‘Não sou nenhum menino amarelo’, diz Rui Costa ao afirmar que governo federal cancelou recursos de obra por perseguição política

O governador Rui Costa (PT) esteve nessa quarta-feira (8), em uma inauguração de 20 quilômetros de pavimentação da BA-152. No discurso feito em Rio do Pires, Rui Costa aproveitou para acusar o governo federal de cancelar verbas para a construção de uma adutora na Bahia. Segundo ele, um dos ministros de Bolsonaro teria voltado atrás em enviar os recursos em razão de perseguição política.

“Querem ver que mesquinharia e que perseguição desse pior presidente da República [Jair Bolsonaro]? Vi um vídeo essa semana, com essa meia dúzia de egoístas. Um deles chegou a dizer que tinha ido ao ministro, e que o ministro teria se comprometido a cancelar a participação do governo federal nessa obra. E, no dia seguinte, eu recebo uma carta do ministro cancelando o recurso”, contou Rui Costa.

O gestor não mostrou comprovante de cancelamento da verba e também onde estaria o suposto vídeo. O projeto após realizado ajudará no abastecimento de água das cidades de Boquira, Paramirim, Caturama, Rio do Pires, Ibipitanga e Macaúbas, além de outras sete localidades em Ibitiara e Ibipitanga. A obra foi orçada em cerca de R$186 milhões.

O petista contou um pouco de sua história como um ato de provocação. “O que eles não sabem, o que eles não esperam nunca, é que eles acham que quem está sentado na cadeira de governador é algum menino amarelo que foi criado em playground, que é algum menino riquinho, mimado, que jogava gude em mármore ou empinava arraia em ventilador. Eu nasci no morro da Liberdade, na favela de Liberdade”, comentou.

Segundo Rui Costa, a obra se iniciará e será concluída com recursos próprios. “Porque o cara que gravou esse vídeo disse: agora eles vão ver a água que eles vão ter, porque o estado não vai ter dinheiro para fazer essa obra. Pois se engana, meu caro, porquê quem governa esse estado é Rui Costa dos Santos”, finalizou.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Morre, aos 83 anos, o ex-governador do Paraná, Jaime Lerner

Uma triste notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (27). Morreu hoje, aos 83 anos, o ex-governador do Paraná, o Jaime Lerner. Conhecido internacionalmente pela implementação do sistema integrado de transporte público em Curitiba nos anos de 1970, ele já foi prefeito três vezes da cidade.

A morte foi resultado de complicações renais. Ele deu entrada no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba, no dia 21 de maio, após apresentar uma febre. O ex-governador já vinha realizando hemodiálise há um tempo.

No ano passado, o político precisou passar por uma cirurgia de apendicite e no início deste ano testou positivo para a Covid-19. Mesmo tomando as duas doses da vacina, a infecção aconteceu antes dele criar a imunidade com a vacina. Viúvo desde 2009, ele têm duas filhas frutos do casamento: Andrea e Ilana.

Arquiteto de formação, ele como prefeito nos mandados de 1971-1974, 1979-1983, 1989-1992, fez história ao implantar o sistema de transporte de BRT, replicado em várias cidades do mundo. Também foi em seus mandados que houve a criação do Jardim Botânico e A Ópera de Arame, além do fechamento da rua XV para carros.

Como governador, o mandato foi conturbado. Em 2011 foi condenado a três anos e meio de prisão, pois nas obras da BR-476 e PR-427, ele fez um aditivo contratual que não estava previsto na licitação original. Porém, a pena foi convertida em multa. Em 2013 ele foi condenado mais uma vez por improbidade administrativa por um processo de pagamento irregular de indenizações a donos de áreas desapropriadas em Cascavel.

Por outro lado, em seu mandado o estado do Paraná se tornou um polo automobilístico, na qual montadoras multinacionais se instalaram no estado por meio de empréstimo concedidos a essas empresas.

O sepultamento acontecerá hoje mesmo, por volta das 15h no Cemitério Israelita do Santa Cândida, porém restrito, assim como o velório, por conta da pandemia.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.

Rui Costa confirma que Jaques Wagner disputará cargo de governador da Bahia em 2022; rumores indicam que atual governador tentará a prefeitura de Salvador em 2024

Uma notícia chamou a atenção do público baiano nesta manhã de quarta-feira (17). O atual governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que o senador Jaques Wagner (PT) será o candidato do partido dos trabalhadores para governador da Bahia na eleição de 2022.

O senador foi governador antes da chegada de Rui Costa, entre os períodos entre 2007 e 2014, quando Rui assumiu. Assim, Wagner vem para ser a frente de oposição ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, que é presidente nacional do DEM e principal nome para fazer oposição ao PT na Bahia.

Além disso, existem rumores que Rui Costa tentaria concorrer à prefeito de Salvador em 2024. A vitória de Rui seria um feito inédito para capital baiana, que nunca foi governada por um político do Partido dos Trabalhadores.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Governador Rui Costa afirma já ter contrato pronto para compra de milhares de doses da vacina Sputnik V, mas que depende de aval

Uma notícia tem chamado a atenção e vem sendo destaque nesta segunda-feira (8). Por meio de suas redes sociais, o governador da Bahia, Rui Costa, deu uma declaração neste domingo (7), afirmando que a Bahia já tem contrato pronto para aquisição da vacina Sputnik V, produzida na Rússia pelo Instituto Gamaleya.  Rui afirmou:

“Ao longo dessa semana ingressamos com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para conseguir legalmente comprar e aplicar a vacina. Estamos com o contrato pronto para comprar a vacina Sputnik, aguardando apenas essa liminar”, afirmou em vídeo 

O governador ainda afirmou que se reuniu com prefeitos de várias regiões da Bahia para que ações fossem adotadas com o objetivo de controlar o avanço da pandemia e pediu ajuda à população: “Enquanto a vacina não chega, precisamos da sua ajuda, da sua contribuição para garantir o distanciamento social”, comentou. 

Rui Costa ainda lembrou que até o início das medidas de restrição adotadas, a Bahia havia registrado 10 mil casos de contaminação em uma semana e com as medidas em andamento o aumento foi de dois mil casos em uma semana. 

“Ou seja, desaceleramos”, disse. Esses resultados também já aparecem nos testes do Laboratório Central (Lacen). No fim do mês passado, o CORREIO mostrou que mais da metade das amostras que chegavam para análise no laboratório tinham resultados positivos. “Diminuímos a taxa de positividade, então esta mais do que comprovado que distanciamento social reduz contaminação”, concluiu o governador Rui Costa. 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Politica, Regional, Social.