Pai do menino Henry presta homenagem ao filho e eterniza seu rosto em uma tatuagem

Uma notícia tem causado grande comoção entre os internautas ainda nesta sexta-feira (7). Isso, porque o engenheiro Leniel Borel, pai de Henry Borel, de 4 anos, morto em março, fez uma linda homenagem ao filho.

O engenheiro eternizou o rosto do filho com uma tatuagem em um dos braços. “Amigos, queria agradecer aqui o Gustavo Tattoo[tatuador]. Ele está eternizando o meu filho aqui no meu braço. Está sendo uma homenagem muito especial para mim conseguir para sempre colocar meu filho aqui para estar sempre do meu lado”, disse em um post na internet.

Prisão preventiva de Jairinho e Monique

Nesta sexta (7), a juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, decretou a prisão preventiva do Dr Jairinho, e de Monique Medeiros, ambos suspeitos da morte do menino. Agora o casal é réu pela morte da criança.

Caso a prisão preventiva não tivesse sido decretada, tanto Jairinho quanto Monique poderiam ser soltos neste sábado (8), quando o prazo de suas prisões temporárias chegaria ao final.

Em nota, os advogados de defesa da mãe de Henry afirmaram: “A verdade ficará esclarecida no curso da ação penal. A prisão preventiva de Monique é injusta e desnecessária. A verdade prevalecerá.”

A polícia concluiu o inquérito, nesta terça-feira (4), que apurava a morte de Henry Borel Medeiros, acontecida no dia 8 de março. Para a polícia, o menino morreu por conta de agressões do padrasto, o vereador Dr Jairinho, e pela omissão da mãe, Monique Medeiros. Ambos estão presos.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Pai de Henry Borel usa as redes sociais e faz homenagemao filho no dia em que ele completaria 5 anos;‘Estarás vivo em meu coração’

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta segunda-feira (3). O pai do menino Henry Borel, Leniel Borel, usou as redes sociais para homenagear o filho que completaria 5 anos nesta segunda-feira (3).“03 de Maio ficará eternizado comigo, pois sei que estarás vivo em meu coração por todos os dias da minha vida!”.

Na postagem feita por Leniel Borel, Henry é visto fantasiado do personagem Mario, conhecido pelos jogos de videogame. O pai diz em outro trecho que daria tudo para ter mais um dia com o filho.”Daria tudo o que tenho por mais um dia com você, por mais um abraço, mais um sorriso ou apenas ouvir-te dizer: – Papai, eu te amo”.

Henry Borel morreu na madrugada do dia 8 de março e Monique Medeiros e Dr. Jairinho estão presos acusados de homicídio duplamente qualificado por suposto envolvimento na morte de Henry. As investigações apontam que Jairinho foi o autor das agressões que mataram o menino e Monique Medeiros foi conivente com a ação.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Menino Henry Borel reclamou de cascudo recebido de Jairinho e disse que foi chamado de ‘’bobalhão’’

Mais um capítulo no caso Henry Borel veio à tona nesta terça-feira (27). A mãe de Henry Borel, Monique Medeiros, relatou um episódio envolvendo Dr. Jairinho e Henry Borel. Monique disse que Jairinho chamou Henry Borel de ‘’bobalhão’’.O caso foi relatado em um documento recente contendo 29 páginas escrito por ela no Complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio, local onde Monique recebe o tratamento contra a covid 19.

A mãe de Henry Borel contou que em janeiro, no momento em que ela preparava o jantar, Jairinho chegou do trabalho por volta de 19h e Henry via televisão na sala.“Henry veio correndo até a cozinha, uns 15 minutos depois que Jairinho chegou, dizendo que o tio tinha dado uma ‘banda’ (rasteira) nele e uma ‘moca’ (cascudo)”, disse a mãe.

Fui até a sala perguntar o que tinha acontecido. Jairinho disse que ele era um ‘bobalhão’, que segurou ele pelos braços, brincando, e passou a perna, mas que Henry não caiu, pois ele o estava segurando. Aí Henry disse para ele que iria contar para mim e ele deu uma ‘moca’, brincando, e disse para Henry parar de ser ‘bobalhão’, que era só uma brincadeira”, escreveu Monique. Mas não é só isso…

Monique ainda afirmou que pediu que Jairinho se desculpasse com o menino e que parasse de chamá-lo de ‘’bobalhão’’. “Não vi como algo maldoso. Era brincadeira de menino, mas meu filho não estava acostumado com isso”, relatou Monique Medeiros.

O advogado de defesa de Jairinho, Braz Sant’Anna, comunicou por meio de nota que o documento escrito por Monique Medeiros trata-se de  “uma peça de ficção”. “Sem falar sobre a tese da defesa, o que somente farei após a denúncia, posso adiantar que a carta da Monique é uma peça de ficção, que não encontra apoio algum nos elementos de prova carreados aos autos.”

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Monique Medeiros muda versão dada em depoimento sobre a morte de Henry e afirma que Jairinho é violento

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (26). A mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros, escreveu uma carta de 29 páginas mudando a sua versão sobre o caso Henry Borel dada em depoimento. No documento, a mãe de Henry Borel, ao contrário do que tinha falado anteriormente, acusa o vereador jairinho. Monique Medeiros havia defendido publicamente o vereador Dr. Jairinho e também durante inquérito. A versão atual dada pela mãe de Henry é de que Jairinho é dominador e violento.

De madrugada, ele me acordou dizendo para eu ir até o quarto, que ele pegou o Henry no chão, o colocou na cama e que meu filho estava respirando mal”, escreveu.

Ainda de acordo com Monique Medeiros, Jairinho é um homem possessivo e descontrolado. Falou também sobre a convivência com ciúmes e violência em seu dia a dia na companhia de Jairinho. “Eu tentava a todo custo me afastar e me desvincular dele, mas fui diversas vezes ameaçada e minha família também”, diz em outro trecho. Mas não é só isso…

A mãe de Henry Borel prestou o primeiro depoimento à polícia 10 dias após a morte do menino Henry. Ficou por 12 horas dando a sua versão sobre os fatos. Na ocasião Monique tirou selfie e saiu de mãos dadas com o parlamentar.Afirmou, no depoimento “não acreditar que Jairinho tenha feito qualquer coisa contra seu filho e que a relação entre eles era boa e ele sempre tentava cativar o amor de Henry”.

Atualmente Monique alterou a sua versão dos fatos e contou o seu rompimento com o parlamentar.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.