“Não autorizo esse débil mental”, diz compositor da música “Milla” ao detonar Netinho por apresentação em ato pró-Bolsonaro

O autor da música Milla, o compositor Manno Goes, se revoltou em suas redes sociais, criticando energicamente o  cantor Netinho, após cantar a sua música durante a sua participação na passeata antidemocrática, e pró-Bolsonaro, que ocorreu em São Paulo, no Sábado, dia primeiro de Maio, onde tradicionalmente se é comemorado o Dia do Trabalhador.

Segundo o portal Metrópoles, Manno Goes, em suas postagens, teria chamado Netinho de “débil Mental” e enfatizou que não lhe deu “nenhuma autorização” para que a sua música fosse associada manifestações pró-intervenções militares.

“Que a próxima música minha que esses idiotas cantem seja Acabou” declarou em sua publicação anterior, dando uma indireta para o presidente Jair Bolsonaro.

Dia primeiro de Maio

Vários manifestantes se reuniram na manhã do último sábado, primeiro de maio, feriado Dia do trabalhador, para apoiar o Presidente Jair Bolsonaro. Assim também como, pedir o impeachment dos ministro do STF, o voto impresso, e o fim da medidas protetivas do isolamento social, com o argumento de “a liberdade para trabalhar dos brasileiros”.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.