Sem ajuda para resgatar, defensora dos animais prende jumento usando uma peça de roupa: “Foi a única maneira que encontrei”

Para conter os animais e conseguir resgatá-los, a ativista pediu ajuda a pessoas que estavam nas proximidades. Contudo, sem apoio, ela preferiu resolver a situação com o que tinha nas mãos

A ativista Stefani Marinho Rodrigues, que tem 41 anos, estava passando de carro quando viu dois jumentos, um deles ainda filhote, caminhando perto da pista intensamente movimentada . Stefani estava a caminho do abrigo Anjos da Proteção Animal (APA), em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, organização da qual é presidente e que tem políticas sem fins lucrativos, e resolveu ajudar os animais. De acordo com o portal Globo, Stefani explicou:

“Parei meu carro, tentei seguir os animais e eles ficaram acelerando os passos. Consegui colocar os dois em cima da calçada de um posto de combustível e pedi cordas aos funcionários ou algum instrumento que pudesse segurar o animal. Não obtive essa ajuda e a única maneira que eu encontrei de segurar o animal foi retirar a minha calcinha e usar para segurar ele. Parece cômico, mas foi a única maneira que encontrei para ajudar aquela vida naquele momento.” Mas não termina aí.

Além de conseguir resgatar os animais e proporcionar suporte veterinário, Stefani levou eles para um sítio. Ainda segundo o portal, ela falou sobre o projeto que já salvou centenas de animais:

“Hoje dou continuidade ao trabalho que meu pai sempre realizou com os animais, dentro da proteção animal. Minha luta vem do berço e eu faço por amor e compaixão. É uma luta muito valorosa, pois estamos salvando vidas, vidas que são esquecidas pelo poder público.”

Por conta da solução inusitada encontrada por Stefani, ela apareceu em inúmeros jornais e páginas.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Homem casado passa mal em quarto de motel com outra mulher, tem mal súbito e acaba não resistindo

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nessa terça-feira (28). A morte de um homem de 46 anos, casado, em um quarto de motel no centro de Belo Horizonte, tem dado o que falar. O homem estava em companhia de uma mulher de 33 anos, que foi a responsável por acionar a polícia nessa segunda-feira (27).

De acordo com o boletim de ocorrência registrado, a mulher estava tendo relações sexuais com o homem quando ele disse que não estava se sentindo bem e com dores no peito. Quando o homem estava vestindo sua roupa caiu sobre a mulher. A equipe do Samu foi acionada pela mulher e ao chegarem ao local iniciaram os procedimentos para tentar reanimar a vítima, mas ficou constatada a sua morte.

Segundo os registros o homem era casado. Não foi especificado o estado civil da mulher que acompanhava o homem. Segundo a Polícia Militar, o homem morreu de causas naturais. Peritos da Polícia Civil estiveram no local onde o homem foi encontrado sem vida, mas não verificaram indícios de crime.

Um sobrinho esteve no local e recolheu alguns objetos que pertenciam a vítima. A polícia apreendeu alguns materiais no local que vão ser usados na investigação.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Reprodução/Google Street View

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Jornalista comete gafe ao aparecer no telão fumando ao vivo e internet dispara: “Tentou disfaçar”

Um caso inusitado chamou a atenção nesta quinta-feira (29). Durante uma transmissão ao vivo, uma jornalista cometeu uma gafe e a equipe do jornal tentou logo abafar a situação.

Durante uma edição do Globo News, a jornalista Mônica Waldvogel teve que lidar com uma situação complicada. Ela acabou cometendo a gafe de aparecer fumando ao vivo. Quando o apresentador Marcelo Cosme chamou os jornalistas para elencar os destaques do noticiário, Mônica surgiu fumando no telão.

Então, rapidamente a equipe técnica mudou a tela. Não demorou para que Mônica retornasse sem o cigarro, mas com a mão na mesma posição. Na internet, pessoas viram isso como uma estratégia para disfarçar o momento complicado. Mas não termina aí, pois Mônica se explicou nas redes sociais.

Diante da repercussão do fato, a jornalista foi às redes sociais falar sobre o que ocasionou a gafe. Segundo ela, o sinal havia caído e ela não tinha notado que já estava de volta. Mônica escreveu: “O sinal tinha caído e eu não percebi que voltou”, explicou a um internauta. Além disso, o apresentador Marcelo também pontuou a questão do sinal. Contudo, nem por isso a situação deixou de repercutir nas redes.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

“Devia estar viajando de jegue, não de avião” dispara Bolsonaro após ser recebido com gritos de “Fora” em voo

Na tarde desta sexta-feira (11), chegaram as informações sobre um caso inusitado. O presidente Jair Messias Bolsonaro protagonizou um episódio complicado na manhã de hoje. Ele resolveu adentrar num avião comercial, mas não sabia o que o aguardava lá dentro.

Bolsonaro decidiu entrar de surpresa num voo comercial da Azul enquanto cumpria sua agenda pelo estado do Espírito Santo. Quando chegou ao local, o presidente foi bem recebido por algumas pessoas, que tiraram até foto com ele e o chamaram de “mito”. Contudo, ao aparecer para os passageiros no corredor do avião, Bolsonaro foi duramente criticado. Inúmeros passageiros começaram a gritar “Fora Bolsonaro” repetidamente. Então, ele resolveu abaixar a máscara e disparou contra os críticos:

“Vocês estão bem hoje, hein? Quem fala ‘Fora Bolsonaro’ devia estar viajando de jegue, não de avião. É o ou não é? Para ser solidário ao candidato deles.” Mas não termina aí.

Para o portal UOL a empresa Azul preferiu não opinar, mas escreveu: “A companhia foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por tripulantes e clientes, tanto a bordo quanto em solo e que adotou, desde o começo da pandemia, rígidos protocolos de higiene visando o bem-estar de clientes e tripulantes” O caso está gerando discussões nas redes sociais e é um dos mais comentados da semana.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.