Justiça concede liberdade a fazendeiro acusado de ajudar Lázaro Barbosa e o obriga a usar tornozeleira eletrônica

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (17). Foi solto do presídio no qual estava preso em Águas Lindas de Goiás, nessa sexta-feira (16), o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, 73 anos, acusado de ajudar o fugitivo Lázaro Barbosa em fuga pela mata. Elmi responde na justiça por posse de armas e favorecimento pessoal no caso de Lázaro Barbosa, que foi morto em confronto com a polícia no dia 28 de junho após 20 dias de fuga sendo procurado por ter assassinado uma família em Ceilândia.

Houve a determinação feita pela justiça, como condição para que Elmi tivesse a prisão revogada, a obrigação do uso da tornozeleira eletrônica, além da observância de outras medidas estabelecidas pela justiça, como não sair de casa durante a noite. Elmi foi preso no dia 24 de junho. O caseiro que prestava serviços na propriedade, disse a polícia que Elmi estava ajudando Lázaro com hospedagem e comida. O caseiro chegou a ser preso, porém o processo contra ele deve ser arquivado pela justiça.

Em posse do fazendeiro no momento da prisão, a polícia encontrou duas armas que foram apreendidas. Laudo posterior apontou que ambas não estavam disparando. De acordo com a força-tarefa, Elmi teria proibido os policiais de entrarem em sua propriedade, impedindo os trabalhos de busca ao fugitivo. A defesa do fazendeiro alegou que a prisão não era mais necessária diante da conclusão do inquérito e com o resultado do laudo que aponta que as armas apreendidas não disparavam. A defesa ainda alegou a idade avançada do réu e os problemas de saúde que enfrenta. A justiça acatou as alegações feitas pela defesa do fazendeiro.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Salvador: Em dois tiroteios diferentes, três homens são mortos e outros três ficam feridos na região do bairro da Liberdade

O retrato da violência tem sido sentido pelos moradores da região da liberdade ainda nesta segunda (17). Isso, porque 3 homens foram mortos e outros três ficaram feridos em dois tiroteios diferentes.

O primeiro caso aconteceu na noite do último domingo (16), por volta das 22h30, na região do bairro da Liberdade, em Salvador, onde, equipes da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Liberdade), por volta das 22h50. Segundo a PM, os agentes foram acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (CICOM) e alertados sobre uma ocorrência de execução na rua Nova da Mangueira, no Pero Vaz.

No local, a guarnição confirmou que, na verdade, foram três vítimas de disparos de arma de fogo. A polícia já sabe que um grupo armado invadiu uma residência e baleou três pessoas, que não tiveram as identidades reveladas. Um homem não resistiu aos ferimentos e morreu no interior do imóvel.

As outras duas pessoas alvejadas na perna foram socorridas para o Hospital Ernesto Simões. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que apura a relação entre os alvos dos bandidos.

Segunda ocorrência

O segundo caso ocorreu por volta das 23h. Policiais Militares da Companhia Independente de Policiamento tático (CIPT/Rondesp) avistaram três homens a bordo de um veículo, modelo Sandero, que trafegava na Avenida Vasco da gama. Os militares tentaram realizar uma abordagem, mas os ocupantes fugiram.

Ainda segundo a PM, houve tiroteio e, na altura da localidade conhecida como Lajinha do Forno, na Liberdade, houve revide e os três suspeitos foram encontrados caídos. Os homens foram socorridos para o Hospital Geral do Estado, sendo confirmada a morte de dois suspeitos. O terceiro alvejado foi hospitalizado.

Com os rapazes foram encontradas duas pistolas calibre 380, um revólver calibre 38, porções de maconha e 80 pinos de cocaína. A ocorrência foi registrada no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Após o Superior Tribunal de Justiça conceder liberdade, Fabrício Queiroz pede exame de saúde para adquirir arma de fogo

Uma notícia tem sido destaque nesta semana. Isso porque depois de ter sido denunciado pelo Ministério Público, por suposta participação no esquema de rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicandos-RJ). O policial afastado, Fabrício Queiroz, entrou com um pedido à Polícia Militar, para fazer uma avaliação em sua saúde, para verificar se ele está apto para adquirir uma arma de fogo.

Segundo o portal Metrópoles, esse pedido do Fabrício Queiroz, é um procedimento comum e necessário para todos os policiais, aqueles que estão na ativa e na reserva, para ter o aval para comprar o armamento. O procedimento é realizado por uma equipe médica, que vai verificar as condições psíquicas e físicas dos Militares.

Ainda de acordo com  o portal, no dia 20 de abril deste ano, a equipe médica da Polícia Militar, declarou Fabrício Queiroz como apto a obter o armamento.

O policial da reserva, Fabrício Queiroz foi preso durante as investigações da suposta “rachadinhas” do gabinete do Flávio Bolsonaro. Em março deste ano, ele e a mulher, Márcia Aguiar, foram liberados da prisão, por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Bolsonaro afirma que o governo russo concedeu liberdade para o ex-motorista do jogador de futebol

Uma notícia tem sido destaque neste domingo (02). Pois o presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou um vídeo em sua rede social, informando que o ex-motorista do jogador Fernando, o brasileiro Robson Oliveira, conseguiu ser autorizado, por meio do governo Russo, a sair da cadeia e voltar para o Brasil.

Para entender melhor o caso, o brasileiro Robson foi detido em 2019. Ele havia viajado para Rússia portando duas caixas de remédios para os familiares do jogador de futebol Fernando. Entretanto, os remédios são legalizados somente no território brasileiro. 

“Depois de uma longa negociação com o governo russo, foi anunciado no dia de hoje a liberdade do Robson, que trabalhava com Fernando no Spartak de Moscou. Eu quero agradecer o governo russo por tê-lo liberado”, afirmou o presidente, em sua rede social.

“Foram dois anos que o Robson passou detido na Rússia e hoje em dia nós agradecemos ao presidente Vladimir Putin, ao embaixador russo no Brasil, bem como ao nosso embaixador que está na Rússia. É um dia então de alegria, de felicidade e, se Deus quiser, na próxima quinta-feira (6) nós receberemos o Robson no Brasil”, acrescentou Bolsonaro.

De acordo com o portal G1, Bolsonaro, durante o vídeo, informou que tem “um bom relacionamento com o presidente Putin” e conseguiu sentir que desde o começo o “ele faria todo possível pela liberdade e pelo retorno do Robson ao Brasil”. conluiu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.