Mulher que anunciou ter dado à luz 10 bebês tem relato desmentido pelas autoridades

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (24). De acordo com fontes oficiais, o relato da sul-africana Gosiame Sithole que teria conseguido dá à luz a 10 bebês nos primeiros dias deste mês é falso. Os nascimentos não foram registrados em nenhum hospital na província de Gauteng e de acordo com registros médicos não há a informação de que a mulher tenha estado grávida recentemente, como demonstram documentos oficiais.

Atualmente Gosiame que tem 37 anos segue detida sob a custódia do estado e é tratada como uma pessoa portadora de distúrbio mental. Por meio de nota o governo de Gauteng relata a história mas não esclarece os motivos pelos quais a mulher tenha contado este caso. Primeiramente o caso envolvendo Gosiame teve publicação no site Pretoria News e depois o prefeito confirmou a versão com alguns veículos de imprensa replicando a história. Entretanto o governo local comunicou que o prefeito não chegou a ver os bebês e confiou apenas na palavra da família.

De acordo com o site, Gosiame teve os dez bebês no dia 7 de junho no Hospital Universitário Steve Biko, que fica na capital e denunciou o despreparo dos médicos além de acusar o hospital e governo local de negligência médica.”Essas alegações são falsas, não embasadas e servem apenas para atacar a boa reputação do Hospital Universitário Steve Biko e do governo provincial de Gauteng” , disse uma autoridade local afirmando que iria processar o editor-chefe do site Pretoria News, Piet Rampedi, e o IOL, grupo Independente Online.

Sithole e Teboho Tsotetsi, seu parceiro, moravam em Thembisa, município perto de Joanesburgo e frequentavam a mesma igreja que Rampedi, editor-chefe do site Pretoria News. O editor entrevistou o casal no mês de maio com a notícia que estariam esperando oito bebês além de ter acesso a fotos que mostravam Sithole aparentemente grávida. No dia 10 de junho o site noticiou um número maior de bebês nascidos atribuindo a informação a Tsotetsi, que seria a fonte da informação. Mas não é só isso…

Tempos depois Tsotetsi disse que recebeu a notícia do nascimento dos bebês por meio de mensagens de texto em razão de não poder estar no hospital por causa da pandemia de Covid 19. O editor-chefe baseou a sua notícia nas mensagens de WhatsApp e não consultou o hospital para ter informações. Sithole e Teboho receberam muitas doações, incluindo US$ 1 milhão de rands (cerca de R$ 350 mil) do presidente do IOL, Iqbal Survé. Entretanto o Pretoria News não fez a divulgação do hospital onde os bebês haviam nascido e começavam aí as suspeitas. O IOL fez acusações ao Hospital Universitário Steve Biko dez dias após o suposto nascimento.

Tsotetsi comunicou o desaparecimento de Sithole e pediu às pessoas que não fizessem mais doações o que despertou ainda mais suspeitas. A mulher foi localizada nessa sexta-feira (18) por assistentes sociais e foi internada em um hospital para fazer exames. O editor-chefe Rampedi se desculpou perante o IOL e disse que deveria ter investigado a história com mais rigor.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Apresentadora Fernanda Lima desabafa sobre a gravidez dos filhos: “Eu fiquei imprestável”

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (07). Durante o programa Bem Juntinhos, do GNT, a apresentadora Fernanda Lima revelou como foi cheia de altos e baixos a sua gravidez. Segundo ela, os enjoos descomunais foram frequentes até o 7° mês nas suas duas gestações: a dos gêmeos João e Francisco, de 13 anos e da caçula Maria, de 1 ano e 8 meses.

“Eu fiquei imprestável (…) Eu vomitava da hora que eu acordava à hora que eu acordava. Era de manhã, de tarde, de noite, dormindo, eu acordava vomitando”, contou Fernanda.

“Eu não acreditei que as duas gravidezes foram iguais! Péssimo, nenhum prazer, eu fiquei muito triste, deprê mesmo, de ficar enjoando”, completou.

Mas os enjoos não foram os únicos sintomas. “Não conseguia prestar atenção no que as pessoas falavam, não conseguia ler nem ver nada. Eu virei um extraterrestre”, revelou.

Além disso, para esse dia das mães, ela fez o primeiro ensaio com todos os filhos, para a capa da revista Marie Claire. “Me chamam desde que eles nasceram e nunca aceitei. Sempre quis fazer pelo registro da história, pela família. Acho lindo, mas não queria ser a razão dos traumas que eles vão levar para a psicanálise no futuro”, conta.

“Quero criar uma criança inteira em seus sentimentos, desejos, dores e sensibilidades. Tem que chorar, tem que sofrer, pode ficar vulnerável. Não sabe o que quer da vida? Não tem problema, vamos juntos”, finaliza.

 

Fernanda Lima e os filhos

Capa da revista Marie Clarie do mês de maio

 

 

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Lore Improta chora ao falar sobre gravidez e diz que não consegue comer: “passo mal”

Após a descoberta da gravidez, Lore Improta resolveu fazer um “diário da gravidez” e nele foi sincera sobre como a gestação tem impactado o seu corpo e seu bem-estar.

“Meu peito não para de crescer e está doendo muito, estou tendo colicazinhas, na minha pele começou a surgir espinhas… Meu cabelo está oleoso. Estou um pouco assustada porque não tem nem um mês”, disse.

Ela também revelou que perdeu trabalho por conta da gravidez, que não foi planejada. “A gente foi pego de surpresa. Eu e o Léo não estávamos esperando agora o nenênzinho. Fiquei até sumida dos stories porque estava no processo de entender o novo cenário, como o novo empresário chegaria e como readaptaria toda a minha equipe”, explicou ela.

“Alguns contratos caíram já antes da gente assinar por conta da gravidez. A gente teve que dar uma desculpa sem poder falar que eu estava grávida. Iria sofrer uma transformação e não vou poder mais”, contou.

Ela ainda disse que estava indisposta. “Não consigo ter ânimo pra nada”, completou.

“Hoje está sendo um dia muito difícil porque não estou conseguindo fazer nada. Não consigo comer o que tenho que comer para nutrir o neném. Só consigo comer besteira, aí quando me forço a comer alguma coisa, a minha pressão cai e eu passo mal”, contou.

Logo depois, Lore confessou que, apesar das dificuldades e dos dias mais complicados, sempre tem o humor renovado ao pensar no rostinho do bebê.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Em caso extremamente raro, bebê rompe o útero da mãe e fica com as pernas na cavidade abdominal

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (28). Em um caso raro, um bebê de 25 semanas ( um pouco mais de 6 meses) perfurou o útero da mãe durante a gestação, fazendo com que as suas pernas ficassem na cavidade abdominal. O caso foi um exemplo de casos raros em um estudo do The New England Journal of Medicine e aconteceu na França.

Os médicos perceberam uma anomalia durante os exames de rotina da mãe, que tem 33 anos. O documento publicado revela, que mesmo perfurando o útero, a mãe não sentiu nenhum sintoma ou algo estranho.

Ainda segundo os estudos, apenas 0,5% de todos os casos de gravidez no mundo apresentam essa anormalidade, sendo casos “extremamente raros” e que apresentam grande risco de vida tanto para bebês quanto para a mãe.

Como essa é a sexta gravidez da mulher, suspeita-se que tenha existido um enfraquecimento da parede uterina. O parto foi de emergência, com o bebê nascendo com 1,4kg e não teve complicações.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.