“Queriam tacar fogo no STF, agora querem auxílio para ficarem calados” disse o presidente da CPI da Covid, senador Osmar Aziz sobre os bolsonaristas

Uma notícia está sendo destaque nesta semana. Pois durante a sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, o senador Omar Aziz (PSD-AM), fez duras críticas aos parlamentares apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), pois todos estão procurando o Supremo Tribunal Federal (STF) para conseguir o direito de ficar calado durante a sessão. 

“É bom vermos algumas pessoas indo no Supremo pedir ajuda. Até outro dia, queriam tacar fogo no Supremo, agora querem auxílio do Supremo para chegarem aqui e ficarem calados”, disse o senador Aziz

O presidente da CPI, Osmar, disse isso em resposta ao pedido do senador Marcos do Val (Podemos- ES) para que mudasse o relator da CPI. o senador, Renan Calheiros (MDB-AL), que tem sido muito criticado pelos apoiadores do atual presidente da república.

O senador do Val, explicou que o atual relator da CPI, Calheiros, está provocando uma movimentação em que todos aqueles que foram convidados a prestar depoimentos na sessão, estão recorrendo ao Supremo Tribunal Federal, para ficar em silêncio e não serem presos por não dizer a verdade. “Não é pela pessoa (Renan Calheiros), mas o movimento que os convidados estão fazendo junto ao STF estão atrapalhando os trabalhos da CPI” disse o senador.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Após o STF conceder o habeas corpus, defesa de Pazuello diz que ele pretende reponder todas as perguntas feitas na CPI da Covid

Uma notícia está sendo destaque nesta semana. Isso porque a defesa do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, informou que o general está disposto a responder a todas perguntas que serão questionadas durante o seu depoimento na CPI da Covid.

Vale ressaltar que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, aceitou o pedido de habeas corpus pedido pela defesa, para que Pazuello tenha o direito de ficar calado, caso não queira responder nenhuma das perguntas, a decisão foi concedida na sexta-feira (14).

.”A decisão do STF está correta. Já era esperada. A garantia ao tratamento urbano, digno e respeitoso era o objetivo [do HC]. O ministro Pazuello pretende responder todas as perguntas. Porém, como toda e qualquer testemunha tem o direito ao tratamento digno, urbano e respeitoso”, informou o delegado de defesa, Zozer Hardmann.

A AGU, responsável pela defesa de Pazuello, pediu ao STF que impedisse que o general sofresse qualquer tipo de ameaça por suposto falso testemunho e que também, não venha ser preso em flagrante. Além disso, o ex-ministro será acompanhado por um advogado quando for depor na CPI da Covid, no dia 19 de maio.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Defesa de Pazuello entra com pedido de habeas Corpus no STF para que ele não precise ter compromisso em falar a verdade na CPI da Covid

Uma notícia está sendo destaque nesta semana.Pois os advogados do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello entrou com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal, para que o General não seja obrigado a dizer a verdade durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. Além disso, o documento pede para que ele não seja alvo de uma possível ordem de prisão.As informações são do portal R7.

Segundo o portal R7, o general Pazuello, será o próximo a depor na CPI da Covid, na próxima quarta-feira (19).

“Roga ao juízo também pela concessão da ordem de Habeas Corpus em favor do paciente no sentido de garantir assistência de advogado durante a aludida sessão, podendo o mesmo se retirar do recinto em caso de ofensa dirigida contra si por membro da CPI, não prestar o compromisso de dizer a verdade por estar na condição de testemunha, não sofrer constrangimento ilegal, bem como não ser conduzido à prisão por intepretação de qualquer dos membros que integram a CPI”, disse a defesa de Pazuello.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.