Monique Medeiros diz em documento enviado à família que “Jairinho é um homem ruim, doente e psicopata”

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (3). Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, enviou uma carta escrita de dentro da cadeia para familiares em que descreve o vereador Dr. Jairinho como sendo‘‘um homem ruim, doente e psicopata. Meu filho dizia que ele era um homem mau. E eu não acreditei.’’

De acordo com reportagem transmitida pelo Fantástico nesse domingo (2), Monique Medeiros entregou esta e mais algumas cartas aos seus advogados. Contrariando o que disse em seu primeiro depoimento à polícia, a mãe de Henry Borel tem mudado a sua versão sobre o caso e contou o que aconteceu nos dias seguintes à morte do filho e faz acusações a seu primeiro advogado dizendo que ele havia montado uma farsa.

No documento escrito por Monique para seus pais e ao irmão, ela conta que‘‘acreditava segamente no Jairinho’’. “Depois que comecei a transcrever para o papel tudo o que ele fez comigo, em tão pouco tempo, que pude perceber o quanto fui usada, o quanto fui violentada, o quanto me humilhei e me rebaixei para fazer dar certo sobre um relacionamento de um psicopata”, escreveu.

Monique Medeiros ainda descreveu Jairinho como“um homem ruim, doente e psicopata”. “É triste, mas é verdade. Ele nos convence do contrário”, continuou.

‘‘Hoje sozinha, tendo vocês e ouvindo mais os detalhes de Deus em minha vida, vejo o quanto tinha um relacionamento doentiu. Não sei se em algum dia vou conseguir superar tudo isso’’.

No documento a mãe de Henry pede ajuda ao pai. “Confie em mim! Eu poupava vocês do que eu vivia, porque eu também não enxergava”, contou.

“Eu estou sendo apedrejada na cadeia! Todos os dias elas gritam dizendo que vou morrer e que irão me matar, pois acreditam que eu deixava o Jairinho bater no Henry”, escreveu em outro trecho.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Nacional.