“Foi para salvar a minha vida” disse mulher que se entregou na delegacia, após matar o marido, polícial aposentado

Uma notícia está sendo destaque nesta semana. Isso porque a esposa do policial aposentado Ademir Marques Pestana, de 56 anos, se entregou na Delegacia Sede de São Vicente, na última segunda-feira. ela estava sendo procurada por ter sido acusada de ter assassinado o marido a tiros.

 Segundo o portal Metrópoles, a mulher já tinha registrado vários boletins de ocorrência devido às violências domésticas que está sofrendo pelo policial . A polícia informou que ela foi presa, mas foi solta nesta quarta-feira (12/5).

“Compareci com ela à delegacia. Anexamos todos os boletins já registrados por violência doméstica ao processo e acompanharei o andamento com o Ministério Público e a Justiça” informou o advogado de defesa da mulher, que agora responderá o processo em liberdade.

“No dia dos fatos, discutimos, ele pegou a arma para me ameaçar e foi tudo muito rápido. Se eu te disser como consegui pegar a arma da mão dele, racionalmente, não consigo explicar” disse a mulher em uma entrevista para o G1.

“Eu só pensei em me defender. Foi o instinto de salvar a minha vida. Me doeu, porque ele era o pai das minhas filhas, vivi muitos anos com ele. Foram dias muito difíceis para mim”, continuou.

“Eu sabia que se ele pegasse a arma, era eu quem morreria. Eu só pensava em segurar a arma para ninguém se machucar. O primeiro tiro, eu nem vi que o atingiu, porque ele continuou vindo para cima de mim. É duro você optar por viver e se defender, e ainda poder pagar por isso. Quando fugi, tinha a intenção de me apresentar, mas, ao mesmo tempo, o medo de deixar minha filhas” acrescentou

“Minha primeira filha tem pais separados, eu sou filha de pais separados, e não queria que minhas filhas mais novas também tivessem esse destino”, afirmou.

“Chega um ponto, infelizmente, que você se acostuma a sofrer, a viver em brigas. Isso está errado, mas eu sempre achava que ele iria mudar. Eu não acordava para o perigo em que eu estava, não acreditava que um dia o pior poderia acontecer comigo. Agora, só quero cuidar das minhas filhas”, concluiu.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Deputado Federal Kim Kataguiri aciona Justiça para barrar aumento de sálario de Bolsonaro e Mourão

Deputado Federal Kim Kataguri aciona Justiça para barrar aumento de sálario de Bolsonaro e Mourão

Uma notícia tem sido destaque nesta semana. Isso porque o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e o vereador Rubinho Nunes (Patriota-SP), entraram com uma ação  civil pública na Justiça Federal do Distrito Federal, na tentativa de barrar o aumento dos salários do presidente Jair Bolsonaro ( sem partido) e do vice, Hamilton Mourão (PRTB)

Segundo a colunista Bela Megale, do Jornal O Globo, a nova regra do Ministério da Economia passa a permitir a reservistas ( aqueles que estão dispensados do Serviço Militar) e a servidores públicos que estão aposentados, mas que mesmo assim exercem algum tipo de cargos públicos que recebam acima do teto constitucional, que atualmente é de R$ 39,2 mil.

Ainda de acordo com a coluna, o deputado Kataguiri e o vereador Nunes, por meio da petição, exige que o ministro da Economia, Paulo Guedes, também seja acrescentado no processo, assim como a União.

“O simples fato do governo se preocupar com esse tipo de questão no momento que ultrapassamos quatrocentas mil mortes já seria por si só ultrajante, quando adicionamos nessa equação o impacto fiscal de mais de R$180 milhões que serão destinados àqueles que já gozam de remuneração superior à grande maioria da população, e infinitamente superior aos míseros R$150,00 de auxílio emergencial que muitos estão dispondo para sobreviver, essa portaria se torna um verdadeiro descalabro”, disse o deputado federal Kataguiri.

Além disso, o deputado federal entregou à Câmara um projeto de Decreto Legislativo que pede a suspensão da nova regra. Que, atualmente, possibilita o presidente Jair Bolsonaro ter um acréscimo de R$ 2,3 mil por mês e o vice-presidente Hamilton Mourão, de R$ 24 mil mensais.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Caso Atakarejo : Ministério Público da Bahia pede a prisão dos seguranças do supermecado Atakarejo que estão envolvidos no assassinato dos dois homens suposto de furtar carne

Uma notícia tem sido destaque neste final de semana. Pois foi decretado, por meio do Ministério Público do Estado (MP-BA), a prisão dos seguranças do supermercado Atakarejo, assim também como todos aqueles que fizeram parte do assassinato de Bruno Barros da Silva, de 29 anos, e o seu sobrinho, Ian Barros da Silvam de 19.

Os dois homens foram encontrados mortos , com várias marcas de tiros, golpes de facadas e sinais de tortura dentro de um porta-malas,  no dia 26 de abril. O motivo do crime, seria um suposto furto de peças de carnes em um supermercado Atakarejo, na região da Polêmica.

De acordo com o portal Bahia Notícias, as informações indicam que, após o furto do produtos alimentícios, os homens foram “entregues” para traficantes pelos seguranças que trabalhavam no supermercado. Sendo assim, o Ministério Público da Bahia, se posicionou pedindo a prisão, após receber os pedidos de medidas cautelares do inquérito policial (IP) que estão investigando os assassinatos.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após ter vídeos retirados do Youtube, Justiça proíbe Bolsonaro de fazer campanhas para incentivar ‘kit covid’

Uma notícia tem sido destaque nesta sexta-feira (30). Depois de ter vários vídeos retirados do ar pela equipe do YouTube após ser enquadrado nas políticas de desinformação, Bolsonaro sofreu mais uma derrota.

Mas desta vez, foi a Justiça Federal que decidiu que o governo federal está proibido de produzir campanhas com referências a medicamentos que já foram comprados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como sendo ineficaz contra a Covid -19. Além disso, a justiça ressaltou que, todos aqueles influenciadores digitais  contratados pelos o governo do presidente, terão que publicar mensagens para desencorajar o uso do  “Kit Covid”

Segundo o portal Metro1, em defesa, o governo declarou que jamais fez qualquer campanha para incentivar o “tratamento precoce”. Mas a 6ª Vara Cível Federal de São Paulo discorda dessa declaração.

“O briefing encaminhado pelo Ministério da Saúde indica, de maneira expressa, o ‘cuidado precoce para pacientes com Covid-19’, como ‘job’. Estabelece, ainda, que ‘para auxiliar na sua decisão, o Ministério da Saúde colocou à disposição desses profissionais um informe que reúne tratamentos em estudo no mundo que mostram resultados positivos na recuperação de pacientes'”, determinou o Juiz.

Ainda de acordo com o portal, o governo federal teria investido cerca de mais de R$ 1,3 milhão para pagar manobras de marketing e publicidades em favor do tratamento precoce. Recentemente o presidente afirmou que teria sido uma irresponsabilidade ter comprado vacinas em 2020, pois, segundo ele, ninguém sabia o que estava acontecendo. 

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.