Empresário dono de casa de festas é encontrado morto com marcas de tiros após passar réveillon com namorada

Uma triste notícia circulou nas redes na manhã desta quarta-feira (6). O empresário Igor Souza de Carvalho, de 33 anos, foi encontrado morto na fazenda Três Irmãs, próximo da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia.  A polícia relatou marcas de tiros no corpo do rapaz. Além disso, ele estava desaparecido desde domingo (3).

Segundo a polícia, o rapaz foi com a namorada passar as festividades de ano novo com a namorada na casa da sogra. Entretanto, não foi confirmado se o local onde encontraram o corpo do jovem é o mesmo que ele passou a virada com a namorada.

As suspeitas da polícia são um crime passional, cometido por um ex-companheiro da namorada de Igor. Assim, a polícia ouve testemunhas e busca pistas para dar continuidade na investigação.

A família identificou o corpo da vítima no Departamento de Polícia Técnica (DPT), local onde os policiais encaminharam o corpo. As informações do velório do empresário não foram divulgadas

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Candidata a vereadora baiana é assassinada enquanto visitava a mãe; A senhora também foi atingida pelos disparos

Hadla de Queiroz (PDT), de 42 anos, foi morta na véspera de natal (24) em frente a casa da sua mãe, enquanto a visitava. A mulher foi morta próximo ao centro Cultural da cidade de Saúde, na Bahia.

A Polícia Civil investiga o caso e suas motivações. Segundo o site Jornal da Chapada, ainda não há mais detalhes sobre a motivação ou suspeitos do crime.

A mãe de Hadla, que estava no local e presenciou todo crime, também foi atingida pelos disparos. Assim, ela foi socorrida no Hospital Municipal de Saúde. No entanto, seu estado de saúde não foi revelado.

Hadla do Alto participou das eleições deste ano concorrendo ao cargo de vereadora. Assim, ela obteve 22 votos válidos, apenas 0,33% da população de Saúde, e não conseguiu o cargo

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Mulher é capturada após mandar matar o marido para fugir com o amante

Nessa última terça-feira a polícia conseguiu fazer justiça à um crime bárbaro. Maria das graças Pereira, que é a responsável por um homicídio qualificado no ano de 2000 foi presa em Poços de Caldas-MG. Assim, a divisão de captura e Polícia Interestadual da Polícia Civil do DF encontrou e prendeu Maria que estava foragida desde 2006. Dessa forma, ela será trazida à capital, onde cumprirá o resto da sua pena.

O crime chocou o Distrito Federal na época. A mulher que trabalhava como agente administrativa da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) na época do crime foi condenada a vinte anos de prisão por mandar matar seu marido, Odovaldo Machado Figueiredo, que era diretor-administrativo do Sindicato dos Rodoviários do DF.

Ela havia sido condenada a 19 anos de prisão, cumpriu dois anos em regime fechado e foi transferida para prisão domiciliar. Assim, ela viu a possibilidade de fugir e escapar da sua pena. Dessa maneira, ela está foragida desde 2006.

Nas investigações da época a polícia descobriu que a motivação do crime foi dinheiro e traição.  Maria das Graças contratou dois homens para assassinar o marido em sua própria casa, com o intuito de ganhar o dinheiro do seguro e fugir livre com seu amante. Assim, os homens contratados invadiram a casa e mataram Odovaldo de forma brutal com mais de 20 golpes de canivete. Porem, os planos de Maria foram interrompidos quando a polícia descobriu a relação dela com o assassinato.

Em entrevista ao jornal de Brasília, o sobrinho de Odovaldo, Paulo César Feitoza, fala que sente a justiça está sendo feita. “Para nós, é um capítulo que se encerra. É um alívio. O que era possível para nós fazermos, nós fizemos”, comenta Paulo César.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.