Laudo aponta que grávida encontrada sem vida estava sem o bebê no ventre

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta segunda-feira (5). O resultado da autópsia no corpo de Thaysa Campos dos Santos, 23 anos e manicure, aponta que o bebê que ela estava esperando não estava no ventre da jovem, de acordo com o portal G1. A manicure foi encontrada sem vida na linha do trem em Deodoro, Zona Oeste do Rio, em setembro de 2020 .

O laudo afirma que no corpo de Thaysa não havia vestígios de placenta e nem marcas de corte no ventre. A mãe da manicure, Jacqueline Campos, pede o empenho das autoridades para desvendar o que aconteceu com o bebê.“Minha netinha Isabela está desaparecida. A gente não sabe o que aconteceu com essa criança. Agora vem um turbilhão de informações de que minha filha pariu essa criança”, contou.

Thaysa Campos dos Santos, 23 anos, foi achada sem vida no dia 10 de setembro na linha do trem em Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A jovem estava desaparecida há uma semana. A Polícia Civil trabalha com a hipótese da jovem ter sido morta pelo tráfico da Favela do Triângulo, em Deodoro. Mas não é só isso…

Depoimentos apresentados na Delegacia de Descoberta de Paradeiros, esclarecem que a manicure saiu de casa às 22h do dia 4 de setembro e teria ido atá a favela para buscar uma bolsa de maternidade. As investigações apontam que ela ficou até 1h do dia 5 e supostamente teria sido alvo de traficantes.

A polícia investiga uma possível motivação para o crime que seria as ameaças recebidas pela manicure de uma namorada de traficante. Outra situação analisada pelos investigadores seria a relação do pai do filho de Thaysa com uma pessoa da localidade. A vítima deixou um menino de 5 anos e uma menina de 7, que estão sob os cuidados da avó paterna.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Antes do crime com família de Ceilândia, Lázaro atirou em grávida e roubou R$6 mil

Um mês antes da chacina da família Vidal, no Incra 9, Lázaro Barbosa, 32 anos, invadiu uma chácara no Sol Nascente, onde atirou em uma grávida e roubou R$ 6 mil em espécie. O dinheiro era tudo o que o caseiro Uildson Rodrigues Lopes, 25, e a mulher tinham economizado em anos de trabalho.

Uildson contou ao Metrópoles os momentos de pânico vividos pela família quando estava sob a mira do revólver empunhado pelo criminoso, morto nessa segunda-feira (28/6), em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF.

Até as primeiras fotos de Lázaro serem divulgadas após a chacina, o caseiro não sabia quem tinha entrado na sua casa e quase matado a mulher dele e a filha. As duas foram atingidas de raspão após disparo do assaltante. A bala passou pelo joelho da mulher e raspou na menina de apenas três anos.

“Eu o reconheci. Totalmente certeza que era o Lázaro, porque no dia que ele rendeu a gente, eu observei que no rosto dele tinha uma pequena cicatriz. Até registrei esse detalhe na ocorrência policial. A altura dele, uns 1,80m e tinha uma barba rala. Tenho totalmente certeza”, reforça.

O caseiro, que se mudou para uma cidade no interior de Minas Gerais depois do trauma, explicou que Lázaro chegou sozinho à chácara por volta das 19h do dia 11 de maio deste ano. Armado, abordou o cunhado de Uildson e anunciou o assalto, rendendo três adultos e duas crianças no interior da casa.

Uildson lembrou que o psicopata trajava um colete balístico e estava armado com um revólver calibre 38, uma faca e muito nervoso. “Chegou exigindo dinheiro, armas, celulares e tudo de valor que havia na propriedade”, diz.

Segundo o caseiro, Lázaro os ameaçou: “Ele disse que se a gente reagisse poderia se arrepender muito mais”.

 

Textos e informações do portal Metrópoles

 

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Resultado do Laudo aponta o que ocorreu com jovem grávida que morreu aos 24 anos

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou, nesta quarta-feira (9), que a grávida Kathlen de Oliveira Romeu, de 24 anos, morreu após ter sido atingida por um tiro de fuzil no tórax. O projétil não ficou alojado. A informação foi confirmada pela Polícia Civil.

A designer de interiores estava no terceiro mês de gestação e foi baleada em um tiroteio entre policiais militares e criminosos no Complexo do Lins, na zona norte do Rio, na terça (8).

A Delegacia de Homicídios da Capital investiga de onde partiu o tiro que matou a jovem. Os agentes ouviram cinco dos 12 policiais militares envolvidos na ação na comunidade.

Também foram apreendidas as armas dos PMs para perícia: 10 fuzis calibre 7.62, dois fuzis calibre 5.56 e nove pistolas .40.

O corpo de Kathlen será enterrado nesta tarde no cemitério do Catumbi, na região central.

Revoltados, os pais e a avó da jovem disseram que ela estava na melhor fase da vida. A família contou que Kathlen havia se mudado da comunidade, há cerca de um mês, por medo da violência.

No entanto, ela voltou ao local para visitar a avó, que testemunhou o momento em que a neta foi atingida pelo disparo.

“Nós estávamos andando na rua, quando de repente veio barulho de tiro. Eles vinham da Vila São José, quando olhei, correria. A minha neta, quando eu vi já caindo, achei que ela tinha se jogado para se proteger, me joguei em cima dela, quando me joguei em cima dela, que ela caiu de bruços, vi o buraco nela”, disse Sayonara de Fatima, que contou que pedia para a neta não vistá-la na comunidade, apesar da saudade.

Com textos e informações do portal Record

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Caetité: Jovem de 17 anos, que estava grávida de seis meses, morre após tomar choque elétrico enquanto usava máquina de lavar

Uma triste notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quinta-feira (6). Uma adolescente de 17 anos, que estava grávida de seis meses, faleceu após ser eletrocutada por uma máquina de lavar na tarde de ontem (5). O acidente trágico ocorreu na cidade de Caetité, na casa da adolescente, no bairro Nossa Senhora da Paz.

Ramona dos Santos Santana Brito lavava as roupas tranquilamente quando levou o choque. Após o ocorrido, familiares chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a moça foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O corpo da jovem foi encaminhado para o IML-Instituto Médico Legal de Guanambi, onde o exame de necropsia será realizado.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.