconhecer isso por conta dos atritos com o presidente Jair Bolsonaro. Apesar de criticar o presidente com certa frequência, ela explicou:

“A orientação primeira para ficar em casa estava errada, e não tem uma alma para fazer uma reflexão e assumir o erro dessa informação[…]E aí, como é o governo do Bolsonaro, e vocês são testemunhas de que eu o critico direto, querem demonizar o presidente até quando ele acerta.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.