Rapaz se torna viúvo aos 25 anos após esposa de 19 não resistir a procedimento de cesariana

Uma caso difícil tomou as redes nesta segunda-feira (18). A morte precoce da jovem Ana Karolina Fonseca, de 19 anos, após dar à luz sua segunda filha em Bertioga, no litoral de São Paulo, ainda é um mistério. Ana veio a óbito na madrugada da última quarta-feira (13) e o Hospital Municipal divulgou uma nota que afirma que Ana teve uma “séria complicação” após o parto, sem divulgar mais explicações.

Clebson da Silva Sousa, de 25 anos e viúvo, contou ao portal G1 que pessoas próximas ao casal não acreditam ainda no que aconteceu. “O histórico médico dela era impecável. Saudável. Estamos muito abalados”, contou Clebson por telefone nessa sexta-feira (15).

“Só voltamos ao hospital [depois da morte dela] para buscar minha filha, mas vou tomar todas as medidas cabíveis para descobrir o que aconteceu. Não vou deixar isso passar em branco, para que nenhuma outra família precise passar por isso”, contou Clebson.

A jovem que já tinha uma filha de 3 anos e estava na 41ª semana de gestação, fez todo o acompanhamento pré-natal sem maiores problemas além de não ter sido alertada por profissionais sobre estar em uma gravidez de risco, informou Clebson. O viúvo ainda chegou a ver Ana novamente, após o parto, quando estava na enfermaria. “Ela disse que estava um pouco tonta e enjoada, vomitando um pouco. A barriga dela estava sangrando, também”. Clebson contou que uma enfermeira disse que o sangramento era normal.

“Ela conversava comigo, brincava e falava sobre a nossa filha”, contou. “Foi a última vez que a vi com vida”. Estava anoitecendo quando a mãe de Ana chegou à maternidade para revezar com Clebson a companhia à Ana e para que ele pudesse descansar. Às 20h, a mãe de Ana ligou pra Clebson muito preocupada. “Ela me ligou e disse que a Karol estava sangrando muito, e com a boca roxa”, relembra. Diante do problema iminente, um médico foi chamado. “O médico levou ela para o centro cirúrgico imediatamente. Disseram que tentaram conter o sangramento, e que a última tentativa de salvá-la seria tirar o útero dela”, contou Clebson.

A jovem resistiu a cirurgia de retirada do órgão e ficou intubada em seguida. Entretanto, a família foi avisada do falecimento da jovem no início da madrugada de quarta-feira, por volta da 0h. Ana parecia estar saudável até a cesária ser realizada e Clebson busca entender o que pode ter acontecido. O viúvo registrou um boletim de ocorrência, em razão da morte misteriosa da esposa, na Delegacia Sede de Bertioga. Clebson procurou um advogado para ter conhecimento sobre trâmites legais em casos deste tipo.

O Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), responsável pela gestão do Hospital Municipal de Bertioga, divulgou uma nota em que afirma que Ana Karolina Fonseca teve uma séria complicação pós-parto e, apesar dos esforços da equipe médica ela não resistiu. Informou ainda que o bebê passa bem, e que os familiares receberam todas as informações sobre o caso. “Em nome de toda a equipe de médicos, enfermeiras e colaboradores, o HMB se solidariza com a família de Ana Karolina Fonseca”, concluiu.

Clebson e Ana foram ao Hospital Municipal de Bertioga para que a jovem fosse internada, e a cesárea realizada. Fez os exames necessários e não foram encontradas alterações significativas e após algumas horas Ana foi levada à sala de cirurgia.“Assisti ao parto, foi tranquilo. Assim que tiraram o bebê dela, ela estava bem, disse que estava tudo certo”, disse Clebson.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

‘O coraçãozinho parou’, lamenta Bárbara Evans que está grávida de gêmeos ao revelar que um dos bebês não resistiu

Uma notícia segue repercutindo nas redes sociais nesta sexta-feira (17). A modelo Bárbara Evans, de 30 anos, que está grávida de gêmeos, usou as redes sociais para compartilhar com os fãs e seguidores o momento delicado pelo qual está passando. Bárbara contou nesta quinta-feira (16), por meio dos Stories do Instagram, que perdeu um dos bebês.

“Estou sorrindo, mas as notícias não são boas. O coraçãozinho do pequenininho parou de bater, então não vive mais”, contou a modelo. “Deus escolheu assim, então a gente tem que aceitar. Não chorei, estou chorando aqui pela primeira vez. Mas estou calma, estou bem, estou em paz, Deus sabe o que é melhor para gente”.

“Estou bem, eu fiz o que eu podia fazer, não tinha nada ao meu alcance que eu não tenha feito, então estou bem em paz”, contou Bárbara Evans, que é casada com Gustavo Theodoro.

A modelo ainda comentou que o fato de estar no início da gestação, a morte do pequenino não implica em um risco para o irmão que permanece vivo, “porque agora o corpo vai absorver ele, então não tem problema”.

Monique Evans, de 65 anos e avó dos gêmeos, falou sobre o caso: “Nós todos estamos muito felizes com o bebê que vai chegar. Não queremos falar de coisas tristes. Tenho muita felicidade no coração por conta deste netinho. Não é justo ter esse momento de tristeza quando tem uma coisa tão maravilhosa acontecendo. Não se preocupem. Ela está bem, apesar do choque grande para todos nós. Existiu um baque. É a vontade de Deus. Ao invés de ter dois netinhos, terei um. E será a criança mais amada do mundo”, contou.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Laudo aponta que grávida encontrada sem vida estava sem o bebê no ventre

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta segunda-feira (5). O resultado da autópsia no corpo de Thaysa Campos dos Santos, 23 anos e manicure, aponta que o bebê que ela estava esperando não estava no ventre da jovem, de acordo com o portal G1. A manicure foi encontrada sem vida na linha do trem em Deodoro, Zona Oeste do Rio, em setembro de 2020 .

O laudo afirma que no corpo de Thaysa não havia vestígios de placenta e nem marcas de corte no ventre. A mãe da manicure, Jacqueline Campos, pede o empenho das autoridades para desvendar o que aconteceu com o bebê.“Minha netinha Isabela está desaparecida. A gente não sabe o que aconteceu com essa criança. Agora vem um turbilhão de informações de que minha filha pariu essa criança”, contou.

Thaysa Campos dos Santos, 23 anos, foi achada sem vida no dia 10 de setembro na linha do trem em Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A jovem estava desaparecida há uma semana. A Polícia Civil trabalha com a hipótese da jovem ter sido morta pelo tráfico da Favela do Triângulo, em Deodoro. Mas não é só isso…

Depoimentos apresentados na Delegacia de Descoberta de Paradeiros, esclarecem que a manicure saiu de casa às 22h do dia 4 de setembro e teria ido atá a favela para buscar uma bolsa de maternidade. As investigações apontam que ela ficou até 1h do dia 5 e supostamente teria sido alvo de traficantes.

A polícia investiga uma possível motivação para o crime que seria as ameaças recebidas pela manicure de uma namorada de traficante. Outra situação analisada pelos investigadores seria a relação do pai do filho de Thaysa com uma pessoa da localidade. A vítima deixou um menino de 5 anos e uma menina de 7, que estão sob os cuidados da avó paterna.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Antes do crime com família de Ceilândia, Lázaro atirou em grávida e roubou R$6 mil

Um mês antes da chacina da família Vidal, no Incra 9, Lázaro Barbosa, 32 anos, invadiu uma chácara no Sol Nascente, onde atirou em uma grávida e roubou R$ 6 mil em espécie. O dinheiro era tudo o que o caseiro Uildson Rodrigues Lopes, 25, e a mulher tinham economizado em anos de trabalho.

Uildson contou ao Metrópoles os momentos de pânico vividos pela família quando estava sob a mira do revólver empunhado pelo criminoso, morto nessa segunda-feira (28/6), em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF.

Até as primeiras fotos de Lázaro serem divulgadas após a chacina, o caseiro não sabia quem tinha entrado na sua casa e quase matado a mulher dele e a filha. As duas foram atingidas de raspão após disparo do assaltante. A bala passou pelo joelho da mulher e raspou na menina de apenas três anos.

“Eu o reconheci. Totalmente certeza que era o Lázaro, porque no dia que ele rendeu a gente, eu observei que no rosto dele tinha uma pequena cicatriz. Até registrei esse detalhe na ocorrência policial. A altura dele, uns 1,80m e tinha uma barba rala. Tenho totalmente certeza”, reforça.

O caseiro, que se mudou para uma cidade no interior de Minas Gerais depois do trauma, explicou que Lázaro chegou sozinho à chácara por volta das 19h do dia 11 de maio deste ano. Armado, abordou o cunhado de Uildson e anunciou o assalto, rendendo três adultos e duas crianças no interior da casa.

Uildson lembrou que o psicopata trajava um colete balístico e estava armado com um revólver calibre 38, uma faca e muito nervoso. “Chegou exigindo dinheiro, armas, celulares e tudo de valor que havia na propriedade”, diz.

Segundo o caseiro, Lázaro os ameaçou: “Ele disse que se a gente reagisse poderia se arrepender muito mais”.

 

Textos e informações do portal Metrópoles

 

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.