Polícia Civil diz que menino que viajou escondido em voo de Manaus para Guarulhos pesquisou na internet como entrar escondido na aeronave

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), que investiga o caso da criança de 9 anos que viajou escondido de Manaus para Guarulhos, em São Paulo, afirmou que o menino fez pesquisa na internet para saber como entrar despercebido em um avião.

O menino Emanuel Marques de Oliveira, que mora na Zona Oeste de Manaus, foi dado como desaparecido na manhã desse sábado (26). A mãe de Emanuel só ficou sabendo que ele fugiu de casa e foi parar na cidade paulista no final do dia.

A criança que não possuía passagem aérea, nem documentos e nem malas, conseguiu embarcar sozinho em um voo da Latam, que saiu do Aeroporto da capital amazonense.

A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e Adolescente (DEPCA), afirmou que o menino agiu sem a ajuda de adultos, e, antes de partir, fez pesquisas na internet para saber como entrar em um avião sem ser percebido. Os detalhes desta pesquisa não foram divulgados pela Delegacia Especializada.

O menino não tem histórico de violência familiar e segundo a DEPCA, o objetivo alegado por ele seria o desejo de morar em São Paulo com outros familiares. O caso está sendo investigado pela companhia aérea e pela empresa administradora do aeroporto de Manaus, que querem entender como o menino conseguiu viajar. Imagens das câmeras de segurança estão sendo usadas pela Polícia Civil para apurar o caso.

A mãe do menino, a eletricista Daniele Marques, concedeu uma entrevista ao G1, e disse que percebeu que o filho não estava em casa nas primeiras horas da manhã de sábado (26). A família mora na comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, em Manaus.

“Acordei às 5h30, fui ao quarto dele, e vi que ele estava dormindo normalmente. Depois mexi um pouco no celular e levantei novamente, já às 7h30, quando percebi que ele não estava mais no quarto e comecei e me desesperar”, disse Daniele.

Após o registro de boletim de ocorrência e informações passadas pelas redes sociais, a eletricista recebeu a ligação de um funcionário da Latam, por volta das 22h daquele mesmo dia, avisando que Emanuel estava no aeroporto de Guarulhos (SP).

“Assim que eles me contaram que ele estava lá [no Aeroporto de Guarulhos], avisei a delegada. Os policiais até perguntaram se eu podia ir buscá-lo, mas eu disse que não teria como fazer isso, e sim queria que a empresa Latam retornasse com o meu filho”.

O menino voltou para Manaus nesse domingo (28), após trâmites e negociações entre o Conselho Tutelar e a companhia aérea. À mãe, Emanuel deu detalhes de como conseguiu embarcar sozinho no avião sem documentação, sem bilhete de embarque e sem malas.

“Ele me disse que pegou alguns ônibus aleatórios aqui de casa [no bairro Tarumã-Açu] até chegar no aeroporto. Depois, olhou no painel o horário dos voos e entrou em um deles. O meu filho passou por três vistorias sem que alguém notasse que ele estava sozinho, sem documentação nem bilhete de embarque”, questionou a mãe.

Daniele disse que quando percebeu que o filho não estava em casa, jamais cogitou a possibilidade dele ter conseguido viajar sozinho de avião.

“O que eu fico pensando é como uma criança consegue passar por um sistema de aeroporto que é tão burocrático para a gente [adultos] passar. Por isso eu quero uma resposta da companhia aérea e do aeroporto sobre como o meu filho conseguiu embarcar sozinho”, disse Daniele.

A Latam emitiu um comunicado em que afirma que acionou a Polícia Federal e o Conselho Tutelar após identificar que o menor estava sozinho no avião. Informou ainda na nota que o menino foi encaminhado para um abrigo para aguardar os trâmites necessários até a recondução dele para Manaus. Além disso, a empresa aérea disse que está investigando o caso.

O Aeroporto Internacional de Manaus respondeu ao G1 e alegou que o caso está sob apuração interna, assim como a verificação das imagens das câmeras de segurança. Além disso, afirma que “preza pela segurança de todos e segue os procedimentos e normas de segurança da aviação civil”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após show de Gusttavo Lima, homem é encurralado e perde a vida ao ser atingido por mais de 40 tiros

Uma confusão durante o show do cantor Gusttavo Lima, na Arena da Amazônia, em Manaus, resultou na morte de um homem que foi alvo de mais de 40 disparos de arma de fogo após o evento. O veículo onde a vítima estava foi perseguido até um posto de combustíveis, onde aconteceu o crime.

O momento em que Gênesis Nascimento da Costa, de 40 anos, estaciona o Eco Sport branco em frente a loja de conveniência, foi registrado por imagens de câmeras de monitoramento. Um Gol vermelho, e outros dois automóveis aparecem de repente no local e surpreendem a vítima e mais quatro amigos que desembarcam do Eco Sport e não percebem a situação. A vítima é atingida por disparos efetuados por quatro homens e morre no local. Os amigos da vítima fugiram do local do crime e procuraram refúgio dentro do estabelecimento.

O crime que aconteceu no último domingo (5) está sendo investigado pela Polícia Civil que procura saber a autoria e a motivação da briga que resultou em morte.


Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Adolescente de 15 anos perde a vida na presença da mãe enquanto comprava o almoço

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (13). Juliana Alves, 15 anos e estudante, havia saído em companhia de sua mãe para comprar o almoço e foi morta com pelo menos cinco tiros, sem chance de defesa. Este crime bárbaro aconteceu na Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus. A adolescente foi morta por volta do meio-dia, segundo informações do portal G1.

Alguns familiares de Juliana, que preferiram não se identificar, disseram que Juliana e a mãe foram surpreendidas por um homem não identificado que saiu de um veículo.

O homem só fez sair do carro e apontar o revólver para a cabeça dela e atirar. Não sabemos o motivo para este crime. Ela era uma menina tranquila e inocente, ainda estudava, estava na nona série e nunca se envolveu em crime nenhum”, contou um familiar de Juliana, que preferiu não se identificar.

Algumas testemunhas também disseram que a mãe de Juliana pediu para que ela corresse e se escondesse em algum lugar, porém ela não teve tempo.“A gente pensava que era até algum motorista perdido pelo bairro atrás de informações sobre a rua, mas não. Ela não teve tempo de defesa. Foi um crime cruel”, disse o parente da vítima.

Agentes da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), foram acionados para o local e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) está investigando o caso.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mulher tem orelha cortada durante assalto a coletivo em Manaus

Um noticia impactante tem sido destaque ainda nesta quarta-feira (12). Isso, porque uma passageira teve a orelha cortada durante um assalto a uma linha de ônibus.

O crime aconteceu na última terça-feira (11), por volta das 6h20, na linha de ônibus 560, na avenida Max Teixeira, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Segundo informações de testemunhas, seis homens armados com facas e armas de fogo entraram no coletivo e anunciaram o assalto. Os suspeitos obrigaram o motorista a desviar da rota do ônibus, da avenida Torquato Tapajós para a cidade Nova.

Em dado, os suspeitos agrediram os passageiros, e feriram uma mulher com corte na orelha e dispararam tiros dentro do coletivo. Logo em seguida, recolheram os objetos de valor das vítimas e fugiram por uma área de mata.

A passageira teria se negado a entregar a sua bolsa e o que levava em suas mães, o que teria irritado os bandidos que alertou aos demais passageiros que iriam fazer o mesmo, com quem reagisse ao assalto.

A polícia segue apurando o caso. Até o momento não foi divulgada a prisão dos acusados.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.