Um ano após morte do vocalista da banda Chicana, amigos e fãs homenageiam o cantor Tay

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste domingo (19). Há exato um ano, o vocalista da banda Chicana era vítima de um acidente de carro na BR-116, em Feira de Santana. O cantor Tarcísio Freitas de Oliveira, conhecido como Tay, de 36 anos, faleceu ao capotar o veículo que conduzia.

O cantor ainda hoje continua sendo lembrado por familiares e amigos com quem se divertia no conjunto Feira X. O caminhoneiro Edmilson Santos (Nena), resolveu homenagear Tay ao se juntar com outros amigos do cantor e plotar o seu caminhão com fotos do artista.

Éramos amigos próximos, vizinhos, éramos amigos de baba, jogávamos bola. Era uma pessoa muito simples, muito amiga e carismática. A morte dele nos chocou muito. Tive a ideia de chamar todos os amigos para fazermos uma plotagem no caminhão e o pessoal aceitou. Nós queríamos realmente é que ele estivesse aqui com a gente, mas Deus sabe a hora certa de todos. O caminhão está até parecendo que é da banda, mas é a banda do coração dele que está aqui com a gente”, contou emocionado e relembrou os bons momentos juntos.

 “Todos gostavam das canções dele, são canções muito bonitas, e ele fez um trabalho muito bonito. Ele também gostava de fazer poemas, fez a história dele aqui na terra. A lembrança que tenho dele é aquele cara espetacular que chegava ao baba, depois pegava o violão e brincava com as pessoas. Era aquela resenha boa. Estou sem palavras”, finalizou.

 

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Após morte de Hello Kitty em operação policial, ex-namorada faz homenagem nas redes sociais

Uma notícia tem circulado nas redes sociais neste domingo (18). Após a morte da traficante Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, Hello Kitty, em uma operação policial realizada no Complexo do Salgueiro, nesse sábado (17), a ex-namorada da traficante, funkeira DJ Isa, fez homenagens e compartilhou nas redes sociais.

“Não existem distâncias quando alguém significa tudo para você. Você se foi, mas ainda te sinto comigo em todos os lugares que eu vou. Eu te carrego do lado esquerdo do peito”,compartilhou DJ Isa. Hello Kitty e DJ Isa tinham se relacionado em 2020, época em que a traficante era procurada pela polícia.

“Eu te amarei eternamente”, disse DJ Isa, que compartilhou homenagens nas redes sociais e afirmou que sente saudades da ex. Apontados como os principais nomes da organização criminosa Comando Vermelho, no Rio, Alessandro Luiz Vieira Moura, conhecido como ‘Vinte Anos’, e Hello Kitty, foram mortos em uma operação policial ao entrarem em confronto.

Hello Kitty gostava de frequentar bailes funk e comumente postava fotos nas redes sociais ostentando armas, além de fazer provocações à polícia dizendo que nunca seria encontrada.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

“Durou pouco, mas foi tão intenso”, diz marido de Paulo Gustavo em nova homenagem ao artista

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (06). O marido de Paulo Gustavo, o médico Thales Bretas, fez mais uma declaração para o autor e dessa vez, também aproveitou para agradecer todo carinho recebido pelos fãs, principalmente no “aplausaço” ao ator e as vítimas da Covid-19, que aconteceu na noite de ontem às 20h.

“Eu tive a sorte de viver com o cara mais especial DO MUNDO! Durou pouco, mas foi tão intenso, fez-se eterno”, disse Thales.

Paulo e Thales estavam juntos há 7 anos e juntos possuíam dois filhos, Gael e Romeu. O médico também aproveitou o momento para lamentar o fato de Beyonce, por quem Paulo era um grande fã, não poder ter tido a chance de conhece-lo. Pouco tempo após a morte do artista, a cantora publicou uma imagem de Paulo com a frase: “Paulo Gustavo, descanse em paz”.

Thales já tinha publicado uma primeira homenagem ao humorista, falando do quão importante o artista foi para e como está sendo difícil o momento. “Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante pra mim e pro mundo. E continuará sendo, eternamente…”

“Ainda é muito difícil processar tudo o que aconteceu nos últimos dias… Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa! Linda como vinha sendo… tão feliz! E foi muito! Como fui feliz nesses últimos 7 anos que tive o privilégio de conviver com você! Como eu aprendi, cresci! Espero poder passar um pouco do seu legado de generosidade, afeto, alegria e amor. Você é um furacão! Uma estrela que brilhou muito aqui na Terra, e vai brilhar ainda mais no céu, olhando pela nossa família sempre!!! Eu te amo tanto… e sempre te amarei, pro resto da minha vida! Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante pra mim e pro mundo. E continuará sendo, eternamente… Peço desculpas aos amigos e aos fãs por não conseguir elaborar tudo como gostaria e responder a todos. Estou vivendo um turbilhão de sensações. Obrigado pelas energias positivas e orações. Muito amor tenho recebido, espero num momento mais oportuno conseguir retribuir! Bjs saudosos…”, escreveu.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Enfermeira que empurrou maca por 2km em pista recebe cartas de homenagem: “O mundo precisa de mais pessoas assim”

A linda atitude de uma enfermeira virou notícia e ganhou destaque nesta segunda- feira (15). A enfermeira Rebeka Fonseca,  de 24 anos,  que trabalha atualmente na linha de frente do Covid-19 no município de Rurópolis, no Pará, ficou conhecida no país inteiro após circular nas redes sociais imagens dela caminhando e empurrando por uma estrada de chão uma maca com uma paciente de Covid-19, após um congestionamento de caminhões na estrada.

No dia em que a notícia aconteceu, Rebeka estava em uma ambulância transportando uma paciente diabética com Covid-19 e que fazia uso de um cilindro de oxigênio, do município de Rurópolis para o Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba. Porém, o trajeto ficou congestionado com a quantidade de caminhões presente na rodovia.

Determinada em garantir a vida da paciente que precisava chegar ao hospital antes do oxigênio esgotar,  Rebeka desceu da ambulância e com a ajuda do motorista do veículo, empurrou a maca até uma balsa que precisariam pegar para chegar ao hospital. Os dois caminharam cerca de 2 quilômetros. Durante o percurso a paciente chegou a ter uma queda de oxigênio no sangue, mas foi mantida estável. Quando o congestionamento aliviou, o motorista correu para a ambulância e conseguiu concluir o trajeto.

A atitude louvável de Rebeka e do motorista foi motivo para diversas homenagens, principalmente de crianças, que escreveram cartas e enviaram a eles. Em uma das cartas, duas crianças dizem:
“Parabéns pela atitude carinhosa e corajosa que vocês tiveram por uma pessoa que não conheciam. O mundo precisa de mais pessoas assim. Obrigada, que Deus abençoe”.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.