Jovem ativista LGBT+ ligado ao movimento MST é encontrado carbonizado

Ainda nesta terça-feira (04), uma notícia tem repercutido entre as mídias sociais. Isso, porque um ativista LGBT+, ligado ao MST, foi encontrado carbonizado na cidade em que residia.

O fato ocorreu na cidade de São João do Triunfo – Paraná, no último Sábado (1). O corpo de Lindolfo Kosmaski, de 25 anos, foi encontrado carbonizado. O MST informou que indícios apontavam para um crime de ódio provocado por homofobia. Havia, ainda, sinais de tiros no corpo do jovem, “pois os assassinos, além de dispararem dois tiros contra o jovem LGBT, carbonizaram seu corpo”.

Lindolfo era estudante da turma de Licenciatura em Educação do Campo da Escola Latina Americana de Agroecologia (ELAA), ativista da causa LGBTQIA+, do partido dos trabalhadores (PT), e do movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

“Era um jovem humilde, solidário e cheio de sonhos. Atuava como professor na rede estadual de ensino no Paraná e na última eleição municipal concorreu a vereador pelo PT no município de São José do Triunfo. Além disso, estava dando sequência aos estudos cursando mestrado no Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e em Matemática na Universidade Federal do Paraná (UFPR)”, diz a nota do MST.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após fala polêmica sobre a comunidade LGBTQIA+, Gretchen pede desculpas: “Eu não estou isenta de cometer erros”

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (29). A cantora Gretchen veio a publico pedir perdão por uma fala polêmica em uma entrevista na semana passada. Em seu Twitter, a cantora escreveu:

“Mesmo eu tendo tanto orgulho de ter um filho trans, eu não estou isenta de cometer erros. Por isso, peço desculpas sinceras e de coração por essa fala infeliz”.

Em uma entrevista concedida ao Flow Podcast, canal no Youtube, Gretchen conversou com os apresentadores Igor e Monark por quase duas horas. Debatendo sobre diversos assuntos, a conversa em um certo momento teve como pauta o carinho da comunidade LGBTQIA+ com ela. Nesse momento, Gretchen comentou:

“O gay quer ser uma mulher. Então, sou a bicha que deu certo. Eu nasci mulher, mas tenho as atitudes e o jeito de um travesti”, disse a cantora.

Com isso, a cantora passou a ser muito criticada pelos internautas, que consideraram o comentário maldoso, ofensivo e preconceituoso. Assim, ela fez um pedido de perdão ao público. Leia abaixo todo o texto que ela escreveu.

“Olá, meus amores! Em uma entrevista concedida ao vivo, eu me expressei muito mal em uma resposta, e magoei muitas pessoas a quem eu amo tanto e que tanto me respeitam. Mesmo após esses anos todos de uma convivência super amorosa com o universo LGBTQIA+, e mesmo eu tendo tanto orgulho de ter um filho trans, eu não estou isenta de cometer erros. Por isso, peço desculpas sinceras e de coração por essa fala infeliz. Prometo levar este aprendizado e seguir sempre evoluindo e aprendendo. E prometo também, quando errar, ouvi-los, e me desculpar imediatamente.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.