Para continuar mantendo os funcionários, cantor Junior Vianna vende ônibus, prédio e até touros

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (11). O cantor Junior Vianna, natural de Iracema, no Ceará, precisou vender alguns de seus bens para pagar seus funcionários na pandemia. Em entrevista a coluna Cariri Metropolitano, o cantor revelou a situação: “A gente tocava, em média, 35 shows por mês antes da pandemia. A arrecadação era boa. Caiu para zero”.

Além da ausência de shows, as lives que muitos artistas faziam não tem mais tanta força de arrecadação como no ano passado. O estado do Ceará também está passando pelo segundo lockdown. Assim, a única saída para o cantor foi a venda dos bens.

Ao todo, foram vendidos 70 touros, um de seus ônibus, avaliado em R$160 mil, um dos seus três carros modelo dobló e um prédio comercial. Junior Vianna possui 32 funcionários e para que não precisasse demiti-los, negociou a redução do salário a metade. A folha de pagamento do cantor gira em torno de R$62 mil mensais.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.