Diretor do Instituto Butantan afirma que pode não haver vacinas em junho por falta do IFA

Uma notícia tem causado preocupação nesta segunda-feira (10). Isso, porque o diretor do Instituto Butantan afirmou que cronograma da vacinação, em junho, pode ser comprometido por conta da falta do IFA.

Por conta da indefinição do governo chinês em liberar a exportação do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), necessário para a produção da CoronaVac, podendo, assim, afetar o cronograma de vacinação contra covid-19 a partir de junho, afirmou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, nesta segunda-feira (10).

Há a expectativa de que o insumo seja liberado até a próxima quinta-feira (13) e, assim, chegaria até o dia 18, mas o envio ainda não foi confirmado. O anúncio foi feito durante a entrega de 2 milhões de doses da vacina para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde.

“Para maio, temos a entrega desta semana, 2 milhões no dia de hoje, mais 1 milhão na quarta-feira e 1 milhão e 100 na sexta. E, a partir daí, não teremos mais vacinas, porque não recebemos o IFA. Então, aguardamos a chegada desse material para que isso possa ser processado. Situação parecida com essa também é enfrentada pela Fiocruz, que a informação que eu tenho é que não teve o seu IFA liberado. Preocupa muito, porque o cronograma de vacinação, não neste momento, mas a partir de junho, poderá sofrer algum impacto.”

Ainda de acordo com o Diretor, a liberação aguardada é de 4 mil litros do insumo. O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), juntamente com o diretor do instituto voltaram a atribuir a dificuldades para o IFA ser liberado à postura do presidente Jair Bolsonaro e membros do governo federal, que fizeram declarações ofensivas contra a China.

“O mesmo laboratório, Sinovac, disponibiliza insumos para um país vizinho, o Chile, que não agride a China, que não tem o seu presidente falando mal do governo chinês, do povo chinês e de sua vacina. O fluxo é normal de entrega desses insumos para o Chile. Por que não é para o Brasil? Razões de ordem diplomática e as formas desastrosas de manifestação em relação ao governo da China”, afirmou Doria.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Butanvac: Instituto Butantan dar inicio a fabricação da vacina 100% brasileira

Uma ótima noticia foi anunciada nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Butantan. Trata-se do início de uma nova vacina contra Covid-19, a Butanvac.

Em entrevista coletiva, o governador de São Paulo, João Dória, afirmou que o primeiro lote de produção será de 1 milhão de doses e não vai depender de matéria prima importada.

“A novidade de hoje é uma noticia significativa para a ciência brasileira e, por que não, mundial: São Paulo começa hoje a produzir a vacina Buntavac”, disse o governador.

Na última sexta-feira (23), o Butantan protocolou na Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) o pedido para iniciar os testes clínicos. Na ultima terça-feira (27), a agência solicitou informações adicionais para avaliar se libera a realização do primeiro estudo com a Butanvac. Até o momento, a vacina foi testada apenas em animais Até o Butantan responder o prazo de análise da Anvisa fica interrompido (substituição opcional: “Enquanto não se tem resposta do Butantan, o prazo de análise da Anvisa fica interrompido”).

Em nota o Instituto afirmou que: “manterá contato com o órgão regulador para viabilizar os esclarecimentos necessários ao seguimento do processo de autorização dos estudos clínicos de fase 1 e 2 da Butanvac”

Ao anunciar a produção da Buntavac, Dória declarou que o instituto pretende produzir 18 milhões de doses de vacinas até a primeira quinzena de junho, mas que a aplicação do imunizante depende da aprovação da ANVISA.

“O Butantan, nesta primeira etapa, vai produzir 18 milhões de dose da vacina pronta para o uso já na primeira quinzena de junho, quando o processo de aprovação da Anvisa for concluído. Evidentemente vamos aguardar a aprovação da Anvisa, mas poderemos aplicar imediatamente a vacina Butanvac em todo o Brasil” disse Dória.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.