“Se existe justiça, me dê um minuto com ele”, afirma pai de Patrícia, jovem pernambucana supostamente morta pelo “namorado” em João Pessoa

Uma notícia causou comoção nos internautas nesta noite de quinta-feira (29). O pai da jovem pernambucana Patrícia, que foi assassinada após ir de Pernambuco à Paraíba  para ver o namorado, Paulo Roberto Silva, desabafou em entrevista concedida ao programa Cidade em Ação, da TV Arapuan. A entrevista foi ao ar hoje (29).

O homem contou sobre a dor que ele estava sentindo naquele momento com a perda da sua querida filha e desafiou o suspeito do crime.

“Quando eu tive a informação, e eu vi minha esposa chorando, eu disse a ela ‘o que foi?’, que eu descobri o que tinha acontecido, eu fui bem verdadeiro e grosso e eu disse a ela ‘se prepare para o pior’”, contou.

Ele afirmou que Jonathan, indicado pela polícia de ser o principal suspeito de ter cometido o crime, era um “drogado, acostumado a fazer isso, levar moças para o apartamento e drogar elas e praticar estupro”

“Mas infelizmente, por dizerem que a mulher é o sexo frágil, e a bichinha (Patrícia) ser franzina para um cavalo daquele grandão, que é um covarde mais ainda, manda ele ‘se pegar’ comigo, quero comigo”, continuou.

“Se existe justiça, me dê um minuto com ele. Um minuto! Se ele me vencer, dê a liberdade dele”, disse Paulo, emocionado.

Por fim, o homem deu um último recado a sua falecida filha e lamentou não ter chegado a tempo de impedir o crime.

“Minha filha, perdoe seu pai por não ter chegado a tempo, eu soube muito tarde da sua vinda para cá. Mas eu tenho certeza que você está em um bom lugar. A dor ainda é muito grande, mas eu vou ficar com a saudade para estar sempre lembrando de você, onde você estiver. Eu te digo minha filha, você tem um pai que sempre lhe amou e sempre vai lhe amar. Me perdoe e fica com Deus. Esse velho pai ainda te ama”

Leia mais em:

Suspeito de matar jovem de 22 anos que viajou de Caruaru até João Pessoa para visitá-lo é preso pela polícia

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.

Jovem que estava desaparecida é encontrada sem vida em um matagal: “Teria sido um amigo”

Nesta quarta-feira (28), uma notícia trágica ganhou destaque nas mídias sociais, porque o corpo de uma jovem, que estava desaparecida em João Pessoa, na Paraíba, foi localizado em um matagal.

A jovem Patrícia, de 22 anos, estava desaparecida desde o último domingo (25) após realizar uma viagem para visitar um antigo colega de escola. A jovem tinha saído de Caruaru, Pernambuco, com destino a João Pessoa, Paraíba.

Jonathan Henrique era amigo da vítima há mais de 10 anos e é o principal suspeito do crime. Imagens de uma câmera de segurança flagraram Jonathan andando de moto com algo similar a um cadáver no colo.

A suspeita é de que a causa da morte tenha sido asfixia mecânica, pois não haviam sinais de luta, ferimentos por arma branca ou marcas de tiro. A perita do caso relatou, ainda, que o suspeito é uma pessoa extremamente organizada e fria, devido à forma que o corpo foi encontrado, com sacos plásticos, pés amarrados e lençóis cobrindo o rosto.

Também foi localizado um carrinho de mão com roupas que podem ter sido usadas pela vítima. Já no apartamento do suspeito, foram encontrados objetos de ocultismo, escritos perturbadores e uma lista com o nome de cerca de 20 mulheres, incluindo o de Patrícia.

Da redação do acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após desaparecimento de jovem de 22 anos no final de semana, policias fazem busca na casa de namorado e encontram objetos pessoais da mulher no imóvel

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta tarde de terça-feira (27).  Após o desaparecimento misterioso da jovem Patrícia Roberta, de 22 anos, a Polícia Civil fez perícia na casa que a jovem esteve no último final de semana, localizada no bairro de Gramame, em João Pessoa. Assim, os polícias encontraram pertences da jovem, como como óculos e roupas da jovem no local.

Os policiais também utilizaram a equipe com cães para tentar localizar a jovem. Patrícia é do município de Caruaru, em Pernambuco, e veio passar o final de semana com o namorado.

Uma mensagem foi postada no Facebook, às 16h51 da tarde de ontem, pelo suspeito de estar envolvido no desaparecimento de Patrícia.

“Soube esta manhã que Patricia não havia retornado a Caruaru, entrei em contato e conversei com a mãe dela e segundo ela iriam acionar a polícia e vir a João Pessoa, me coloquei à disposição para ajudar no que for necessário”, diz a mensagem.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.