Deputada Janaína Paschoal diz que quase morreu ao seguir as recomendações de Mandetta e desabafa: “Eu fui carregada, não consegui sequer andar”

Um caso, que não veio à tona na época em que ocorreu, acabou criando uma repercussão enorme nessa quarta-feira (20). Uma deputada estadual desabafou sobre o que passou após seguir as recomendações de um ex-ministro da saúde. Mas afinal, o que ela disse?

Conhecida por suas declarações contundentes e firmes, a deputada estadual Janaína Paschoal trouxe uma história que surpreendeu a todos. Em entrevista ao canal do YouTube “My News”, Janaína contou que quase morreu após seguir os conselhos de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, em relação ao coronavírus. Então, a deputada desabafou:

“Não tô ditando receita para ninguém. O máximo que eu posso fazer é dar o meu testemunho: eu segui o Mandetta e quase morri. O que que o Mandetta dizia? Fique em casa, não procure um hospital. Foi o que eu fiz. No 16º dia de sintomas eu fui carregada, não consegui sequer andar.” Mas não é só isso.

Além disso, Janaína Paschoal também afirmou que essas orientações de Mandetta estavam erradas, mas que a mídia preferiu não reconhecer isso por conta dos atritos com o presidente Jair Bolsonaro. Apesar de criticar o presidente com certa frequência, ela explicou:

“A orientação primeira para ficar em casa estava errada, e não tem uma alma para fazer uma reflexão e assumir o erro dessa informação[…]E aí, como é o governo do Bolsonaro, e vocês são testemunhas de que eu o critico direto, querem demonizar o presidente até quando ele acerta.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.