Morre, aos 83 anos, o ex-governador do Paraná, Jaime Lerner

Uma triste notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (27). Morreu hoje, aos 83 anos, o ex-governador do Paraná, o Jaime Lerner. Conhecido internacionalmente pela implementação do sistema integrado de transporte público em Curitiba nos anos de 1970, ele já foi prefeito três vezes da cidade.

A morte foi resultado de complicações renais. Ele deu entrada no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba, no dia 21 de maio, após apresentar uma febre. O ex-governador já vinha realizando hemodiálise há um tempo.

No ano passado, o político precisou passar por uma cirurgia de apendicite e no início deste ano testou positivo para a Covid-19. Mesmo tomando as duas doses da vacina, a infecção aconteceu antes dele criar a imunidade com a vacina. Viúvo desde 2009, ele têm duas filhas frutos do casamento: Andrea e Ilana.

Arquiteto de formação, ele como prefeito nos mandados de 1971-1974, 1979-1983, 1989-1992, fez história ao implantar o sistema de transporte de BRT, replicado em várias cidades do mundo. Também foi em seus mandados que houve a criação do Jardim Botânico e A Ópera de Arame, além do fechamento da rua XV para carros.

Como governador, o mandato foi conturbado. Em 2011 foi condenado a três anos e meio de prisão, pois nas obras da BR-476 e PR-427, ele fez um aditivo contratual que não estava previsto na licitação original. Porém, a pena foi convertida em multa. Em 2013 ele foi condenado mais uma vez por improbidade administrativa por um processo de pagamento irregular de indenizações a donos de áreas desapropriadas em Cascavel.

Por outro lado, em seu mandado o estado do Paraná se tornou um polo automobilístico, na qual montadoras multinacionais se instalaram no estado por meio de empréstimo concedidos a essas empresas.

O sepultamento acontecerá hoje mesmo, por volta das 15h no Cemitério Israelita do Santa Cândida, porém restrito, assim como o velório, por conta da pandemia.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.